Categoria: Cultura

O jardineiro que se tornou um grande artista plástico. Essa é a história de José Raimundo Francisco, ou simplesmente, José Raimundo.
Tudo começou quando ele aceitou o serviço de jardineiro na casa do artista plástico Ferrão, em Pouso Alegre. Além de cortar grama, José Raimundo ajudava a movimentar as pesadas esculturas produzidas por Ferrão.

“Fui gostando de ver o jeito dele desenhar as esculturas. Aí, sempre que ele virava as costas eu ia lá e fazia o desenho de uma vaquinha, de uma galinha, coisa que eu conhecia lá da roça, do meu terreiro”, conta José Raimundo.

Até que um dia, Ferrão viajou para mais uma exposição e deixou um presente que mudaria a vida de José Raimundo. “Porque o contrato meu com ele era de fazer o jardim e olhar a casa quando ele viajava. Ele deixou uma tela, tinta, pincel e os desenhos que eu tinha feito e que achei que ele jogava fora; deixou em cima da mesa e um bilhete escrito: ‘Olha José Raimundo, o mais difícil você fez, que é desenhar as figuras, agora coloca em prática, coloca tudo nessa tela’. Aí eu pintei a tela e quando ele chegou de viagem me deu os parabéns, que a família tinha gostado e ele tinha gostado”, lembra o artista plástico.

Ferrão, o artista plástico que hoje é amigo e curador do trabalho de José Raimundo, afirma que ele só precisava do incentivo. “Pois é, o jardineiro que virou artista. Essa história é bem legal porque retrata uma situação, que vejo, de falta de incentivo para o potencial que nós temos aqui na área cultural”, diz Ferrão.

Arte que aprendeu sozinho

A pintura produzida por José Raimundo é conhecida como Arte Naif, onde o artista não fez nenhum curso para aprender a pintar. É um autodidata. Usando cores fortes, vivas, ele recria coisas, situações do cotidiano vivido por ele.

Além das pinturas em tela, o artista também estampa sua arte em objetos que encontram pelo caminho, em pedaços de madeira e utensílios domésticos que passam a decorar os ambientes.

A descoberta do talento para a arte de José Raimundo foi há 22 anos. Ferrão passou de patrão para curador do trabalho do artista plástico. A primeira exposição foi em 2000 e não parou de surgir novos projetos.

Exposição em São Paulo

José Raimundo participa de uma das mais importantes exposições do Brasil. São quatro quadros na exposição ‘Olha, O Vento’, da Fundação Mukiti Okada, de São Paulo, que começou em novembro desse ano e vai até fevereiro de 2022. ASSISTA A REPORTAGEM EM VÍDEO ACIMA

Obras de José Raimundo que estão na exposição em SP. Imagem: reprodução

Categoria: Cultura

Túnel de luz na Pç Senador José Bento, em Pouso Alegre. Imagem: Câmara Municipal

A ‘Magia das Luzes’ de Natal 2021 foram acesas em Pouso Alegre na noite desta sexta-feira (26). Centenas de milhares de lâmpadas de LED decoram praças, avenidas e parques da cidade. Os moradores e visitantes poderão ver a iluminação até a primeira semana de janeiro de 2022.

Na Praça Senador José Bento a decoração tem um túnel de luz, com o desenho de um grande urso e os números que representam o novo ano que vai chegar. Arcos com estrela na ponta também enfeitam a fonte de água. Nos canteiros os personagens do tempo de natal e mais lâmpadas de LED que ‘caem’ das árvores.

A decoração da praça tem a parceria da prefeitura com a Associação do Comércio e Indústria de Pouso Alegre (Acipa). Uma espaçosa Casa de Papai Noel, com árvores e ursos de pelúcia é um atrativo a parte para as famílias. A projeção de luzes na Catedral Metropolitana também volta a acontecer.

Casa do Papai Noel montada pela Acipa na Praça da Catedral. Imagem: Acipa

Decoração espalhada pela cidade

Outros pontos de Pouso Alegre também recebem os enfeites de Natal. Na Avenida Tuany Toledo, próximo ao portal da Via Gastronômica, foi montada a maior árvore de Natal da cidade, toda coberta de micro lâmpadas de LED. Também foi instalada árvores no lago do parque municipal ao lado do Fórum, no bairro Santa Rita. Outra árvore foi colocada na Avenida Noroeste, para quem chega na cidade pela BR-459.

A Avenida Dr Lisboa, Rua Adolfo Olinto, Avenida Vicente Simões, Avenida Tuany Toledo e Avenida Alfredo Custódio de Paula, entre outras, também tiveram suas árvores e palmeiras enfeitadas.

A maior árvore de natal de Pouso Alegre foi instalada na Av. Tuany Toledo. Imagem: prefeitura
luciana pereira rezende lanca livro para maes que trabalham - reproducao

Categoria: Cultura

A professora e publicitária Luciana Pereira Rezende lançou seu primeiro livro, “Segredos da mãe que trabalha e tem tempo”, nesta sexta-feira (26/11), em Pouso Alegre. A escritora, que adotou o pseudônimo Lu Prezzy, explica que teve a ideia de escrever esse livro ao perceber a dificuldade que as mulheres têm em equilibrar as inúmeras demandas do dia a dia e o cuidado com os filhos. VEJA VÍDEO ACIMA!

Luciana conta que já foi hospitalizada por causa desse excesso de atividades, e quis trazer uma reflexão sobre isso, além de dicas de gestão do tempo para mulheres que são mães.

O intuito é ajudar mulheres – tanto as que trabalham fora, quanto as que deixaram o emprego para se dedicar à maternidade – a não se culparem por suas decisões. No livro, a autora aborda um método de gestão de tempo sob o olhar feminino, para nortear mulheres a exercerem suas atividades de forma saudável, sem sobrecarga.

De acordo com a própria escritora, o livro é resultado da experiência de 15 anos conciliando dois empregos e dois filhos. “Uma mulher que perdeu a mãe cedo e que buscou aprendizado com muitas mães e muitos livros com especialistas para educar seus filhos”, conta.

Mais sobre o livro e dicas às mulheres mães

“A depressão, que é um dos males do século, está intimamente ligada com as nossas escolhas, com o nosso tempo. Também segundo especialistas, depressão é excesso de passado. Ou você quer muito voltar para um tempo feliz ou se arrepende das escolhas do passado. Meu livro é justamente sobre as escolhas que fazemos quando o assunto é o nosso tempo”.

“É sobre aprender a priorizar, aprender a dizer não e diminuir essa culpa que sentimos a maioria do tempo. Sobre fazer escolhas melhores e buscar viver momentos felizes com as pessoas importantes para você todas as semanas”.

A escritora fala sobre a importância de ter bem claro quais são as prioridades naquele momento da sua vida, a importância de aprender a dizer não, e o melhor, dizer não sem culpa. Ensina como dividir melhor o tempo semanal para que essa mulher possa ter mais tempo para ela, para as pessoas importantes em sua vida e para realizar seus sonhos.

LEIA TAMBÉM: Jovem de Pouso Alegre se destaca em modalidades de luta e pensa em UFC

cidades cancelam carnaval 2022 - foto reprodução prefeitura de Paraisópolis

Categoria: Cultura

Cancelar principalmente o carnaval de 2022, essa é uma das atitudes de cinco municípios sul mineiros até o momento. Cambuí, Córrego do Bom Jesus, Gonçalves, Paraisópolis e Sapucaí Mirim anunciaram a suspensão oficial. Em algumas delas foi cancelado também o réveillon e em Paraisópolis, até o aniversário da cidade.

O motivo é preservar a saúde da população ao evitar aglomerações, informaram as prefeituras por meio de nota. O Sul de Minas é um roteiro tradicional para quem busca festas no interior do estado. O carnaval na região é atrativo para turistas de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e até outros estados.

Entre as cidades mais famosas pelo carnaval sul mineiro estão Cambuí, Gonçalves, Paraisópolis, Santa Rita do Sapucaí e outras. Em Santa Rita do Sapucaí o Bloco do Urso foi confirmado para 2022. É uma festa particular que recebe milhares de pessoas. Festas gratuitas em praças e avenidas são tradição em cidades pequenas e movimentam a economia por meio do turismo.

CAMBUÍ

Último carnaval de Cambuí foi em 2020. Imagem Prefeitura.

O “melhor carnaval do Sul de Minas” é o título que a prefeitura de Cambuí usou nos últimos anos para divulgar a festa de quatro dias, até 2020. Desfiles de blocos e escolas de carnaval, além de shows gratuitos reuniam milhares de moradores e turistas na Praça da Matriz.

“Priorizando a saúde da população, visto que a pandemia do Coronavírus ainda não acabou e levando em consideração as grandes aglomerações que se formam nesta data, ficam suspensas as festividades de Carnaval em 2022.” Essa é a citação do prefeito Tales Tadeu Tavares ao anunciar o cancelamento da festa, por meio de nota.

CÓRREGO DO BOM JESUS

Em reunião com prefeitos da região, a prefeita de Córrego do Bom Jesus, Eliana Alves e Silva, cancelou o carnaval 2022 e o ponto facultativo da data. O município com população estimada de cerca de 3,7 mil pessoas, realizava o conhecido pré-carnaval “CarnaKórggo”. Segundo Eliana, considerando que “a pandemia ainda persiste e o mundo todo sofre, as aglomerações devem ser evitadas, para a contenção do contágio do coronavírus”.

GONÇALVES

Mesmo com a flexibilização de municípios em relação à pandemia, prefeitos da região de Gonçalves se preocupam com o fluxo de pessoas no carnaval e o contágio por Covid-19. A prefeitura cancelou o réveillon e o carnaval 2022. “No domingo (de carnaval), que é um dia de bastante aglomeração, chega a ter 8 mil pessoas na cidade, sabe, então devido a essa preocupação a gente resolveu cancelar”, destaca o prefeito Márcio de Oliveira.

Essa decisão não deve ser alterada posteriormente já que, “você não consegue organizar um carnaval do dia para a noite, né”. O prefeito fez essa citação ao ser questionado se com o acompanhamento da situação epidemiológica haveria possibilidade de rever a decisão nos próximos meses.

PARAISÓPOLIS

Paraisópolis atrai turistas inclusive de Minas Gerais e São Paulo. A prefeitura cancelou reveillón 2022, aniversário da cidade em janeiro e carnaval de 2022. O comunicado oficial informa que o aniversário da cidade terá apenas cerimônias cívicas e cita que “ainda é necessário zelar para saúde dos nossos munícipes”.

Já o réveillon e carnaval foram cancelados após reunião com prefeitos da região. O motivo, segundo o poder executivo de Paraisópolis, é “em razão da grande quantidade e circulação de pessoas nessas datas e, consequentemente, a dificuldade da manutenção das ações sanitárias necessárias para evitar a Covid-19″.

SAPUCAÍ-MIRIM

Sapucaí-Mirim fica a cerca de 30 minutos de viagem até Gonçalves e é um município na divisa de Minas Gerais e São Paulo. A prefeitura decidiu cancelar o carnaval, após reunião conjunta com municípios vizinhos e órgãos de vigilância epidemiológica.

A decisão foi comunicada na última sexta-feira (19), na rede social da prefeitura. “Em razão da possibilidade de uma nova onda de contágio do Covid-19 e, considerando, principalmente, a solidariedade com as famílias enlutadas pelas perdas de seus entes queridos durante a pandemia, não realizará o Carnaval de rua na cidade em 2022.”

VEJA NA REPORTAGEM DE NAYARA ANDERY:

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução

Categoria: Cultura

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução
Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução

A história de luta do movimento negro de Pouso Alegre é contada em um espaço do Museu Municipal dedicado às “Memórias da Cultura Negra de Pouso Alegre”. São fotos e relatos em texto reunidos desde o início do século XX, que mostram a busca de atingir os direitos e o reconhecimento da sociedade.

Clube 28 de Setembro

Um grupo de negros fundou o Clube 28 de Setembro em 1904. Entre os fundadores, estavam Isidoro da Silva Cobra e Mirabeau Ludovico, muito conhecidos na cidade. O clube possuía escola, banda musical e um grupo de teatro, ajudando negros a conquistarem novos espaços na sociedade.

“Neste espaço criado recentemente, procuramos retratar algumas das memórias da cultura negra de Pouso Alegre, com a história da luta do movimento negro para alcançar direitos e pelo reconhecimento de sua cultura junto à comunidade local. Falta ainda acrescentarmos o título que identificará o espaço para os visitantes, o que já está em fase de elaboração”, explica do diretor do Museu Tuany Toledo, Mayke Riceli.

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução
Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução

Dia da Consciência negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado neste sábado, (20), em todo o país em referência à morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco.

Em Pouso Alegre, a Câmara de Vereadores instituiu o Dia da Consciência Negra como feriado municipal em 2015.

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução
Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução

Na última quinta-feira (18), personalidades negras de Pouso Alegre participaram de uma roda de conversa para contar as ‘Narrativas de 20 de novembro. Participaram do debate o ex-goleiro Aranha, a psicóloga Maria Tereza, o artista plástico Prado Neto e a professora de artes Rosiane Tobias. Todos eles com envolvimento no trabalho de conscientização e combate ao preconceito e racismo contra os negros.

Personalidades participam de roda de conversa sobre ‘Dia da Consciência Negra’ - Imagem reprodução-montagem Terra do Mandu
Personalidades participam de roda de conversa sobre ‘Dia da Consciência Negra’ – Imagem reprodução-montagem Terra do Mandu
Maiara e Maraísa fazem 1º show em MG após acidente de Marília Mendonça. Imagem: reprodução

Categoria: Cultura

Maiara e Maraísa fazem 1º show em MG após acidente de Marília Mendonça. Imagem: reprodução
As gêmeas estarão em Pouso Alegre nesta sexta (19). Imagem cedida pela organização do evento. Imagem: reprodução

O show das sertanejas Maiara e Maraísa, em Pouso Alegre (MG) será no Summit Hall, com abertura dos portões às 21h desta sexta-feira (19). A apresentação é a primeira das irmãs no estado de Minas Gerais, desde a tragédia em que morreu a cantora e amiga Marília Mendonça. As irmãs estavam com Marília no projeto ‘As Patroas’, que tinha previsão de turnê para 2022.

Ingressos estão disponíveis em vários pontos da região onde elas têm fãs. Alguns locais já tiveram esgotada a venda, que começou em Borda da Mata, Brasópolis, Inconfidentes, Itajubá, Ouro Fino, Paraisópolis, Pedralva, Pouso Alegre e Santa Rita do Sapucaí.

No Instagram oficial @maiaraemaraisa citam que “esse final semana vai ser cheio de amor e de muita emoção pra vocês!” em referência ao show na cidade mineira e ao de sábado (20), em Presidente Prudente (SP).

Pouso Alegre terá primeiro show da dupla em MG, após morte de Marília Mendonça.

Dos 10 shows divulgados na agenda das cantoras para novembro, só o de Pouso Alegre será no estado mineiro. Os demais são em Santa Catarina, São Paulo e Paraná.

Ao divulgar a agenda do mês elas reforçaram o sentimento pela amiga que faleceu em acidente aéreo no último dia 5. “A melhor forma de seguir acreditando que as coisas vão ficar bem é simplesmente seguir trabalhando com a mesma verdade e os mesmos sonhos de sempre”.

Na legenda ainda acrescentaram “Pedimos a todos que possam ser a nossa terceira voz, que nos dêem forças nesses dias difíceis e que a música vença mais uma vez!” As últimas apresentações da dupla, pelo Brasil, tiveram comoção das artistas e do público e em cada uma delas, a emoção predominou.

A assessoria da dupla informou ao Terra do Mandu que ainda não há definição sobre o projeto Patroas. “No momento, somente o desejo de dar continuidade ao sonho que as três construíram juntas. Agenda que era da cantora Marília Mendonça, a dupla Maiara & Maraísa irá cumprir na medida do possível.”

Personalidades participam de roda de conversa sobre ‘Dia da Consciência Negra’ - Imagem reprodução-montagem Terra do Mandu

Categoria: Cultura

Personalidades participam de roda de conversa sobre ‘Dia da Consciência Negra’ - Imagem reprodução-montagem Terra do Mandu
Personalidades participam de roda de conversa sobre ‘Dia da Consciência Negra’. Imagem: reprodução/montagem Terra do Mandu

Na semana em que é celebrado o Dia da Consciência Negra personalidades com ‘lugar de fala’ participam de uma roda de conversa sobre ‘Narrativas do 20 de novembro’. Lugar de fala é o termo usado para designar o fim da mediação em que a pessoa que sofre preconceito fala por si, como protagonista da própria luta e movimento.

Participam da roda de conversa o ex-goleiro Aranha, a psicóloga Maria Tereza, o artista plástico Prado Neto e a professora de artes Rosiane Tobias. Todos eles com envolvimento no trabalho de conscientização e combate ao preconceito e racismo contra os negros.

O evento é aberto ao público e será nesta quinta-feira (18), das 20h às 22h, no auditório da Superintendência Municipal de Cultura, que fica na Praça Senador José Bento, nº 02, centro.

Ex-goleiro lançou livro sobre o tema

Desde que encerrou a carreira de goleiro de futebol, em 2018, Mario Lúcio Duarte Costa, ou apenas Aranha, se dedica, exclusivamente, ao trabalho que já desenvolvia nos tempos de atleta: o combate ao racismo contra os negros.

Recentemente, Aranha fez o lançamento de seu primeiro livro sobre assunto, trazendo uma nova perspectiva da história dos negros no Brasil. O título do livro é ‘Brasil Tumbeiro’ (editora Mostarda), que se contrapõe ao termo usado na época em que os negros eram trazidos em navios da África para a América, principalmente, para o Brasil.

“A princípio, seria um livro somente escolar. Eu tinha a ideia de trazer para o aluno e para o jovem, a participação negra na história do Brasil para que, nas aulas, quando o assunto foi sobre a escravidão, não fosse uma aula vergonhosa para quem está ali ensinando, e que não fosse uma coisa humilhante, desagradável para quem estava aprendendo”, explica o autor.

“A gente sempre estudou e aprendeu a história do Brasil, principalmente a parte da escravidão, como se os negros só fizessem parte de uma modalidade. Como se eles fossem escravos e, num belo dia, a princesa Isabel acordou e decidiu acabar com tudo e libertar todos os negros. E não foi bem essa a história. Então, eu procurei contar de uma maneira mais justa essa história da escravidão, como ela começa, como ela chegou no Brasil. Como ela se desenvolveu e terminou”, narra.

Racismo no futebol: Episódio de 2014

Aranha encerrou a carreira em 2018 no Avaí, time de Santa Catarina. Passou por Ponte Preta, Joinville, Palmeiras, Santos e Atlético-MG. Quando estava no Santos, ele viveu um dos mais marcantes episódios de racismo no futebol brasileiro.

Em 2014, numa partida contra o Grêmio pela Copa do Brasil, parte da torcida do time gaúcho começou a emitir sons de macaco quando Aranha pegava na bola. As câmeras da televisão flagraram as ofensas racistas e o clube de Porto Alegre foi punido com a exclusão da competição.

Aranha já trabalhava para combater o racismo contra os negros. Após o episódio de 2014, ele passou a ter ainda mais voz sobre o assunto. “A grande mídia, principalmente, começou a me dar atenção e espaço para falar de outras coisas que não fosse sobre futebol, sobre o esporte, sobre a minha carreira. E, quanto mais eu falava, mais gente interessada em ouvir aparecia”.

Natal nas Montanhas, Monte Verde. Imagem: reprodução

Categoria: Cultura

Monte Verde inicia, neste fim de semana (13/11), as festividades do ‘Natal nas Montanhas’. O distrito de Camanducaia, no Sul de Minas, é um dos cinco destinos de Natal mais procurados pelos turistas, contou a gerente executiva do evento, Jaqueline Rossi, em entrevista ao Mandu News (VEJA ACIMA). A abertura oficial do ‘Natal nas Montanhas’ aconteceu na noite desta sexta-feira (12) em frente à Câmara Municipal, com as presenças Papai Noel e outros personagens natalinos.

Com clima ameno o ano todo, o período de Natal se tornou a segunda temporada de grande movimento no distrito. A expectativa é superar o sucesso de 2020, que teve a presença de mais de 270 mil visitantes. Para isso, a prefeitura e a MOVE (Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região) prepararam espetáculos inéditos, novos personagens e uma decoração especial, com muita iluminação.

Com o tema “A Origem de Tudo”, o Natal deste ano vai contar a história de Monte Verde e dos povos que escolheram a região para viver. Além de se encantar com a decoração e com as contações de histórias, será possível também aprender com as Oficinas de Bauer, uma arte típica das regiões campestres da Alemanha, que conquistou Monte Verde e virou patrimônio cultural do município de Camanducaia.

Natal nas Montanhas, Monte Verde. Imagem: reprodução
Natal nas Montanhas, Monte Verde. Imagem: reprodução

Espetáculos em Monte Verde

Principal destino turístico da região, Monte Verde terá aos sábados, às 19h, o espetáculo “Despertar das Luzes”, quando o Maquinista da Luz, e seus ajudantes percorrem a Avenida Monte Verde ao encontro da chave mágica que, quando acionada, ilumina toda a cidade. Outra atração é o espetáculo “A Origem”, que conta de forma lúdica e divertida a origem de Monte Verde e dos povos que construíram este lugar tão especial. Todas as sextas, às 19h, na Praça do Carvalho.

A cor principal do evento deste ano é o verde, que representa a esperança, a origem de tudo e a união dos povos. “Neste Natal, queremos despertar em todos o sentimento de esperança de dias melhores, após esse período complicado que aos poucos vamos deixando para trás”, afirma a presidente da MOVE, Rebecca Wagner. A programação completa está disponível no site do “Natal nas Montanhas”.

Programação de Monte Verde

  • Espetáculo A Origem: todas as sextas-feiras, de 19/11 a 31/12, às 19h, na Praça do Carvalho.
  • Despertar das Luzes: todos os sábados, de 13/11 a 01/01/22, às 19h, na Avenida Monte Verde.
  • Casa do Noel: visitação de 13/11 a 26/12, nas sextas, sábados, domingos e feriados, de 13h às 21h, exceto nos dias 24, 25 e 26 de dezembro, que terão horários especiais – dia 24/12, das 10h às 18h; dia 25/12 das 10h às 21h;  e dia 26/12, das 13h às 16h.
  • Intervenções teatrais e contação de histórias: dias 08 e 15/12, às 11h, na Praça da Bíblia.
  • Banda de Música da 17ª Região da Polícia Militar de MG: dia 30/12, às 11h, na Avenida Monte Verde.
  • Oficinas de Bauer: sábados (20/11; 27/11; 04/12; 11/12 e 18/12); terças-feiras (14/12, 21/12 e 28/12); sempre das 15h às 18h. As vagas são limitadas e gratuitas. As inscrições devem ser feitas pelo telefone (35) 3438-1839.
  • Natal nas Alturas: no dia 21/12, o Papai Noel irá sobrevoar o distrito, interagir com o público e distribuir presentes.

Em Camanducaia

Abertura oficial: dia 12 de novembro, às 19 horas, em frente à Câmara de Vereadores. O evento contará com a intervenção cênica e musical, com personagens do Natal e com a apresentação da Banda de Música da 17ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais.

Praça do Bosque

  • Dia 27/11: Contação de histórias, às 15h; e Intervenção teatral, às 16h30.
  • Dia 11/12: Contação de histórias, às 11h e às 15h; e Intervenção teatral, às 13h e às 16h30.
  • Dia 25/12: Contação de histórias, às 15h; e Intervenção teatral, às 16h30.
  • Caravana Encantada com Noel: dia 11/12, às 15h e às 19h; dia 27/11, às 19h; e dia 25/12, às 19h. Sempre na Praça da Matriz.
  • Natal nas Alturas: no dia 21/12, o Papai Noel irá sobrevoar a cidade, interagir com o público e distribuir presentes.

No distrito de São Mateus (Camanducaia)

Praça Central

  • Dias 27/11 e 25/12: Contação de Histórias, às 11h; Intervenção teatral, às 13h; e Caravana Encantada com Noel, às 15h. Em caso de chuva, as atividades ocorrerão no Salão Paroquial.
  • Natal nas Alturas: no dia 21/12, o Papai Noel irá sobrevoar a cidade, interagir com o público e distribuir presentes.
Marília Mendonça fez show em Pouso Alegre em 2019 e tinha apresentação marcada para o Bloco do Urso. Foto: William Souza

Categoria: Cultura

Marília Mendonça fez show em Pouso Alegre em 2019 e tinha apresentação marcada para o Bloco do Urso. Foto: William Souza
Marília Mendonça fez show em Pouso Alegre em 15 de novembro de 2019. Foto: William Souza

Com uma agenda de shows entre as mais concorridas do Brasil, Marília Mendonça fez sua última apresentação no Sul de Minas em novembro de 2019, três meses antes do início da pandemia da Covid-19, quando todas as agendas foram suspensas. A apresentação foi no estacionamento do SerraSul Shopping.

No dia do show em Pouso Alegre, a cantora estava nos últimos dias da gravidez do único filho, que nasceu exatamente um mês depois. O que também a faria a se afastar dos palcos por um período, além da chegada da pandemia do novo coronavírus.

Porém, a liberação dos eventos com presença de grandes públicos, a “Rainha da Sofrência’ retomou a agenda de shows pelo país. A próxima apresentação de Marília Mendonça no Sul de Minas já estava marcada. Seria no carnaval de 2022, no Bloco do Urso, em Santa Rita do Sapucaí.

marília mendonça no bloco do urso - reprodução
Marília Mendonça estaria no Bloco do Urso de 2022. Imagem: reprodução

Marília Mendonça morreu nesta sexta-feira (05/11), após o avião que estava caiu numa cachoeira, na área rural de Caratinga, município do Vale do Rio Doce de Minas Gerais. Outras quatro pessoas faleceram no acidente aéreo, sem um produtor da cantora, o tio de Marília Mendonça e o piloto e co-piloto da aeronave.

Morte tem impacto inexplicável para setor de entretenimento

A morte da cantora chocou pessoas que não tem costume de ouvir música sertaneja. Imagina para quem é fã ou trabalha no segmento. Thiago Aley, realizador de shows, foi um dos responsáveis por trazer Marília Mendonça duas vezes a Pouso Alegre. Ele também intermediou a conversa para conseguir uma brecha na agenda da artista para a apresentação no Bloco do Urso em 2022.

O organizador de show ficou sabendo da morte de Marília Mendonça antes da grande mídia. O comunicado veio através de empresários da cantora. “É uma dor enorme. Uma artista de 26 anos, cheia de vida. Acabou de chegar no auge; com uma carreira enorme pela frente. Fizemos vários shows com ela. Em Pouso Alegre, quando Marília se apresentou com Maiara a Maraísa; depois, por último, fizemos o show só de Marília no SerraSul Shopping; a gente intermediou para ela se apresentar no Bloco do Urso. E tinha várias datas para frente”, conta.

“Não tem nem como explicar o impacto que isso causa no nosso setor entretenimento, shows e eventos. É uma dor inestimável”, lamenta Thiago.

Categoria: Cultura

O clima natalino já está presente em algumas ruas e em muitas lojas de Pouso Alegre (MG). A iluminação já é instalada pela prefeitura em vias públicas. Nas casas ainda é tímida a presença da decoração natalina, mas, que já é foco de consumidores nas lojas que comercializam esses itens.

Quem passa pela Praça Senador José Bento e avenidas Cel. Alfredo Custódio de Paula, Tuany Toledo e Vicente Simões já pode ver como deve ficar o projeto de iluminação de natal. A Prefeitura informou que ainda vai divulgar a data de lançamento do projeto, mas, que está prevista para o final de novembro.

Moradores já começam a comprar itens como presépios, árvores, luzes e detalhes que fazem a diferença nessa decoração típica de final de ano. Nas lojas, a expectativa é de procura superior a 2020 e os produtos já são encontrados desde o final de outubro. Nos supermercados até mesmo panetones já são vendidos.