0

Comerciantes de Pouso Alegre passam a vender pela internet através de plataforma criada pela Acipa

Magson Gomes
31/10/2019

O e-commerce mandubai.com já reúne 30 lojistas e será lançado em novembro, antes da Black Friday. Os empresários estão otimistas. Consumidores de Pouso Alegre gastam cerca de R$ 35 milhões ao mês com as compras online. O objetivo é reter parte desse dinheiro no comércio local e ainda vender para outras regiões do Brasil.

Empresa explica logística das encomendas. Foto: Terra do Mandu

A Associação do Comércio e Indústria de Pouso Alegre (Acipa) contratou uma plataforma de vendas online e uma empresa que atua na área de logística do e-commerce e criou um site de vendas pela internet para atender os comerciantes de Pouso Alegre. De acordo com o presidente da Acipa, Filipe Vargas, o mandubai.com será lançado até a Black Friday desde ano, que ocorre agora em novembro.

Cerca de 30 empresas já aderiram ao e-commerce da Acipa. Nesta semana os representantes dessas empresas estiveram reunidos com a empresa que fará a logística das vendas pela internet para entenderem como funciona o sistema de entrega, com prazos e valores de frete, dependendo das localidades onde o comprador está.

De acordo com informações da Acipa, os consumidores de Pouso Alegre gastam cerca de R$ 35 milhões por mês com compras na internet. É como se cada morador da cidade gastasse cerca de R$ 233 a cada mês por encomendas online. Com a plataforma, os empresários de Pouso Alegre passam a brigar por esses clientes e por todo mercado de vendas remotas.

“Quando a gente conversa com o associado, o sonho dele é que a Acipa possa vender por ele, principalmente, naqueles momentos em que o mercado dá uma diminuída. Com essa plataforma, a Acipa realiza o sonho do associado que é vender para ele nacionalmente”, afirma Filipe Vargas.

Segundo o presidente, a associação está investindo R$ 200 mil na implantação da ferramenta. A plataforma de maketplace é desenvolvida pela Tray, da Locaweb, que detém 23% do tráfego de internet no Brasil e movimentam R$ 2 bilhões por ano. A empresa responsável pela logística de entrega das mercadorias é a Jadlog, que já atua no e-commerce de grandes varejistas, como Netshoes, Walmart, Saraiva e Mercado Livre.

Se a compra for local ou de cidade próxima de Pouso Alegre, o lojista poderá optar por entrega própria para facilitar e agilizar o atendimento ao cliente.

“É muito difícil um associado entrar sozinho no e-commerce e competir, se mostrar para todo o Brasil. Muito mais difícil do que ela entrando em conjunto, trocando experiências com outras pessoas, que poderiam ser concorrentes e estão se ajudando. Nossas empresas se complementam e fazem o site mais forte, oferecendo um mix de produtos maior, para já nascer grande e competitivo,” explica Filipe.

O associado que aderir ao sistema da plataforma paga uma mensalidade e poderá cadastrar seus produtos.

A expectativa da associação comercial é que os empresários que aderirem ao serviço consigam aumentar suas vendas em até 30% em um ano atuando nesse mercado. Com maior faturamento, o lojista negociar com o fornecedor e baratear o produto para o consumidor.

EMPRESÁRIOS ESTÃO CONFIANTES

Os empresários que já estão cadastrando seus produtos estão animados com a nova ferramenta de vendas. Maikel Sena, dono de uma papelaria, conta que já existe demanda para seu comércio estar online e não pode ficar de fora desse mercado, que só cresce.

“Faço ações nas redes sociais de divulgação de produtos e percebo que impulsiona minhas vendas. Isso será mais fácil com um site onde a própria pessoa entra, escolhe o produto e compra, de qualquer lugar do Brasil. A competição é bruta. Se não começar, você não vai saber se pode competir ou não. Na verdade, é um passo de cada vez”, afirma Maikel.

O empresário Vladimir Zacheu, que tem uma distribuidora de produtos de festa, brinquedos e embalagens, está otimista com o serviço e afirma que tem tudo para dar certo.

“A gente já tem condições de competir com que já está online e vamos fazer acontecer. Vamos oferecer para o nosso cliente na internet condições para eles escolherem nossos produtos. Fiquei surpreendido com relação a logística.  Não entendia a dimensão da empresa contratada para fazer esse trabalho para a gente. Vai ser possível fazer muita coisa interessante”, diz o empresário.

Logo do site de compras que reúne lojistas de Pouso Alegre. (reprodução)

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.