0

Pouso Alegre FC é campeão do Módulo II

Magson Gomes
28/11/2020

Título veio após empate em 1 a 1 no Manduzão. Mas jogadores só puderam comemorar após o apito final da partida entre Betim e Athletic, que também ficou empatada. Esse foi o segundo título seguido do Pousão, que conquistou a Segundona do ano passado.

Pouso Alegre FC Campeão. Foto: Chiarini JR – PAFC-TV

O Pouso Alegre Futebol Clube é campeão do Módulo II do Campeonato Mineiro de 2020. O título veio na última rodada do Quadrangular Final, após um empate em 1 a 1 com o Nacional de Muriaé. Mas foi sofrido!

A competição chegou a essa última rodada com três equipes podendo ser campeã. Além do Pousão, estavam no páreo o Betim e o Athletic, que se enfrentaram na outra partida.

Tensão no Manduzão após o apito final

A partida no Manduzão terminou antes do confronto entre Betim e Athletic. Com o tropeço do Dragão do Mandu, se o time de São João del-Rei marcasse um gol lá ficaria com o título. Por isso, após apito final, os jogadores do Pouso Alegre e comissão técnica ficaram em campo, de olho no celular para acompanhar os minutos finais do jogo em Betim.

Quando o juiz terminou, decretando o 0 a 0 no placar, os jogadores do Pousão fizeram a festa no gramado, já pegando a camiseta de campeão.

Jogadores e comissão acompanham final de jogo em Betim. Foto: Chiarini JR – PAFC-TV

Campanha do Pousão

O Pouso Alegre foi campeão somando 10 pontos em seis jogos do Quadrangular final. Foram três vitórias, um empate e duas derrotas, aproveitamento de 56%. O segundo colocado foi o Athletic, que também conquistou a vaga para a elite do Mineiro de 2021, somando 9 pontos com duas vitórias, três empates e uma derrota.

Na fase classificatória o Pouso Alegre foi líder, com aproveitamento de 64% em 11 partidas. Foram seis vitórias, três empates e duas derrotas, totalizando 21 pontos.

O jogo do título

Já com o acesso garantido para a Primeira Divisão de 2021, o Pouso Alegre entrou em campo neste sábado jogando pelo título do Módulo II. Para isso, precisava de uma vitória simples para não se preocupar com o resultado do jogo em Betim e Athletic.

O Pouso Alegre teve a iniciativa do jogo desde o primeiro tempo, criando algumas chances claras de gols, mas errando a pontaria ou no arremate final. O adversário, o Nacional de Muiraé, jogava para cumprir tabela, sem chances de classificação. Mas o time da Zona da Mata surpreendeu e numa bobeada da defesa do Pouso Alegre, achou o gol que abriu o placar.

Naquele momento, mesmo com a derrota, o Pousão estava ficando com o título, com a mesma pontuação do Athletic, mas com a vantagem no número de vitórias. Se houvesse um vencedor em Betim, a taça escaparia das mãos do Dragão do Mandu.

Gênesis faz o gol do título, após 11 meses parado

O Pouso Alegre precisava pelo menos empatar para ter um pouco mais de possibilidades de combinação. Foi aí que o técnico Ito Roque resolveu encher o time de atacantes, tirando um dos volantes.

Um dos jogadores que entraram foi o atacante Gênesis, com a camisa 19. E foi dele o gol de empate. Após uma bola levantada na pequena área, ele subiu e cabeceou, fazendo o gol do título. O atleta nem jogaria o Módulo II desse ano. Ainda na pré-temporada do Pouso Alegre, ele sofreu uma lesão no púbis e ficaria quatro meses em recuperação. Porém, com a paralisação de seis meses do campeonato por causa da pandemia da Covid-19, ele se recuperou e foi reintegrado ao grupo, na retomada dos trabalhos em setembro.

Gênesis faz o gol do título. Foto: Chiarini JR – PAFC-TV

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.