0

Duas famílias são retiradas de área alagada às margens do rio Mandu, em Pouso Alegre

Magson Gomes
12/02/2020

Mulher cadeirante foi retirada em bote do Corpo de Bombeiros. Pelo menos, três casas que ficam na área de reservatório do Dique 2 estão ilhadas. Uma dessas famílias foi para casa de parentes.

Mulher cadeirante é resgatada pelos bombeiros. Foto: reprodução redes sociais

O rio Mandu, em Pouso Alegre subiu mais de um metro nas últimas 24 horas e alagou áreas próximas ao dique 2. Um casal que mora numa casinha abaixo da ponte, margeando o rio e a Avenida Perimetral, precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros. A mulher é cadeirante e foi retirada no bote dos militares.

O casal foi levado para um abrigo temporário da prefeitura. 11 animais domésticos do casal (cães e gatos) também foi resgatado e levados para o canil municipal.

Na parte de cima do dique 2 há três residências com famílias. A casa azul que fica mais próxima do leito do rio Mandu já foi invadida pela água e a família de cinco pessoas deixou o local e foi para casa de parentes.

Casal alagadas ficam na parte onde forma o reservatório do dique 2. Foto: Terra do Mandu

As pessoas que moram nesses outros dois imóveis permanecem em suas casas. Essa casa que fica mais perto do dique já foi tomada pela água. Já aquela casa verde foi construída numa área mais alta e está ilhada, mas a água não invadiu os cômodos.

Moradores permanecem nesse imóveis. Foto: Terra do Mandu

NÍVEL DOS RIOS DE POUSO ALEGRE

Segundo a Defesa Civil, o rio Mandu está 3,70 acima do nível normal, isso é 1,20 metro acima da medição de ontem (11/02).

Já o rio Sapucaí Mirim está a 2,90 metros acima do nível normal.

O coordenador da Defesa Civil, Ailton de Souza Alves, informou que os rios estão sendo monitorados ao longo do dia, com medições. As equipes da prefeitura das secretarias de Defesa Social e de Políticas Sociais também estão dando apoio às famílias que necessitam de ajuda.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.