0

Enxame de abelhas está há mais de um mês em poste de rua em Pouso Alegre

Terra do Mandu
16/01/2020

Moradores isolaram a área e precisam tomar cuidado para sair de suas casas sem serem picados. Eles já pediram ajuda para Cemig e Corpo de Bombeiros, mas enxame ainda não foi retirado do local. Segundo os bombeiros, lei federal proíbe o extermínio de enxames.

Enxame de abelha em rua de Pouso Alegre. Foto: Carla Viviane

Um enxame de abelhas fez morada em um poste na Rua Gilson Camargo Libânio, em Pouso Alegre e não vai embora por nada. As abelhas estão na base do poste e impedem a passagem de pessoas. Os moradores da rua fizeram o isolamento da área para evitar que alguém fosse picado. A rua fica no bairro Jardim Europa, próximo ao Santa Luzia.

Ainda de acordo com os moradores, o enxame vivia em um buraco na ponta do poste. Funcionários da Cemig estiveram no local há cerca de 20 dias e tamparam esse buraco. Foi então que as abelhas desceram e se acomodaram na parte inferior do poste.

Os vizinhos ligaram para Cemig e Corpo de Bombeiros para retirar o enxame, mas as abelhas continuam no local.

A reportagem do Terra do Mandu falou no Corpo de Bombeiros. De acordo com o sargento Ferreira, uma lei federal proíbe que os enxames sejam exterminados. Por isso, costuma aguardar que as abelhas vão embora por conta própria. O indicado é isolar a área para impedir que as pessoas e animais domésticos sejam picados. Mas neste caso, o sargento disse que a situação será averiguada, já que as abelhas permanecem por um longo período.

Ainda de acordo com os bombeiros, o calor e o barulho podem fazer com que o enxame fique alvoroçado. Então, as pessoas devem evitar se aproximar do local nos períodos do dia de maior calor.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.