0

Pouso Alegre tem saldo de 4.500 empregos criados em menos de 3 anos

Magson Gomes
22/11/2019

Cidade lidera o ranking no Sul de Minas. Os dados mais recentes foram divulgados nesta quinta-feira (21), referentes ao mês de outubro, quando Pouso Alegre teve saldo positivo de 234 vagas.

No ano, Pouso Alegre tem saldo de 2.374 vagas criadas. Foto: Ascom prefeitura

Nesta quinta-feira (21), o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), órgão ligado ao Ministério da Economia, divulgou os números da geração de emprego no Brasil, referente ao mês de outubro. Os dados mostram que Pouso Alegre é a cidade que mais se destaca na criação de novos postos de trabalho com carteira assinada no Sul de Minas. Em outubro a cidade criou 234 novas vagas de emprego.

No acumulado de janeiro de 2017 a outubro de 2019, entre as pessoas que foram demitidas e as novas contratações, Pouso Alegre tem saldo positivo de 4.553 novas vagas de emprego criadas

Ainda de acordo com as informações do CAGED, os números desses últimos três anos de Pouso Alegre são mais que o dobro das vagas, somadas, criadas nas outras cinco cidades mais populosas da região. Poços de Caldas, que ainda é a maior cidade em termos populacionais, criou 672 vagas no período; Varginha teve saldo positivo de 1.224 empregos; em Passos, descontadas as demissões e admissões, o saldo ficou +212; Lavras criou 310 novos postos de trabalho; já Itajubá ficou com saldo negativo de -526 vagas.

No acumulado de 2019

Pouso Alegre está entre as cidades que mais geram emprego em Minas Gerais. No acumulado dos últimos 12 meses, o município tem saldo positivo de 2.374 empregos, se destacando entre cidades como Belo Horizonte, Contagem, Juiz de Fora, Nova Lima e Uberlândia.

Para a Secretaria de Municipal de Desenvolvimento Econômico, os dados apresentados pelo CAGED não ocorrem por acaso. Segundo o órgão, a evolução de empregos na cidade se dá por uma série de fatores combinados que impulsionam o mercado de trabalho, entre eles, a posição geográfica, a logística, a mão de obra qualificada e a oferta de infraestrutura com universidades, hospitais e outros serviços.

Mais empregos nos próximos anos

A expectativa é que o início das operações de indústrias, em fase de implantação ou ampliação, irá alavancar ainda mais o mercado de trabalho nos próximos meses, com a criação de centenas de empregos.

LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO:

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.