0

Cerca 500 homens participam de mutirão para exame de câncer de próstata em Pouso Alegre

Magson Gomes
09/11/2019

Ação foi organizada numa parceria entre clínica particular e secretaria municipal de saúde.

Neste sábado (09), centenas de homens acima de 50 anos foram ao posto de saúde no bairro Jardim Guadalupe, no complexo do São João, para participar de um mutirão de exame de detecção de câncer de próstata. O aposentado Lucas Alves, de 69 anos, era um desses pacientes. Ele faz o exame PSA, através da coleta de sangue, há 10 anos. Os exames dele têm mantido sem alteração, mas um irmão mais novo teve o câncer na próstata.

“Meu irmão caçula (aos 50 anos) deu câncer de próstata e teve que retirar toda próstata já”, conta o aposentado que levou o irmão mais velho, de 80 anos, que nunca tinha feito o exame. “A vida nossa depende muito disso”, afirma.

Esse é o terceiro ano em que o mutirão é realizado. Dessa vez, mais de 500 homens foram submetidos ao exame ao longo do dia. Todos os pacientes são dos bairros da área do São João. Eles ouviram uma palestra, passaram por um cadastro e foram encaminhados para a coleta de sangue.

O médico e diretor administrativo da clínica que organiza o mutirão, Dr. Dirceu Silva, explica que o objetivo é a prevenção do câncer de próstata, que se diagnosticado no início tem mais de 90% de chance de cura.

“O câncer de próstata é um dos cânceres mais frequentes no homem. O grande problema é que ele não dá sintoma. Então, muitas vezes, quando chega a conclusão do diagnóstico e a doença já estiver muito avançada as chances de cura é quase que impossível. Agora, quando dá o diagnóstico na fase inicial a chance de cura é mais de 90%”, explica o médico que ainda lembra que todos os tipos de tratamento estão disponíveis em Pouso Alegre.

O médico também explica que os exames preventivos devem ser realizados pelos homens a partir dos 45 anos. Mas, em caso de histórico familiar com a doença, essa recomendação é para a partir dos 40 anos.

O senhor Alcides Bento, de 75 anos, teve o câncer de próstata descoberto no mutirão realizado ano passado no bairro Cruz Alta. No caso dele, foi realizado o exame de toque, seguido de exames de sangue e biópsia. Confirmado o tumor, o caminhoneiro aposentado foi submetido ao tratamento através da radioterapia.

“Fiz a radioterapia e levei os exames para o médico urologista dr. Volnei. Agora em janeiro tenho que voltar lá de novo com ele. Eu acho que já está resolvido, graças a Deus”, diz seu Alcides que já teve um câncer nas cordas vocais e teve que operar.

A secretária municipal de Saúde, Silvia Regina Pereira, comentou a importância do mutirão realizado neste sábado. “A gente está imensamente feliz. Essa é a resposta da população ao cuidado. E saúde é isso, é cuidar, é muito mais que curar, é prevenção”.

A secretária explica que, aqueles homens de outras áreas da cidade que quiserem fazer o exame preventivo devem procurar uma unidade de saúde. Os direcionamentos para os exames serão feitos a partir do dia 21 desse mês.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.