0

Lutando pela vida, fã de Pouso Alegre realiza sonho e conhece Sandy e Junior

Magson Gomes
22/09/2019

Karina de Souza viajou mais de 1.200 km para realizar o sonho. Após campanha na internet, ela foi uma das escolhidas para entrar no camarim da dupla. “Ao vê-los fiquei paralisada e as lágrimas não se continham. Eles são lindos e fantásticos”, diz a estudante de psicologia.

O dia 21 de setembro de 2019 jamais sairá da memória da estudante de psicologia Karina de Souza, de 31 anos. Esse foi o dia que ela abraçou e tirou fotos com seus ídolos Sandy e Junior, durante o show ‘Nossa História’, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Para realizar o maior sonho de sua vida, a estudante enfrentou muitos desafios. Depois de estar à beira da morte por complicações de duas doenças sem cura, Karina, que mora em Pouso Alegre, Sul de Minas, comprou o ingresso para o show sem a certeza de que conseguiria entrar no camarim. Mas, milhares de pessoas compartilharam sua história e ela foi uma das escolhidas para ver Sandy e Junior de perto.

Ainda em Porto Alegre, curtindo a emoção da noite anterior, Karina conversou por mensagem com a reportagem do Terra do Mandu. “Poder realizar meu sonho, foi fantástico. Ao vê-los fique paralisada, e as lágrimas não se continham. Eles são lindos e fantásticos, tentaram me acalmar, foram conversando comigo, perguntando sobre a história. Foi lindo! Incrível! ”, conta Karina.

View this post on Instagram

Zerei a vida, só isso que eu sei dizer no momento.❤️❤️❤️

A post shared by Karina Souza (@kahrinasouzaa) on

A HISTÓRIA DE LUTA E SUPERAÇÃO

Quando ainda era uma campanha para fazer o desejo chegar até os ídolos, o Terra do Mandu contou a história de Karina em reportagem aqui no portal. Ela estava pronta para viajar de Pouso Alegre, no Sul de Minas, para a capital gaúcha. Mais de 1.200 km em busca de um sonho.

Karina está no último ano do curso de psicologia. Há sete anos ela foi diagnosticada com Lúpus, uma doença inflamatória autoimune, que pode afetar múltiplos órgãos e tecidos, como pele, articulações, rins e cérebro. O Lúpus tem tratamento, mas não tem cura. Em decorrência do Lúpus, Karina desenvolveu uma segunda doença também autoimune, a Miastenia grave, que atinge todos os músculos do corpo.

Por conta dessas doenças, a universitária já teve crises de ficar dias internada na UTI, entubada e em coma induzido. O momento mais grave foi em 2013. Logo depois de descobrir o Lúpus, Karina foi internada com uma crise hemorrágica. Como perdeu muito sangue, foi encaminhada para a UTI para passar por cirurgia. O médico pediu para ela se despedir da família porque havia a possibilidade de não sobreviver ao procedimento.

“Comecei a chorar em prantos porque, na minha cabeça, eu iria morrer. Despedi da minha mãe e o pensamento que veio na minha cabeça foi: não acredito que não vou conhecer Sandy e Júnior”, recorda.

Karina sobreviveu, mas as crises e internações ainda são constantes. Em junho desse ano, ela voltou para a UTI após crise de Miastenia. Ficou entubada e chegou a ficar dois dias em coma induzido. Durante a internação, Karina passava por coleta de sangue várias vezes durante o dia, com intervalo de uma hora. Para fugir das dores e sofrimento, o refúgio era pensar em Sandy e Junior.

“Uma enfermeira até perguntou ‘porque toda vez que a gente vai coletar sangue você fecha os olhos? ’ Falei que é muito dolorido aí eu fico imaginando que estou conversando com Sandy e Junior. Quando ver, já fiz o exame e passou a dor”, explica.

A universitária é fã dos irmãos desde quando ganhou uma fita cassete da mãe, aos cinco anos. Karina foi a três shows da dupla em Pouso Alegre, em nenhum deles conseguiu chegar perto para um abraço ou uma foto.

Quando Sandy e Junior anunciaram o retorno da dupla para a turnê ‘Nossa História’, Karina se empolgou com a possibilidade de ir em um novo show e conhecer seus ídolos. Ela conseguiu comprar ingresso apenas para o show de Porto Alegre e começou a campanha na internet para entrar no camarim. E conseguiu.

“Vale a pena lutar pelos sonhos. Vale a pena lutar pela vida! Esse momento só me ajudou a querer a viver mais e mais”, afirma Karina.

Karina teve que escolher apenas uma foto para receber o autógrafo de Sandy e Junior. Ela escolheu a que está abraçado com sua médica Laryssa. A médica até iria a Porto Alegre com Karina, mas, por compromissos pessoais, não conseguiu acompanhar a paciente e amiga.

View this post on Instagram

Eu havia levado algumas fotos para serem autografada, afinal, são as pessoas especiais pra mim! Mas, lá dentro do camarim só pode selecionar 1 foto, são muitas regras pra entrar (claro! Precisam preservar a segurança daqueles dois maravilhosos ). Então eu me vi em um momento que eu tive que selecionar as várias fotos que eu havia levado, e escolher somente uma: aí olhei todas as fotos, com dor no coração de não poder levar todas, e selecionei a da minha médica @laryssag.almeida , não tinha como não ser você, você salvou a minha vida! Eu levei a nossa foto, consegui falar de você (do pouco que conseguir falar, era muita emoção), contei a maneira carinhosa que sou cuidada por você e por todas as médicas, e disse que queria um autógrafo nessa foto, com o seu nome. Então a Sandy sorriu e disse: que linda essa foto! Aí eu voltei a chorar e não consegui mais falar nada. Foi o momento mágico o camarim, estou anestesiada até agora, essa foto é muito valiosa, porém, eu não vou ficar com ela, essa foto é toda sua! ❤️

A post shared by Karina Souza (@kahrinasouzaa) on

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.