0

Jovem de Pouso Alegre se destaca em modalidades de luta e pensa em UFC

Fernanda Guersoni começou a lutar para perder peso, mas se apaixonou pela luta. Hoje, ela se prepara para competir no MMA.

Gabriella Starneck
26/11/2021

Fernanda Guersoni tem apenas 20 anos e está construindo uma trajetória de sucesso nas modalidades em que compete. Ela começou a lutar aos 16 anos, e acumula títulos. A atleta já fez Box Chinês, Muay Thai, Jiu-jitsu e, agora, pretende migrar para o MMA. E um fato curioso é que ela entrou nesse universo porque queria  emagrecer.

“Eu comecei no Box Chinês, fiz três meses. Eu fiz no começo para perda de peso, logo logo migrei para o Muay Thai. E nos meus três primeiros meses de Muay Thai, eu já fui competir pela primeira vez, porque apaixonei. Tenho dez vitórias de Muay Thai, dez lutas e dez vitórias. Tenho duas vitórias no Pan-Americano de Jiu-jitsu e uma de prata em Jiu-jitsu também”, conta Fernanda Guersoni.

No meio desse percurso como atleta, Fernanda teve uma surpresa. Ela descobriu que estava grávida no quarto mês de gestação, o que levou a atleta a alterar seus planos, mas não a desistir de seus sonhos.

“Em 2019, eu estava no Rio de Janeiro, fui treinar na Nova União. Eu acabei descobrindo, por uma brincadeira, que estava grávida, com 18 semanas. Logo no início veio a pandemia, e tive que ficar em casa, mas continuei treinando até o restinho da gravidez. Meu filho hoje tem um ano e dois meses. Com 15 dias após o parto, eu comecei de novo a treinar, lutar, para poder competir”, afirma a atleta.

A rotina de Fernanda é corrida e intensa. Além de ser mãe, ela trabalha em tempo integral e treina várias horas por dia para alcançar o sonho de viver da luta. A boa notícia é que, agora, a atleta conseguiu patrocínio e vai poder trabalhar apenas meio período. Mesmo assim, o dia a dia ainda é desafiador.

“A partir de segunda-feira (29/11), eu consigo trabalhar apenas meio período. Assim vou conseguir treinar nove horas por dia, o que um atleta precisa para se desenvolver. Vou conseguir treinar, descansar e estar disposta para os outros treinos. Eu vou ser patrocinada pelo Hospital Santa Paula, e, agora, tenho que mostrar serviço mais ainda do que eu já mostrava”, destaca Fernanda Guersoni.

Lutadora pensa em UFC

Agora, a atleta está se preparando para virar lutadora de MMA, que é um conjunto de várias modalidades. Porém ela tem mais um desafio pelo caminho. Apesar de já ter emagrecido mais de vinte quilos desde que começou a lutar, precisa chegar aos 66kg para competir no MMA e chegar ao UFC.

“Eu tenho uma nutricionista exemplar, e a gente já ajustou a dieta para eu não precisar sofrer tanto em janeiro, que se não me engano vai ser a competição, para eu não precisar desidratar tanto. O intuito é chegar aos 66kg forte e, no máximo, precisando desidratar uns 2kg para lutar”, explica a lutadora.

Para alcançar seus objetivos, Fernanda conta com apoio de vários profissionais, fisioterapeuta, nutricionista, além dos treinadores de musculação, CrossFit e Muay Thai. Eles acompanham de perto toda a rotina da atleta e a parabenizam pela determinação.

“A Fernanda é uma guerreira. Me sinto muito honrado de fazer parte da preparação dela. Ela responde a todo tipo de treinamento. E quando a pessoa se dedica tanto assim, com certeza ela vai alcançar os objetivos”, afirma o treinador de CrossFit Flávio Prado. Excelente atleta, está focada e muito bem preparada para as próximas competições”, destaca o treinador de Muay Thai Anderson Santos.

Enquanto Fernanda se prepara para migrar pro MMA, ela segue disputando outras modalidades. Seu próximo desafio será neste domingo (28/11), quando disputa o Mundial do Jiu-jitsu em São Paulo. E ela espera voltar para a casa com mais uma vitória para Pouso Alegre. “Tem quatro lutas, então devo lutar umas duas vezes, e espero trazer essa vitória pra gente”, ressalta Fernanda Guersoni.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.