0

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico

Entre as histórias da cultura negra está a do ‘Clube 28 de Setembro’ fundado para que as pessoas negras conquistassem mais espaços na sociedade

Terra do Mandu
20/11/2021

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução
Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução

A história de luta do movimento negro de Pouso Alegre é contada em um espaço do Museu Municipal dedicado às “Memórias da Cultura Negra de Pouso Alegre”. São fotos e relatos em texto reunidos desde o início do século XX, que mostram a busca de atingir os direitos e o reconhecimento da sociedade.

Clube 28 de Setembro

Um grupo de negros fundou o Clube 28 de Setembro em 1904. Entre os fundadores, estavam Isidoro da Silva Cobra e Mirabeau Ludovico, muito conhecidos na cidade. O clube possuía escola, banda musical e um grupo de teatro, ajudando negros a conquistarem novos espaços na sociedade.

“Neste espaço criado recentemente, procuramos retratar algumas das memórias da cultura negra de Pouso Alegre, com a história da luta do movimento negro para alcançar direitos e pelo reconhecimento de sua cultura junto à comunidade local. Falta ainda acrescentarmos o título que identificará o espaço para os visitantes, o que já está em fase de elaboração”, explica do diretor do Museu Tuany Toledo, Mayke Riceli.

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução
Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução

Dia da Consciência negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado neste sábado, (20), em todo o país em referência à morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco.

Em Pouso Alegre, a Câmara de Vereadores instituiu o Dia da Consciência Negra como feriado municipal em 2015.

Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução
Movimentos negros de Pouso Alegre ganham espaço no Museu Histórico. Imagem: reprodução

Na última quinta-feira (18), personalidades negras de Pouso Alegre participaram de uma roda de conversa para contar as ‘Narrativas de 20 de novembro. Participaram do debate o ex-goleiro Aranha, a psicóloga Maria Tereza, o artista plástico Prado Neto e a professora de artes Rosiane Tobias. Todos eles com envolvimento no trabalho de conscientização e combate ao preconceito e racismo contra os negros.

Personalidades participam de roda de conversa sobre ‘Dia da Consciência Negra’ - Imagem reprodução-montagem Terra do Mandu
Personalidades participam de roda de conversa sobre ‘Dia da Consciência Negra’ – Imagem reprodução-montagem Terra do Mandu

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.