0

Movimento constrói rampa de acesso no parque do Fórum em Pouso Alegre

Essa é a 21ª rampa construída pelo Acessibilidade em Ação, que objetiva levar acessibilidade às pessoas com dificuldades de locomoção.

Gabriella Starneck
07/06/2021

O movimento Acessibilidade em Ação construiu mais uma rampa de acesso em Pouso Alegre, dessa vez no Parque Francisco Vilela. Desde sua criação, o projeto, que objetiva levar acessibilidade às pessoas com dificuldades de locomoção, já construiu rampas nas esquinas da área central, dentro do Colégio Estadual Dr. José Marques de Oliveira, do Conservatório de Música, além de rampas em residências de cadeirantes.

“O movimento nasceu em 2018 com o propósito de construir rampas para facilitar o acesso de cadeirantes, idosos, pessoas com mobilidade reduzida. Enfim, toda a população. E hoje (06) construímos a 21ª rampa aqui no Parque Francisco de Assis Vilela, conhecido como parque do Fórum”, afirma o idealizador do movimento Acessibilidade em Ação, Fernando Rodrigues.

O movimento agora também conta com apoio de alunos do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário Una, que fazem parte do Projeto de Extensão ‘Ao Cubo’. O Projeto está realizando diversos levantamentos em áreas da cidade, com foco na acessibilidade. Inclusive dois alunos da faculdade participaram da construção dessa última rampa.

“A gente construiu uma rampa aqui no lago do Fórum, na entrada, para facilitar para os cadeirantes, idosos, quem vem com carrinho de bebê, para todo mundo que tem alguma dificuldade. Foi muito legal participar disso, é gratificante, e espero que a gente possa construir bastante rampas aí pela cidade, afirma a estudante Juliana Ribeiro.

Os organizadores do movimento conseguiram autorização da Prefeitura de Pouso Alegre para realizar a intervenção, que vai levar acessibilidade para as pessoas com mobilidade reduzida que queiram visitar o parque. “O parque aqui oferece pista de caminhada, parquinho para criançada, academia ao ar livre e uma rampa de acesso na entrada para facilitar a entrada e saída dos usuários que precisam dessa rampa. Estou muito feliz”, comemora Fernando Rodrigues.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.