0

PM prende quadrilha suspeita de instalar ‘chupa-cabra’ na Caixa em Pouso Alegre

Dois maiores e três menores foram detidos em hotel com material usado para confeccionar peça para pescar envelopes nos caixas eletrônicos.

Magson Gomes
23/05/2021

PM prende quadrilha suspeita de instalar ‘chupa-cabra’ na Caixa em Pouso Alegre – reprodução Terra do Mandu

A Polícia Militar prendeu dois homens e apreendeu dois menores, neste domingo (23), suspeitos de instalar dispositivo para furtar envelopes com dinheiro depositados nos caixas eletrônicas da agência da Caixa Econômica Federal, do Centro de Pouso Alegre. A PM foi acionada pela empresa de vigilância eletrônica que percebeu o momento em que o dispositivo, também conhecido como ‘chupa-cabra’, era instalado no equipamento do banco.

Todos os detidos são do estado de São Paulo. Eles se hospedavam em hotéis de Pouso Alegre para praticar o crime, depois seguiam para cidades vizinhas para nova ação. O tenente da PM, Leonel Pareto, ressalta o trabalho rápido para conseguir prender a quadrilha. O sistema de monitoramento do Olho Vivo conseguiu mostrar os suspeitos saindo da agência.

Com as informações das características e deslocamento. Um maior e dois menores foram localizados dentro do hotel onde estavam hospedados. Os outros dois suspeitos, sendo um maior e outro menor, foram detidos na sequência, em um veículo alugado em SP usado para chegar em Pouso Alegre.

A quadrilha usou fitas adesivas, alumínio e alças de tecido para fabricar a peça para pescar os envelopes nos caixas eletrônicos. Ferramentas e materiais para confeccionar novos ‘chupa-cabras’ foram apreendidos. Segundo o tenente, não era a primeira vez que a quadrilha agia em Pouso Alegre e cidades vizinhas. Antes de serem presos, a quadrilha já tinha conseguido pescar alguns envelopes com dinheiro.

Os suspeitos foram encaminhados para a delegacia da Polícia Federal, em Varginha, já que foram detidos após ação em agência da Caixa Econômica Federal.

ASSISTA A REPORTAGEM:

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.