0

Suspeito de matar e esquartejar mulher confessa crime em depoimento ao delegado de Ouro Fino

Por Terra do Mandu
01/11/2019

Homem, de 24 anos, foi preso no interior de Mato Grosso do Sul, para onde tinha fugido depois do crime. Ele foi preso na quarta-feira. Correção: polícia informou que o suspeito havia sido levado para presídio de BH, mas o homem está mesmo no presídio de Ouro Fino.

Homem teria matado a mulher a facadas, dentro da própria casa. Ele mantinha um relacionamento extraoficial com vítima. Foto: PCMG

O homem, de 24 anos, suspeito de matar e esquartejar uma mulher em Ouro Fino, no mês passado, chegou ao Sul de Minas nesta quinta-feira (31). O suspeito F.M.S. foi preso no dia anterior em Três Lagoas (MS), após troca de informações entre as Polícias Civis de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Em entrevista à EPTV, o delegado Waldir Jorge Pelarico afirmou que o suspeito confessou ter matado Verena Sebastiana Aruarte Silva. Ainda de acordo com o delegado, o homem afirma que agiu em legítima defesa.

Correção: anteriormente, a polícia havia informado que o suspeito tinha sido transferido para um presídio de BH. Mas o homem está no presídio de Ouro Fino.

No dia 16 de outubro, o corpo de uma mulher foi encontrado esquartejado, jogado em uma lagoa no bairro Córrego da Gralha, zonza rural de Ouro Fino. A vítima seria Verena Sebastiana Aruarte Silva, que estava desaparecida desde o dia 01/10. Mas o exame de DNA para confirmar a identidade da vítima ainda está em andamento.

Segundo as investigações da Polícia Civil, o homem mantinha uma relação extraoficial com a vítima. Ele teria matado a mulher a facadas e pediu a ajuda de dois menores, sendo um deles o filho de sua namorada ‘oficial’, para ajudar a esquartejar o corpo da vítima. Em seguida, solicitou um transporte por aplicativo e levou o corpo em tambores para ser jogado na lagoa, a 2 km da cidade.

Corpo da vítima foi encontrado em avançado estado de decomposição. Foto: Difusora Ouro Fino

Depois do crime, o homem fugiu de Ouro Fino. Além de encontrar marcas de sangue na casa do suspeito, a polícia também ouviu a confissão dos menores que o homem havia pagado para eles ajudarem na ocultação do corpo de Verena.

O delegado Igor Grimaldi pediu a prisão de todos envolvidos. A justiça autorizou a prisão apenas do mentor do crime F.M.S, que já estava foragido e foi preso nesta semana.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.