0

Pouso Alegre FC é campeão invicto da Segundona Mineira

Magson Gomes
27/10/2019

Esse é o primeiro título do time profissional, em 106 anos de história do Dragão do Mandu. Gol do título foi marcado no 2º tempo pelo artilheiro Romarinho. Teve recorde de público no Manduzão. AS IMAGENS DO JOGO E AS ENTREVISTAS VOCÊ CONFERE DAQUI A POUCO.

Festa após a entrega das medalhas e troféu de campeão. Foto: Magson Gomes/Terra do Mandu

Este domingo, 27 de outubro de 2019, entra para a história do Pouso Alegre Futebol Clube. O time venceu o Betim por 1 a 0, na final da Segunda Divisão Mineira e se tornou campeão invicto da competição. O gol do título saiu no segundo tempo e foi marcado pelo atacante Romarinho. O sexto dele no torneiro, artilheiro com seis gols, ao lado do atacante Jonatas Obina, do Boston City.

O troféu levantado neste domingo é o primeiro conquistado em um torneio profissional na história do Pouso Alegre, com completa 106 anos de fundação no próximo mês. A equipe ficou longo período no futebol amador, onde foi campeão, se profissionalizou e conquistou o acesso à elite no final dos anos 80, depois ficou um período desativado, até renascer em 2018.

O JOGO

O Pouso Alegre entrou em campo com a vantagem do empate, por ter a melhor campanha da fase de grupos. Mas a equipe comandada por Rogério Henrique não esperou o adversário. Foi o Dragão do Mandu que partiu para cima. Em 10 minutos de partidas já tinha conseguido três escanteios a seu favor.

Durante o primeiro tempo outras chances foram criadas. Numa delas, em um contra-ataque, o time levou perigo ao gol do Betim e mandou uma bola na trave, depois de desviar na defesa.

Da metade para a final da primeira etapa, o Betim até nivelou a partida e chutou duas bolas que levaram perigo ao gol defendido por Cairo. Mas o goleiro mostrou elasticidade e afastou o perigo.

CONFIRA GALERIA DE FOTOS DA DECISÃO

SEGUNDO TEMPO

O Pouso Alegre começou a mil o segundo tempo. Aos 20 segundos, Mascote acertou o travessão do Betim. A equipe da casa continuou em cima, criando outras chances de gol, não deixando o adversário jogar.

‘HOJE TEM GOL DO ROMARINHO’

O gol da vitória saiu aos 25 minutos do segundo tempo. Romarinho chutou de dentro da grande área, o goleiro Lucão resvalou na bola, que ainda bateu no travessão e entrou. O atacante saiu comemorando com a torcida, fazendo o gesto de Gabigol, já que a torcida sempre leva ao estádio o cartaz afirmando que ‘hoje tem gol do Romarinho’, assim como a torcida do Flamengo faz com seu artilheiro.

Romarinho chegou aos seis gols e divide a artilharia da Segunda Divisão com Jonatas Obina, da equipe do Boston City, de Manhuaçu.

GANDULAS AGREDIDOS

Após sofrer o único gol em todos os 12 jogos, o time do Betim ficou nervoso em campo e não conseguiu criar chances de gol. Enquanto os atletas do Pouso Alegre passaram a administrar o placar favorável.

Aos 36 minutos, o lateral esquerdo do Betim foi expulso porque agrediu o gandula que demorou em repor a bola em jogo. O gandula também foi excluído.

No minuto seguinte, mais confusão, dessa vez fora do campo. Um torcedor da equipe visitante pulou o alambrado e agrediu outro gandula. O torcedor foi preso e levado para a delegacia da Polícia Civil. O gandula não sofreu nada grave.

CAMPANHA DO TÍTULO

Jogadores, diretoria e comissão técnica comemoram muito a conquista de maneira invicta da Segundona. Eles ressaltam que, desde o início da competição, sabiam que o time chegaria.

Em 12 jogos, foram oito vitórias e quatro empates. O time marcou 15 gols e sofreu dois.

O Betim estava invicto até a final deste domingo e não tinha tomado nenhum gol na competição. A equipe da Região Metropolitana de Belo Horizonte terminou com sete vitórias, quatro empates e uma derrota; 16 gols marcados e um sofrido.

Torcida esgotou quase todos os ingressos à venda e fez a festa do início ao fim da partida. Foto Magson Gomes/Terra do Mandu

PÚBLICO E RENDA

Mais uma vez a torcida do Pouso Alegre FC mostrou como se faz a festa no interior de Minas. O público foi um novo recorde em jogos oficiais no interior, com 9.524 pessoas no Manduzão. Renda total foi de R$ 149 mil e 170 reais.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.