0

Santa Rita do Sapucaí é a segunda cidade do Brasil a testar tecnologia 5G

Magson Gomes
05/09/2019

Governador Romeu Zema participou do evento de lançamento do projeto piloto da tecnologia que é feito através de uma parceria entre o Inatel, com as empresas TIM e Ericsson. Foto: Inatel

Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, dá mais um passo importante para marcar a cidade como polo tecnológico do Brasil. Nesta quinta-feira (05), foi lançado na cidade um projeto piloto que faz experiências utilizando a tecnologia 5G. A rede de testes em 5G foi implantada no Instituto Nacional de Telecomunicações, Inatel, pela TIM com tecnologia Ericsson.

Essa é a segunda ativação da nova tecnologia, com autorização especial da Anatel, feita pela TIM no Brasil – o primeiro foi em Florianópolis (SC) – em que já foram registradas velocidades superiores a 1Gbps nessa rede 5G, até 20 vezes mais rápida do que a internet disponível atualmente no país.

A cerimônia de lançamento teve a presença do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo). O governador elogiou a estrutura do Inatel, que não conhecia até então, e destacou que o desenvolvimento da nova tecnologia será fundamental para o desenvolvimento do país nos setores privado e público.

“Infelizmente, devido à crise fiscal, no momento, não temos condições de estar dando apoio que nós gostaríamos ao setor de tecnologia. Mas eu tenho absoluta certeza que vai ser questão de tempo para que isso venha a acontecer”, afirmou Romeu Zema.

SOBRE O 5G EM SANTA RITA DO SAPUCAÍ

Durante discurso no Teatro Inatel, o Diretor do Inatel, Carlos Nazareth Motta Marins, disse que o pioneirismo das pesquisas do 5G no Brasil é uma das marcas do Inatel.

“Nossos pesquisadores desenvolvem soluções inéditas para o ecossistema 5G e este projeto agregará muito valor aos nossos programas institucionais. Nosso foco é desenvolver soluções inteligentes para segurança, com aplicações de iluminação, monitoramento de vídeo e rastreamento de veículos, implementar soluções de cidades inteligentes, criando uma rede com cobertura por todo o município de Santa Rita do Sapucaí. Ainda será possível instalar câmeras de segurança em todos os postes e implantar outras tecnologias, como soluções de identificação facial, estacionamento inteligente, entre outras”, contou o Diretor.

ANTENAS COM ALCANCE DE 50 KM

O Inatel é pioneiro no Brasil nas pesquisas sobre a tecnologia 5G, com foco no longo alcance. O desafio dos pesquisadores do Instituto é garantir a alta velocidade em longas distâncias das estações radiobases (ERBs), que são torres de celular, para até 50 quilômetros, já que com a 4G é necessária uma antena a cada 10 ou 15 quilômetros.

Para o Inatel, trata-se de uma motivação social, levar conectividade às áreas remotas e zonas rurais, o que beneficiará diretamente a agricultura, que consiste em uma das principais bases da economia do país. E, dessa forma, descentralizar o acesso à internet, o qual tem se concentrado nas áreas com maior densidade populacional.

ENTREVISTA:

O professor Luciano Leonel Mendes, coordenador do Centro de Referências de Radiocomunicações do Inatel explica as pesquisas desenvolvidas no Instituto e fala como o 5G irá revolucionar os serviços e a comunicação de maneira geral. Assista:

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.