0

Propósito: para que serve?

Mariana Sayad
14/06/2019

Jornalista, gestora cultural
Editora do site Cultura não é Perfumaria 
Co-fundadora do Observatório Luneta

Precisamos falar sobre propósito. Sim, já virou moda, depois saiu de moda, já foi considerado mais uma coisa sobre meritocracia. Mesmo assim precisamos falar sobre isso. Antes de continuar, é importante dizer que neste artigo vai ter merchandising, ok? Mas continua que vale a pena.

O propósito é aquilo que nos move dentro do empreendedorismo, ou seja, é o que não nos deixa desistir quando as coisas ficam difíceis. É a nossa verdade. Dentro de empresas mais tradicionais, as pessoas chamam de missão. O que guia a empresa e mais do que isso o que fez a empresa existir. Na hora de uma contratação, o RH dessa empresa deve se preocupar em passar a missão, visão e os valores para candidatos ou candidatas às vagas, que por sua vez, devem avaliar se estes itens estão em sintonia com seus objetivos e propósito em suas carreiras e vidas.

Porém, nem sempre isso acontece, porque alguns RH se preocupam apenas em avaliar o currículo dessa pessoa, sua experiência enquanto profissional, e a pessoa só avalia as horas que irá trabalhar e o salário. Aí, começa o problema, pois nosso trabalho vira apenas uma obrigação, algo chato. Não nos conectamos com a empresa. Não entendemos a importância do nosso trabalho para a missão daquela empresa. Às vezes, nem nos orgulhamos do local onde trabalhamos.

Agora, imagina se fosse assim, uma empresa onde as pessoas que trabalham acreditam no propósito do negócio, se identificam com ele e sabem o impacto que o trabalho delas tem naquela empresa e no propósito do todo. Entendem que a empresa é um ecossistema vivo, que conecta pessoas e propósitos. Então, empreender com propósito é saber que o seu trabalho é algo sagrado e importante dentro de um ecossistema, que sim, faz toda a diferença para o todo. E sim, podemos empreender nos nossos negócios e podemos também empreender dentro das empresas, desde que haja essa conexão entre empresa e pessoas.

Agora, vem o merchandising, nossa empresa Observatório Luneta está promovendo um workshop Empreender com propósito, em Pouso Alegre, em parceria com o espaço de Yoga Florescer, em que a Thalyta Souza irá fazer uma prática de yoga para os e as participantes. Vamos descobrir nossos porquês, nosso propósito enquanto empreendedores e empreendedoras e ver como isso pode virar negócio. Topam?

Sobre a colunista

Mariana Sayad escreve quinzenalmente sobre cultura, arte, políticas culturais de Pouso Alegre e região aqui, no Terra do Mandu. Jornalista de formação, gestora cultural há mais de 15 anos. Tem MBA em Bens Culturais pela FGV-SP e especialização em História, Sociedade e Cultura pela PUC-SP. É natural de São Paulo, mas mora em Pouso Alegre deste 2013, onde já trabalhou na Secretaria Municipal de Cultura, entre 2015 e 2016.

Atualmente, é editora do site Cultura não é Perfumaria e, ao lado de Júlia Lopes, co-fundadora da empresa Observatório Luneta, que é especializada em Economia Criativa.

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.