Categoria: Saúde

Campanha começa nesta segunda e vai até o dia 13 de março. O cartão de vacina também pode ser atualizado

Teve início nesta segunda-feira (1) a primeira etapa da campanha de vacinação contra o sarampo. Durante a semana, todos os postos de saúde de Pouso Alegre com sala de vacina estão aplicando as doses contra o sarampo. O público-alvo da campanha vai de 5 anos a 19 anos de idade.

Seguindo orientação do Ministério da Saúde, a imunização deve ser realizada enquanto houver circulação do vírus no país. A vacinação tem o objetivo de evitar a propagação da doença que é altamente contagiosa.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, o dia D da campanha será no próximo sábado, 15 de fevereiro, para intensificar a vacinação e para atualização de vacinas que, eventualmente, estejam atrasadas.

Confira a relação das unidades de saúde (UBS/ESF) que estarão funcionando durante o Dia D, para aplicação das doses de vacinas contra sarampo e atualização dos cartões:

UBS – Puericultura – Rua Adolfo Olinto, 480/Centro

UBS – Materno Infantil – Rua João Sabino de Azevedo, 373/São Geraldo

ESF – Jardim Brasil I – Rua José Benedito de Carvalho, 95/Jardim Brasil I

ESF – Sebastião Reis – Rua Aureliano Coutinho Rezende, s/nº/ Jardim São João

ESF – Pão de Açúcar – Rua Aparecida Curiel, s/nº/Pão de Açúcar.

O horário de funcionamento dos postos é de 08h as 16h.

Categoria: Saúde

Até o dia 29 o atendimento é feito no bairro São João. Apenas fêmeas de cães e gatos, de pessoas de baixa renda, estão sendo esterilizados.

Castramóvel está no pátio da Sec de Agricultura até dia 29/02. Foto: Ascom prefeitura

Até o próximo dia 29 de fevereiro, o Castramóvel da prefeitura de Pouso Alegre faz atendimento no bairro São João. A clínica veterinária itinerante está no pátio da Secretaria Municipal de Agricultura, na Rua Três Corações, 1325. Nessa etapa estão sendo esterilizadas apenas fêmeas de cães e gatos.

A previsão é realizar uma média de 25 cirurgias diariamente. O atendimento é destinado aos donos de animais que são de baixa renda cadastrados na Superintendência de Defesa Social. Animais que são cuidados por ONGs de proteção animal, e protetores independentes também poderão ser castrados.

O superintendente de Defesa Social Aylton Alves de Souza, explica que para ter a cadela ou gata esterilizada, o responsável deve fazer o cadastro na sede da Defesa Social, que fica na Av. Abreu Lima, nº 84 (Centro – sede da Guarda Municipal), de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h. Os documentos necessários são cópias do RG, CPF e comprovante de residência.  A documentação passa por avaliação socioeconômica e, se aprovada, o agendamento da cirurgia é feito por telefone.

Durante o atendimento itinerante, o morador do bairro pode procurar diretamente a base onde está sendo oferecido o serviço. Outros bairros da cidade deverão receber o Castramóvel esse ano. Mas as datas e os locais de cada região da cidade ainda estão sendo definidos.

Nesta quinta-feira (06) a reportagem do Terra do Mandu esteve no local da ação. Veja na live!

Castramóvel atende no bairro São João em Pouso Alegre

Castramóvel atende até o dia 29 no bairro São João, em Pouso Alegre.Gatas e cadelas estão sendo castradas na clínica veterinária itinerante.Famílias de baixa renda fazem o cadastro na secretaria de Defesa Social ou no local do Castramóvel para ter seu animal castrado.Machos são castrados apenas no Canil Municipal.VEJA NA LIVE!#PousoAlegre #TerraDoMandu #Serviço

Posted by Terra do Mandu on Thursday, 6 February 2020

 

QUASE 3 MIL CASTRAÇÕES

O Castramóvel foi adquirido pela prefeitura em 2016, mas só começou a fazer as primeiras castrações em 2018. De lá para cá, são mais de 2.800 animais esterilizadas, segundo a prefeitura, somadas também as realizadas no Canil Municipal.

Ainda de acordo com a prefeitura, simultaneamente à ação do Castramóvel, o Centro de Bem Estar Animal (Canil)  segue com o programa de castração para animais em situação de abandono ou pertencentes a tutores de baixa renda. O atendimento é realizado no local, no bairro do Algodão, cujo acesso é feito pela Rodovia Fernão Dias.

Segundo técnicos da Defesa Social, a castração traz muitas vantagens aos animais, como prevenção de zoonoses, redução de doenças como câncer e aumento da expectativa de vida.

Para obter outras informações, os interessados podem entrar em contato com o Centro de Bem Estar Animal pelo telefone 3449-4020, ou com a Defesa Social pelo telefone 3449-4317.

Categoria: Saúde

De acordo com levantamento do departamento de controle de zoonoses, os focos estão presentes em 86 bairros. Até atrás da geladeira nas residências tem sido encontrado larvas do mosquito transmissor da doença. No ano passado, Pouso Alegre registrou 40 casos de dengue. VEJA NA REPORTAGEM EM VÍDEO!

Agentes de endemias da prefeitura de Pouso Alegre tem trabalhado em horários estendidos para vistoriar residências com possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. A preocupação é que já foram encontrados mais de 200 focos da dengue, em 86 bairros diferentes de Pouso Alegre. Caso um mosquito contaminado saia desses locais e pique alguma pessoa, a cidade poderá ter um surto da doença.

A reportagem do Terra do Mandu acompanhou o trabalho das equipes da prefeitura durante visita ao bairro São Geraldo.

A secretária municipal de Saúde, Silvia Regina Pereira, acompanhou as atividades e explicou que a população precisa ajudar nessa ação de combate aos focos da dengue. VEJA NA REPORTAGEM EM VÍDEO

Segundo a secretária, muitos focos da doença estão sendo encontrados dentro das residências, em vasos de plantas, vasilhas de água de animais e até no reservatório de água que fica atrás da geladeira.

No quintal da moradora Jeniffer do Carmo Nascimento foram encontrados dois focos de dengue. As larvas do mosquisto estavam numa água acumulada no pneu de um carro e numa vasilha junto ao tijolos e telhas.

O reservatório de água atrás da geladeira também poderia ser outro criadouro porque estava cheio de água. Mas ali, nenhuma larva foi encontrada. A agente de endemias, Gabriela Martins, explicou para a moradora os cuidados que precisam ser tomados.

Jenniffer afirmou que o carro e o entulho será retirado do quintal. Ela também retirou a água do reservatório atrás da geladeira e lavou o recipiente. ASSISTA AO VÍDEO-REPORTAGEM

Categoria: Saúde

A vacina está em falta em várias partes do Brasil. A previsão é que em fevereiro a situação se normalize. A vacina é para crianças de 2 meses, 4 meses e 6 meses de vida.

A vacina pentavalente garante a proteção contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria haemophilus influenza tipo b, responsável por infecções no nariz, meninge e na garganta. Imagem: reprodução EBC

Nesta semana, a secretaria municipal de Saúde de Pouso Alegre distribui para postos da cidade 499 doses da Vacina Pentavalente. As doses estavam em falta em várias cidades do Brasil. O número de doses recebidas ainda é insuficiente para atender a quantidade de crianças que precisa da vacina.

As doses recebidas em Pouso Alegre foram distribuídas para seis unidades de saúde da cidade: UBS do Jardim Brasil, Materno Infantil no São Geraldo, UBS do Pão de Açúcar, Posto Puericultura no Centro, UBS Sebastião Reis no São João e UBS do Cidade Jardim.

De acordo com a secretaria de Saúde, a previsão é que no próximo mês a distribuição da vacina seja normalizado, chegando a quantidade necessária para imunizar todas as crianças que ainda não receberam as doses.

O QUE É A VACINA PENTAVALENTE?

A vacina pentavalente é a combinação de cinco vacinas individuais em uma. O objetivo é proteger as pessoas contra múltiplas doenças ao mesmo tempo. Desde 2012, o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, oferta a vacina pentavalente na rotina do Calendário Nacional de Vacinação.

As crianças devem tomar três doses da vacina: aos 2, aos 4 e aos 6 meses de vida.

QUAIS DOENÇAS A VACINA PENTAVALENTE PROTEGE?

A vacina pentavalente garante a proteção contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria haemophilus influenza tipo b, responsável por infecções no nariz, meninge e na garganta.

Para ofertar a pentavalente no calendário de vacinação do SUS, o Brasil compra a vacina via Fundo Estratégico da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), uma vez que não existe laboratório produtor no país.

Categoria: Saúde

Cirurgias foram realizadas essa semana, após agendamento. Veja abaixo como procurar o serviço.

Mutirão de catarata atende pacientes de Pouso Alegre e região. Foto: Ascom prefeitura

Mais de 250 pessoas participaram do primeiro mutirão de cirurgias de catarata realizado pela prefeitura de Pouso Alegre em 2020. Os procedimentos foram realizados entre segunda (06) e esta quarta-feira (08), na Policlínica Municipal, no bairro São Geraldo.

De acordo com a prefeitura, desde 2018, cerca de três mil pacientes já passaram pela cirurgia. A espera na fila chegava até três anos.

No mutirão realizado essa semana, pacientes de municípios vizinhos também foram atendidos, através do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião do Médio Sapucaí (Cisamesp). O Consórcio tem o município de Pouso Alegre como referência em saúde.

COMO É O PROCEDIMENTO

A cirurgia de catarata dura, em média, 10 minutos e, dependendo do caso, o paciente já sai da sala com a visão melhorada, conta o cirurgião oftalmologista Hernani Dias de Souza. Mas o prazo de recuperação do pós-operatório é em torno de 3 a 15 dias para o paciente voltar a enxergar melhor.

Segundo o médico, apesar de rápida, é uma cirurgia complexa porque todos as etapas precisam dar certo. “É uma cirurgia que a tecnologia tem nos ajudado bastante nos últimos anos. Ela tem se tornado rápida e, o mais importante, segura”, explicou ao Terra do Mandu durante um dos mutirões realizados em Pouso Alegre.

Prefeito Rafael Simões acompanhou o mutirão e conversou com pacientes. Foto: Ascom prefeitura

A CAUSA DA CATARATA

O oftalmologista explicou também que a principal causa para o surgimento da catarata é a idade. Com o passar dos anos o cristalino natural do olho vai ficando opaco, perdendo a transparência. A cirurgia é o procedimento de retirar esse cristalino opaco e colocar uma lente artificial no lugar.

“A pessoa vai perdendo a visão ao longo dos anos, passa a enxergar muito pouco ou até nada, dependendo do tipo de catarata. E a cirurgia nada mais é do que a substituição desse cristalino opaco por uma prótese”, disse Hernani Dias.

COMO AGENDAR A CIRURGIA

As pessoas que forem diagnosticadas com catarata e ainda não passaram pela cirurgia, devem procurar a Secretaria Municipal de Saúde, na Rua Comendador José Garcia, 280, no 2º andar, para entrar na fila e ter a cirurgia agendada.

Procedimento é realizado na Policlínica Municipal, no bairro São Geraldo. Foto: Ascom prefeitura

Categoria: Saúde

A ação tem o objetivo é detectar, antecipadamente, problemas de visão que possam interferir no aprendizado dos alunos.

250 crianças examinadas na última etapa do mutirão. 80 apresentaram alguma deficiência que necessita de óculos. Foto: Ascom prefeitura

No último sábado (14), pelo menos, 80 estudantes da rede municipal de ensino de Pouso Alegre receberam óculos de grau de acordo com o problema diagnosticado durante mutirão de exames de visão.

No mês passado, cerca de 250 crianças e adolescentes foram examinados na Policlínica Municipal. O mutirão oftalmológico garante exames de vista gratuitos para os alunos das séries iniciais do ensino infantil até o ensino fundamental II. O programa teve início em 2018 e já atendeu mais de mil estudantes.

Do total de alunos examinados, 80 apresentaram alguma deficiência visual e o uso de óculos de grau foi o tratamento indicado. Os óculos receituários foram doados por uma ótica da cidade.

MELHORIA NO APRENDIZADO

De acordo as secretarias municipais de Saúde e de Educação, o objetivo é detectar, antecipadamente, problemas de visão que possam interferir no aprendizado dos alunos.

Professores e equipes pedagógicas ficam atentos em sala de aula quais alunos precisam de uma avaliação médica. Isso é percebido quando há uma queda no rendimento escolar, sem que haja outra razão aparente.

Ainda segundo a prefeitura, a maioria dos alunos não tem acesso a consultas particulares e o mutirão é uma forma de corrigir a visão ainda na fase infantil e também proporcionar uma melhoria significativa do aprendizado.

Entrega dos óculos ocorreu na policlínica municipal. Foto Ascom prefeitura

Categoria: Saúde

Objetivo é corrigir a visão ainda na fase infantil, o que proporciona melhoria significativa do aprendizado. Programa iniciado em 2018 já atendeu mais de mil crianças e adolescentes.

Alunos que tiveram queda no rendimento escolar são indicados para o exame. Foto: Ascom prefeitura

Nesta quinta (28) e sexta-feira (29), mais de 250 crianças e adolescentes da rede municipal de educação de Pouso Alegre estão sendo examinados na Policlínica Municipal. O mutirão oftalmológico garante exames de vista gratuitos para os alunos das séries iniciais do ensino infantil até o ensino fundamental II. O programa teve início em 2018 e já atendeu mais de mil estudantes.

De acordo as secretarias municipais de Saúde e de Educação, o objetivo é detectar, antecipadamente, problemas de visão que possam interferir no aprendizado dos alunos.

Etapas do programa iniciado em 2018 acontecem em dois dias de consultas. Foto: Ascom prefeitura

Professores e equipes pedagógicas ficam atentos em sala de aula quais alunos precisam de uma avaliação médica. Isso é percebido quando há uma queda no rendimento escolar, sem que haja outra razão aparente.

Ainda segundo a prefeitura, a maioria dos alunos não tem acesso a consultas particulares e o mutirão é uma forma de corrigir a visão ainda na fase infantil e também proporcionar uma melhoria significativa do aprendizado.

Categoria: Saúde

Evento vai até às 16h, com atendimento gratuito. No Brasil são mais de 13 milhões de pessoas com a doença que pode causar diversos outros problemas de saúde, como cegueira.

Picadinha no dedo é suficiente para fazer o teste da glicose. Foto: Ascom prefeitura

Nesta quinta-feira (14) é comemorado o Dia Mundial do Diabetes. Quem passar pela Praça Senador José Bento, Centro de Pouso Alegre, pode fazer o teste de glicose glicêmica de graça e saber sem tem alguma alteração da doença. O evento começou às 08h e vai até às 16h.

Ação é realizada pelo Centro Municipal de Educação em Diabetes e, além dos testes, serão feitas orientação e educação sobre sinais, sintomas e tratamento da doença, orientação nutricional e sugestões de mudança no estilo de vida, como forma de prevenção ao diabetes. A expectativa é superar os números de 2018, que ultrapassaram a marca de mil pessoas atendidas.

O diabetes é uma doença crônica que atinge 13 milhões de pessoas, só no Brasil. Em Pouso Alegre, o Centro de Educação em Diabetes é a principal referência no controle e tratamento da doença e tem mais de 3 mil cadastrados.

As pessoas fizerem o teste na praça e tiverem os testes considerados suspeitos ou alterados serão encaminhadas para novos exames laboratoriais, para confirmação ou não do diagnóstico.

Na semana seguinte à Campanha, os casos atendidos na Praça Senador José Bento passarão por consultas e orientações individuais e coletivas, no Centro de Educação em Diabetes, na Rua Yeda Maria Machado, nº 95 – bairro Colinas de Santa Bárbara.

Categoria: Saúde

Ação foi organizada numa parceria entre clínica particular e secretaria municipal de saúde.

Neste sábado (09), centenas de homens acima de 50 anos foram ao posto de saúde no bairro Jardim Guadalupe, no complexo do São João, para participar de um mutirão de exame de detecção de câncer de próstata. O aposentado Lucas Alves, de 69 anos, era um desses pacientes. Ele faz o exame PSA, através da coleta de sangue, há 10 anos. Os exames dele têm mantido sem alteração, mas um irmão mais novo teve o câncer na próstata.

“Meu irmão caçula (aos 50 anos) deu câncer de próstata e teve que retirar toda próstata já”, conta o aposentado que levou o irmão mais velho, de 80 anos, que nunca tinha feito o exame. “A vida nossa depende muito disso”, afirma.

Esse é o terceiro ano em que o mutirão é realizado. Dessa vez, mais de 500 homens foram submetidos ao exame ao longo do dia. Todos os pacientes são dos bairros da área do São João. Eles ouviram uma palestra, passaram por um cadastro e foram encaminhados para a coleta de sangue.

O médico e diretor administrativo da clínica que organiza o mutirão, Dr. Dirceu Silva, explica que o objetivo é a prevenção do câncer de próstata, que se diagnosticado no início tem mais de 90% de chance de cura.

“O câncer de próstata é um dos cânceres mais frequentes no homem. O grande problema é que ele não dá sintoma. Então, muitas vezes, quando chega a conclusão do diagnóstico e a doença já estiver muito avançada as chances de cura é quase que impossível. Agora, quando dá o diagnóstico na fase inicial a chance de cura é mais de 90%”, explica o médico que ainda lembra que todos os tipos de tratamento estão disponíveis em Pouso Alegre.

O médico também explica que os exames preventivos devem ser realizados pelos homens a partir dos 45 anos. Mas, em caso de histórico familiar com a doença, essa recomendação é para a partir dos 40 anos.

O senhor Alcides Bento, de 75 anos, teve o câncer de próstata descoberto no mutirão realizado ano passado no bairro Cruz Alta. No caso dele, foi realizado o exame de toque, seguido de exames de sangue e biópsia. Confirmado o tumor, o caminhoneiro aposentado foi submetido ao tratamento através da radioterapia.

“Fiz a radioterapia e levei os exames para o médico urologista dr. Volnei. Agora em janeiro tenho que voltar lá de novo com ele. Eu acho que já está resolvido, graças a Deus”, diz seu Alcides que já teve um câncer nas cordas vocais e teve que operar.

A secretária municipal de Saúde, Silvia Regina Pereira, comentou a importância do mutirão realizado neste sábado. “A gente está imensamente feliz. Essa é a resposta da população ao cuidado. E saúde é isso, é cuidar, é muito mais que curar, é prevenção”.

A secretária explica que, aqueles homens de outras áreas da cidade que quiserem fazer o exame preventivo devem procurar uma unidade de saúde. Os direcionamentos para os exames serão feitos a partir do dia 21 desse mês.

Categoria: Saúde

Um ônibus foi pintado na cor rosa e está circulando pela cidade. Segundo a empresa, O objetivo da campanha é informar e alertar a população sobre esse mal, e também, conscientizar as mulheres da importância da prevenção.

Ônibus coletivo é pintado de rosa em campanha contra o câncer de mama. Foto: Divulgação

Durante todo o mês de outubro são realizadas diversas campanhas para conscientizar as pessoas sobre a necessidade de prevenção ao câncer de mama. É o chamado Outubro Rosa. E a empresa concessionária do transporte coletivo de Pouso Alegre aderiu à campanha. Um ônibus foi todo pintado na cor rosa e está circulando pelos bairros da cidade.

De acordo com a empresa Expresso Planalto, O objetivo da campanha é informar e alertar a população sobre esse mal, e também, conscientizar as mulheres da importância da prevenção. “O autoexame e a mamografia devem ser realizados ao longo de toda vida, com mais frequência a partir dos 40 anos de idade”, diz o comunicado da empresa aos usuários do serviço.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Para o Brasil, foram estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres.

Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento. Existem vários tipos de câncer de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico, se descoberto a tempo.

Mas o câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando menos de 1% do total de casos da doença.