Categoria: Saúde

Essa é a última semana da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe.

Campanha encerra na sexta, dia 31. Foto: Ascom PMPA

O posto de saúde Puericultura, que fica na Rua Adolfo Olinto, Centro de Pouso Alegre, funcionará em horário especial desta terça-feira (28) até a próxima quinta-feira (30). Nestes dias, o atendimento vai das 08h às 20h. O objetivo é imunizar as pessoas que ainda não procuraram vacina contra gripe e estão dentro dos grupos prioritários.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 80% do público-alvo no município já recebeu a vacina. A meta é atingir os 90%, pouco mais de 30 mil pessoas.

Quem deve tomar a vacina

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe é direcionada para idosos acima de 60 anos, crianças de 6 meses até 6 anos, grávidas e mulheres no pós-parto, professores e profissionais de saúde, pessoas com doenças crônicas, que apresentem atestado médico.

Categoria: Saúde

Objetivo é manter ações permanentes de combate aos focos do mosquito Aedes aegypti.

A prefeitura de Pouso Alegre anunciou a criação de uma força-tarefa permanente de prevenção e combate aos focos de dengue no município. O anúncio foi feito após reunião do Comitê de Enfrentamento da Dengue, com representantes das secretarias de Obras, Fiscalização de Posturas, Saúde, Educação, Políticas Sociais e Defesa Social.

Em 2019, Pouso Alegre já registrou 16 casos de dengue, sendo 13 deles autóctones, quando o paciente é infectado dentro do município, e três casos importados de outras localidades; 19 suspeitas estão em análise e 49 já foram descartadas.

Em todo o ano passado a cidade havia registrado apenas dois casos de dengue locais e um caso de morador de Pouso Alegre que contraiu em outro município.

Para a secretária de saúde, Sílvia Regina Pereira da Silva, a prevenção é o principal e o mais eficaz meio de evitar a dengue, apesar do município ainda estar em situação de baixo risco da doença. “Todos os esforços, neste momento, são no sentido de intensificar as ações de prevenção, e combater todo e qualquer foco do mosquito é fundamental para manter Pouso Alegre longe da dengue”, diz.

Os agentes que atuam no combate aos focos do mosquito afirmam que a maior dificuldade é a prevenção dentro de residências e terrenos particulares. “Pedimos para que a população permita aos agentes que entrem nas residências. Eles estão devidamente identificados e são essenciais para identificar os focos do mosquito Aedes Aegypti”, explica a secretária de Saúde.

Ainda de acordo com a prefeitura, nas próximas semanas, ações estão programadas como intensificação da fiscalização de lotes particulares em estado de abandono, limpeza de áreas públicas, campanhas educativas em escolas e mídias sociais e reuniões com o Exército, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, entre outras entidades.

Dados da dengue no estado

Em 2019, Minas Gerais registrou 247.602 casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) de dengue. Os dados foram atualizados esta semana (13/05) pela Secretaria de Estado de Saúde.

Ainda de acordo com a SES, foram confirmadas 38 mortes por dengue em Minas Gerais neste ano e outros 92 óbitos estão investigação para dengue.

Categoria: Saúde

Infertilidade atinge 8 milhões de brasileiros, segundo OMS. Palestra será nesta quarta. Dia 15. Vagas são limitadas. Especialistas de clínica de reprodução assistida irão esclarecer dúvidas sobre infertilidade e seus possíveis tratamentos.

Foto: ilustrativa – reprodução Pró-Criar

A infertilidade de homens e mulheres é um assunto cotidiano em consultórios médicos e uma realidade enfrentada por vários casais. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a infertilidade pode atingir 8 milhões de brasileiros. A infertilidade é considerada como ausência de gestação após 1 ano de atividade sexual regular e não protegida.

Nesta quarta-feira (15) uma palestra gratuita será realizada em Pouso Alegre para discutir as causas dessa condição e as técnicas disponíveis para tratá-la. Com o tema “Fertilidade do Casal”, a palestra, promovida por uma clínica de reprodução assistida, será às 19h30, no auditório do Marques Plaza Hotel. As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas, e os interessados podem se cadastrar por meio do telefone 0800 777 6100 ou neste link palestra em Pouso Alegre.

Essa é a segunda edição da palestra na cidade e terá a participação da equipe de especialistas da clínica, que estará à disposição dos participantes para esclarecer questões ligadas à fertilidade masculina e feminina, tirar dúvidas e responder perguntas. Assuntos como oncofertilidade, endometriose, ovários policísticos e menopausa precoce também serão apresentados durante o encontro.

SERVIÇO

Palestra Fertilidade do Casal – Pró-Criar e Grupo Huntington Medicina Reprodutiva

Data: 15 de maio de 2019 (quarta-feira)

Hora: 19h30

Local: Marques Plaza Hotel (Avenida Prefeito Tuany Toledo, 801 – Fátima II – Pouso Alegre/MG)

Inscrições gratuitas*: 0800 777 6100 | www.procriar.com.br

*As vagas são limitadas

Categoria: Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde afirma que os 20 medicamentos em falta são de responsabilidade do governo estadual, que não tem feito a reposição. VEJA LISTA ABAIXO.

Geladeira praticamente vazia devido a falta de medicamentos. Foto: Ascom PMPA

Quem procura a Farmácia Municipal de Pouso Alegre atrás de medicamentos para controle de doenças crônicas, como diabetes, está voltando para casa com a receita na mão e a bolsa vazia. É que uma lista de 20 medicamentos que eram distribuídos na farmácia está em falta. De acordo com comunicado divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na tarde desta quarta-feira (08), a falta dos remédios ocorre porque eles são fornecidos pelo Governo do Estado, que interrompeu a reposição.

Na lista dos medicamentos que não são encontrados na farmácia estão Insulina, Atorvastatina Acitretina e mais 17 outros remédios.

Segundo a prefeitura, a insulina (Glargina) é essencial para pacientes diabéticos está em falta e pela legislação, compete ao governo do estado, através da Secretaria de Estado da Saúde, efetuar a compra e o envio às prefeituras.

A Secretaria de Saúde Municipal enviou a lista dos medicamentos que estão em falta “e a compra e distribuição desses remédios competem exclusivamente ao governo do estado”.

Lista de remédios que cabem ao estado adquirir e não estão sendo distribuídos à prefeitura:

  1. Glargina – Insulina
  2. Abatacepte – 125 mg/ml injetável
  3. Acitretina – 25 mg
  4. Amantadina – 100 mg
  5. Atorvastatina – 10m, 20 mg e 80 mg
  6. Azatioprina – 50 mg
  7. Budesonida – 200 mg
  8. Calcipotriol – pomada
  9. Ciclosporina – 50 mg e 100 mg
  10. Clobazam – 20 mg
  11. Formoterol – 6 mcg+budesonida 200 mg(alenia) cápsula inalante
  12. Formoterol – 12 mcg+budesonida 400 mg (alenia) cápsula inalante
  13. Hidroxicloroquina – 400 mg
  14. Isotretinoína – 20 mg
  15. Lamotrigina – 50 mg e 100 mg
  16. Mesalazina – 400 mg e 800 mg
  17. Salmeterol + fluticasona – 20/125 (seretide)
  18. Selegilina – 5 mg
  19. Sevelamer – 800 mg
  20. Sulfassalazina – 500 mg

O OUTRO LADO

Entramos em contato com a Superintendência Regional de Saúde, mas até a publicação desta matéria não obtivemos retorno.

Categoria: Saúde

VEJA NO VÍDEO: A PEQUENA BIANCA, ,QUE JÁ TINHA SE VACINADO, LEVOU O PAI PARA TOMAR AO POSTO NESTE SÁBADO.

Muita gente aproveito o sábado (04) para ir aos postos de saúde de Pouso Alegre para garantir a vacina contra a gripe. Hoje é o Dia D da Campanha de Vacinação, com as unidades funcionando até às 16h.

A pequena Bianca já tinha tomado a vacina durante a semana e hoje ela aproveitou o sábado para acompanhar o pai Leandro Balbino, que trabalha no sistema prisional e também é alvo da vacina. Bianca contou que foi ao posto para segurar na mão do pai. VEJA NO VÍDEO:

Os públicos prioritários da campanha são idosos acima de 60 anos, crianças de 6 meses até 6 anos, grávidas e mulheres no pós-parto, professores e profissionais de saúde, quem trabalha no sistema prisional e pessoas com doenças crônicas, que apresentem atestado médico.

Em Pouso Alegre a meta é imunizar cerca de 33 mil pessoas. A campanha teve início no dia 10 de abril e a taxa de vacinação ainda não alcançou os 50%. Quem ainda não se vacinou, deve ir até uma das unidades de saúde até o dia 30 de maio.

Confira os postos/salas e horários de vacinação contra a gripe em Pouso Alegre:

  • UBS-Puericultura Rua: Adolfo Olinto, 480 Centro
  • ESF- Árvore Grande Avenida: Moisés Lopes, 75 Árvore Grande
  • UBS-Fátima Rua: Alvarin Vieira Rios, 15 Fátima
  • Colina Stª Bárbara Rua: Ieda Maria Machado, 95 Colinas de Santa Bárbara
  • UBS-UMI Rua: João Sabino de Azevedo, 283 São Geraldo
  • ESF-4/8 Cidade Jardim Rua: João Laraia , 255 Cidade Jardim
  • ESF-9 Faisqueira Rua: Eva Pereira de Matos S/N Faisqueira
  • ESF-10 Pão de Áçucar Rua: Aparecida Costa Curiel, S/N Pão de Áçucar
  • ESF-13 Esplanada Rua: Miguel Saponara , 11 Jardim Esplanada
  • ESF-Sebastião Reis Rua: Aureliano Coutinho Rezende,s/n Jardim São João
  • ESF-20 Belo Horizonte Rua: Maria do Carmo Brunhara, 20 Belo Horizonte
  • ESF-22 Foch Rua: João de Barros Cobra, 166 Foch
  • ESF-5/6 Jardim Brasil Rua: 15, 95 Jardim Brasil
  • ESF-11 Pantano Rua: Vinícius Meyer, s/n
  • ESF-17 Vergane Rua: Sinésio Lopes Silveira, 190 Aristeu Costa Rios
  • ESF-18 Yara Rua: Margaridas, s/n Jd Yara

Casos de gripe 

Neste ano, até 20 de abril, foram registrados 427 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em todo o país, com 81 óbitos. Em Minas, o Ministério da Saúde confirma 18 casos da doença com uma morte registrada.

No Brasil, o período de maior circulação do vírus vai de maio até agosto. Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a doença após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno, que começa em junho.

Prevenção

Conforme o Ministério da Saúde, a vacina é um dos métodos de proteção contra a gripe. Contudo, outros cuidados são essenciais para evitar a doença, como lavar as mãos, ter cuidado ao tossir e usar lenços descartáveis.

Veja abaixo todos os cuidados:

Proteja o nariz e a boca. Cubra-os enquanto espirra ou tosse e use lenços descartáveis.
• Evite tocar a boca e o nariz.
• Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas.
• Melhore a circulação de ar abrindo as janelas.
• Evite ficar por muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas.
• Mantenha hábitos saudáveis: coma bem, durma bem e faça exercícios.
• Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Quem apresenta os sintomas da gripe deve:

Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas).
• Restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação do vírus.
• Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados.
• Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

 

Categoria: Saúde

Em Pouso Alegre 16 postos de saúde ficarão abertos das 08h às 16h.

Se você faz parte dos grupos prioritários para tomar a vacina contra a gripe e ainda não foi até um posto de saúde, aproveite este sábado (04) para garantir a imunização. O dia D da Campanha Nacional contra a Influenza. Em Pouso Alegre, são 16 locais para tomar a vacina entre às 08h às 16h.

Segundo a secretaria municipal de Saúde, na cidade 30% do público-alvo já foi vacinado desde o dia 10 de abril, quando teve início a campanha. A expectativa é distribuir 33 mil doses em Pouso Alegre.

Quem deve tomar a vacina

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe é direcionada para idosos acima de 60 anos, crianças de 6 meses até 6 anos, grávidas e mulheres no pós-parto, professores e profissionais de saúde, pessoas com doenças crônicas, que apresentem atestado médico,

Desde o dia 10 os postos de saúde já estavam imunizando gestantes e crianças até 5 anos. Nessa nova etapa, também serão vacinados os Idosos (acima de 60 anos), profissionais de Saúde, professores, mulheres no pós-parto, e pessoas com doenças crônicas.

Confira as salas de vacinação que vão funcionar neste sábado em Pouso Alegre:

Confira os postos/salas e horários de vacinação contra a gripe em Pouso Alegre:

  • UBS-Puericultura Rua: Adolfo Olinto, 480 Centro
  • ESF- Árvore Grande Avenida: Moisés Lopes, 75 Árvore Grande
  • UBS-Fátima Rua: Alvarin Vieira Rios, 15 Fátima
  • Colina Stª Bárbara Rua: Ieda Maria Machado, 95 Colinas de Santa Bárbara
  • UBS-UMI Rua: João Sabino de Azevedo, 283 São Geraldo
  • ESF-4/8 Cidade Jardim Rua: João Laraia , 255 Cidade Jardim
  • ESF-9 Faisqueira Rua: Eva Pereira de Matos S/N Faisqueira
  • ESF-10 Pão de Áçucar Rua: Aparecida Costa Curiel, S/N Pão de Áçucar
  • ESF-13 Esplanada Rua: Miguel Saponara , 11 Jardim Esplanada
  • ESF-Sebastião Reis Rua: Aureliano Coutinho Rezende,s/n Jardim São João
  • ESF-20 Belo Horizonte Rua: Maria do Carmo Brunhara, 20 Belo Horizonte
  • ESF-22 Foch Rua: João de Barros Cobra, 166 Foch
  • ESF-5/6 Jardim Brasil Rua: 15, 95 Jardim Brasil
  • ESF-11 Pantano Rua: Vinícius Meyer, s/n
  • ESF-17 Vergane Rua: Sinésio Lopes Silveira, 190 Aristeu Costa Rios
  • ESF-18 Yara Rua: Margaridas, s/n Jd Yara

Casos de gripe 

Neste ano, até 20 de abril, foram registrados 427 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em todo o país, com 81 óbitos. Em Minas, o Ministério da Saúde confirma 18 casos da doença com uma morte registrada.

No Brasil, o período de maior circulação do vírus vai de maio até agosto. Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a doença após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno, que começa em junho.

Prevenção

Conforme o Ministério da Saúde, a vacina é um dos métodos de proteção contra a gripe. Contudo, outros cuidados são essenciais para evitar a doença, como lavar as mãos, ter cuidado ao tossir e usar lenços descartáveis.

Veja abaixo todos os cuidados:

  • Proteja o nariz e a boca. Cubra-os enquanto espirra ou tosse e use lenços descartáveis.
    • Evite tocar a boca e o nariz.
    • Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas.
    • Melhore a circulação de ar abrindo as janelas.
    • Evite ficar por muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas.
    • Mantenha hábitos saudáveis: coma bem, durma bem e faça exercícios.
    • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Quem apresenta os sintomas da gripe deve:

  • Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas).
    • Restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação do vírus.
    • Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados.
    • Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Categoria: Saúde

Unidade vai atender população de 10 bairros do entorno do Recanto dos Fernandes.

Os moradores da região do bairro Recanto dos Fernandes passam a contar com uma nova unidade de saúde em Pouso Alegre. O Centro de Saúde da Família foi inaugurado no fim da tarde desta sexta-feira (26). O prédio fica na Rua Magui Maria Pascoal Rosa, entre a praça do Santa Edwiges e a avenida de acesso ao Parque Municipal, e vai abranger todos os bairros adjacentes como Recanto dos Fernandes, Recanto dos Barreiros, Jardim Santo Antônio, Vale das Andorinhas, São Joaquim, Santa Clara, Recanto dos Amigos e Vila Martins.

O Centro de Saúde funciona normalmente a partir da próxima segunda-feira (29). A secretária Municipal de Saúde, Silvia Regina Pereira, conta que o Centro de Saúde vai priorizar o atendimento à prevenção de doenças, de acordo com o programa saúde da família. A nova unidade vai reunir serviços como consultas médicas, curativos, inalações, salas de reunião e de enfermagem. A secretária também adianta que o local terá sala de vacinas e consultório odontológico.

O prédio onde passa a funcionar a unidade de saúde foi construído pela empresa BRZ, que está concluindo um condomínio com 12 edifícios ao lado. O prefeito Rafael Simões (PSDB) explica que foi um pedido da administração à construtora.

Veja o vídeo acima.

Categoria: Saúde

Em Pouso Alegre a campanha teve início no dia 10/04 e segue até 31/05. A meta é imunizar 33 mil pessoas.

Idosos acima de 60 anos devem procurar uma posto e se vacinar. Foto: arquivo Terra do Mandu

A partir desta segunda-feira (22), a campanha de vacinação contra gripe foi ampliada para os demais grupos prioritários. Desde o dia 10 os postos de saúde já estavam imunizando gestantes e crianças até 5 anos. Nessa nova etapa, também serão vacinados os Idosos (acima de 60 anos), profissionais de Saúde, professores, mulheres no pós-parto, e pessoas com doenças crônicas.

Em Pouso Alegre a meta da secretaria municipal de Saúde é imunizar 33 mil pessoas nesses grupos, o que representa 90% do público alvo. Ainda de acordo com a secretaria, desde que a campanha teve início, as pessoas que estiveram em uma das 17 unidades de saúde e pertenciam a qualquer um dos grupos prioritários já eram imunizados.

Para ter acesso à vacina, idosos devem apresentar o Cartão de Vacinação, o Cartão do SUS e um documento de identidade. Os pais ou responsáveis por crianças abaixo de 06 anos devem levar o Cartão de Vacinação. Professores e profissionais de saúde, além de documento de identidade (RG), devem estar munidos de crachá ou outro tipo de comprovação para receber a dose da vacina. Já quem tem doença crônica e indicação médica para tomar a vacina, deve apresentar a receita médica.

Confira os postos/salas e horários de vacinação contra a gripe em Pouso Alegre:

  • Puericultura 08:00 ás 16:00
  • Unidade Materno Infantil 08:00 ás 16:00
  • Jardim Brasil 08:00 ás 19:00
  • UAPS São João 08:00 ás 16:00
  • Sebastião Reis 08:00 ás 16:00
  • Yara 08:00 ás 16:00
  • Colinas Sta Bárbara 08:00 ás 16:00
  • Unimed 13:30 ás 17:00
  • Pão de Açúcar 13:30 ás 16:00
  • Fátima 08:00 ás 16:00
  • Belo Horizonte 08:00 ás 12:00
  • Foch 08:00 ás 16:00
  • Cidade Jardim 08:00 ás 16:00
  • Esplanada 08:00 ás 16:00
  • Cruz Alta   08:00 ás 12:00
  • Pantano 08:00 ás 16:00
  • Algodão 08:00 ás 12:00

 

 

Categoria: Saúde

Uma prótese foi implantada através de cateter, sem a necessidade de abertura do tórax da paciente, uma senhora com diabetes, e o procedimento convencional não era indicado. A cirurgia minimalista foi necessária para corrigir a abertura da válvula do coração, problema que atinge 5% da população brasileira acima dos 65 anos.

Prótese é guiada até o coração via cateter. Foto: reprodução Hospital Renascentista.

A equipe de cardiologia do Hospital Renascentista, em Pouso Alegre, comemora o sucesso em um procedimento intervencionista inédito realizado no Sul de Minas. A equipe, liderada pelo médico cardiologista Alexandre Bonfim, coordenador da Unidade de Hemodinâmica do hospital, fez a troca da válvula aórtica do coração de uma paciente de maneira minimamente invasiva. O implante foi percutâneo, em que se faz uma punção na pele para o acesso aos órgãos internos da pessoa, sem a necessidade de usar o bisturi e abrir o tórax da paciente. O procedimento cirúrgico, chamado de TAVI, foi realizado em fevereiro, mas divulgado essa semana.

No caso realizado na paciente de Pouso Alegre foi adotada uma estratégia minimalista, sem necessidade de anestesia geral (somente sedação) e a funcionária pública recebeu alta hospitalar após apenas 3 dias de internação.

O implante permite a correção em uma redução no diâmetro da válvula aórtica, um problema cardíaco que atinge cerca de 5% da população brasileira acima de 65 anos. Há bem pouco tempo, para realizar a troca da válvula aórtica, só existia a cirurgia convencional, em que é necessária a abertura do tórax do paciente. No procedimento percutâneo, a válvula que é implantada permite restabelecer volumes normais de passagem do fluxo de sangue do ventrículo esquerdo para a aorta.

Equipe que realizou o TAVI, coordenada pelo médico Alexandre Bonfim. Foto: reprodução

Para quem o procedimento é indicado

Atualmente, a indicação do implante percutâneo de biopróteses aórticas restringe-se a um seleto grupo de pacientes que, pela idade avançada (acima de 65 anos) e doenças crônicas associadas, como o diabetes, e tenham contraindicação ou risco elevado para o tratamento cirúrgico convencional. Nesse grupo, a abordagem por cateter tem elevada chance de sucesso e pode oferecer mortalidade inferior àquela esperada com o tratamento cirúrgico.

O cardiologista intervencionista e coordenador da Unidade de Hemodinâmica do Hospital Renascentista, Alexandre Bonfim, explica que, após definido o diagnóstico pelo cardiologista clínico e opção pelo tratamento percutâneo para os casos com indicação, o paciente deverá passar por avaliação com médico hemodinamicista, em uma consulta pré-cirúrgica.

Como é feito o implante

O procedimento então é agendado para ser realizado na sala de hemodinâmica do hospital, local onde se realizam cateterismos cardíacos e angioplastias. O procedimento consiste em colocar uma prótese no anel valvar aórtico, por via percutânea (por punções na virilha). A prótese, compactada em um dispositivo, é guiada por um cateter através da aorta, sob visão de radioscopia (raio-X) e ecocardiografia, até ser posicionada no anel aórtico. Uma vez posicionada, sua localização é confirmada pela ecocardiografia e pequenas injeções de contraste. Em seguida, libera-se a prótese e retira-se o cateter, terminando o procedimento.

“Há bem pouco tempo esse procedimento só era realizado em grandes centros com Belo Horizonte e São Paulo. Para os pacientes da região do Sul de Minas, esse procedimento pioneiro traz novas perspectivas para a região pois poderão ser realizados em Pouso Alegre”, comemora o diretor executivo do hospital, Andrei Alkmim.

Categoria: Saúde

Castramóvel está na Praça de Esportes, das 08h às 13h. Para participar do programa, é necessário fazer um cadastro na sede da Defesa Civil.

Cirurgias são feitas por uma equipe de veterinários. Foto: Ascom PMPA

Famílias de baixa renda, sem condições para cadastrar seus cães e gatos, podem se cadastrar na Defesa Civil de Pouso Alegre para ter os animais esterilizados. O mutirão de castração está em andamento esta semana. O Castramóvel, um ônibus coletivo adaptado em clínica veterinária, está estacionado na Praça de Esportes. O mutirão é realizado de terça a sexta-feira, das 08h às 13h.

Segundo a prefeitura, no ano passado, 700 animais foram esterilizados, entre selecionados por ONGs de proteção animal, os abandonados nas ruas e animais de famílias, comprovadamente, de baixa renda. A meta para este ano é castrar 30 animais, por dia, enquanto durar a campanha.

Como fazer o cadastro

Quem ainda não se cadastrou, deve comparecer na Praça de Esportes, onde o Castramóvel está estacionado, com cópias do RG, CPF e comprovante de residência. O cadastro também pode ser feito na sede da Defesa Social, que fica na Avenida Abreu Lima, nº 84, no Centro. O cadastro deve ser feito pessoalmente pelo proprietário ou tutor do animal. Mais informações: (35) 3449-4317.

Fala do veterinário

O veterinário Renato Junqueira Rodrigues explica que o trabalho é de controle populacional de animais doméstico. “A castração de fêmeas visando o controle populacional é a única saída que nós temos para acabar com o abandono, com o sofrimento dos animais que perambulam pelas nossas ruas. Se a gente começar a castrar, castrar, uma hora vai diminuir muito o número de animais [nas ruas]”, afirma o veterinário.

Os animais que forem passar pela cirurgia tem que estar em boa saúde, em jejum de 12 horas e banho tomado. Antes do procedimento a equipe do Castramóvel ainda faz uma triagem para ver as condições do animal e seguir com a cirurgia.

Protetora diz que programa é importante, mas precisa ser ampliado

Para a presidente da ONG SOS Bichos, Carla Viviane Fernandes, o mutirão é fundamental para o controle do número de animais abandonados nas ruas. Porém, a protetora afirma que o programa precisa ser ampliado e precisa ser trabalhado com outras ações.

“É a única medida eficaz para o controle da superpopulação de animais abandonados que existe no país todo. O mutirão é uma das frentes importantes que precisam ser trabalhadas em conjunto, que são a conscientização, a fiscalização, a castração e a punição”.

“Embora seja importante, o número ainda é baixo em relação a demanda. Pouso Alegre precisaria de, no mínimo, quatro mil castrações por ano para daqui há cinco anos ter um resultado efetivo no número de animais abandonados”, diz Carla.

Castramóvel é usado para os mutirões de castração. Foto: Terra do Mandu