Categoria: Política

Confirmando os registros, é o maior número na disputa na cidade dos últimos 20 anos, pelo menos. As candidaturas devem ser registradas até o dia 26. A propaganda, com divulgação de números, começa no dia 27 nas ruas e redes sociais.

Nomes escolhidos por ordem das convenções realizadas. Imagem: reprodução/montagem-Terra do Mandu

Pouso Alegre terá o maior número de candidatos a prefeito das últimas cinco eleições. São seis nomes escolhidos por seus partidos durante as convenções finalizadas na terça-feira (16). Duas chapas têm coligações e as outras quatro são puras, sem legendas de apoio. Os registros das candidaturas devem ser feitos até o próximo dia 26.

O atual prefeito Rafael Simões, hoje no DEMOCRATAS, é candidato à reeleição. O nome escolhido para vice é o coronel da reserva da Polícia Militar, José Dimas da Fonseca, do PSDB, que foi o chefe de gabinete do prefeito até se afastar para cumprir o prazo dado pela Justiça Eleitoral.

A chapa traz cinco partidos na coligação: DEM, PSDB, PATRIOTA, PTB e REPUBLICANOS. Rafael Simões mantém a maior base de apoio à reeleição, depois de alcançar quase 70% dos votos válidos na disputa de 2016.

A outra chapa que fez coligações em Pouso Alegre é o PSL, que lançou o Sargento da reserva da PM, Anderson Silveira. A candidata a vice é a professora aposentada Rogéria Ferreira, indicada pelo PP. Além desses dois partidos, a chapa tem ainda o apoio do PSC.

Outras quatro legendas lançaram candidatos em chapa pura, sem coligações.

O PV lançou o vereador e publicitário André Prado. André é o maior opositor ao prefeito na Câmara Municipal, na atual legislatura. O vice na chapa do PV é o comerciante Marcos Paco.

O PT indicou o servidor público municipal e radialista Eduardo Ferreira Pinto. O vice é o professor Luiz Fernando Herculano. Os dois nomes participam de uma disputa majoritária pela primeira vez.

O PODEMOS escolheu para a candidatura a prefeito o advogado do Sindicato dos servidores públicos municipais Donizete Andrade. A candidata à vice na chapa é Cleusa Sales, da mesma legenda e servidora pública aposentada.

O PSOL, primeiro a realizar convenções em Pouso Alegre, indicou o professor Luiz Carlos Silva da Cunha para prefeito e o também professor Décio Eduardo Martinez Mello para vice. Luiz Carlos já se candidatou para deputado federal em outras duas oportunidades, não sendo eleito. É a primeira vez que se lança ao cargo de prefeito.

Recorde de candidatos

Com os seis nomes colocados pelas convenções, Pouso Alegre tem um recorde de postulantes ao cargo de prefeito do município. Nos registros disponíveis no cartório eleitoral, com a base de dados do TRE, esse é o maior número de candidatos a prefeito de Pouso Alegre. Não há informação se antes dos anos 2000 houve número igual ou superior à disposição do eleitor.

Nos últimos 20 anos, houve duas eleições com cinco candidatos majoritários. Elas ocorreram em 2016 e 2004.

CANDIDATOS EM POUSO ALEGRE – ORDEM DAS CONVENÇÕES:

1 – Luiz Carlos Silva da Cunha (PSOL)

2- Donizeti Andrade (PODEMOS)

3 – Eduardo Ferreira Pinto (PT)

4 – Rafael Simões (DEM)

5 – Sargento Silveira (PSL)

6 – André Prado (PV)

Categoria: Política

Bares e restaurantes passam a funcionar conforme o que estabelece seus alvarás, não tendo mais a regra anterior de horários definidos por decreto. Porém, música ao vivo continua proibida. Feira de artesanato também é liberada. Justificativa é que eventos recentes de aglomerações exigia novas medidas.

A prefeitura de Pouso Alegre divulgou, nesta sexta-feira (18), um novo decreto sobre a Covid-19, regulando o funcionamento de alguns serviços na cidade. Conforme o decreto nº 5.185, a partir de agora campos de futebol e quadras esportivas têm funcionamento liberados.

Porém, esses locais deverão funcionar sem a presença sem presença de público, além das pessoas que forem participar da partida, por exemplo. Esses estabelecimentos, segundo o texto do decreto, devem adotar protocolo sanitário aprovado pela Vigilância Sanitária. Piscinas de clubes permanecem com a proibição de funcionar em Pouso Alegre.

Outro setor que tem atividades liberadas pelo decreto é a Feira de Artesanato, realizada na Praça Senador José Bento nos finais de semana. A praça que estava interditada foi liberada na segunda-feira dessa semana.

Os bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, 24h e congêneres voltam a seguir o horário estipulado em seus respectivos alvarás de funcionamento. Ou seja, o decreto anterior que regulamentava os horários de funcionamento deixa de ter validade.

Veja a íntegra do novo decreto: decreto nº 5.185

A prefeitura alerta que os proprietários serão responsáveis pelas filas formadas nos estabelecimentos (que deverão manter dois metros de distância entre os clientes) e por evitar as aglomerações. As ações de entretenimento nesses locais (inclusive caixas de som) seguem proibidas.

A Vigilância Sanitária continuará com a fiscalização, principalmente, quanto a aglomerações e distanciamento de 2 metros entre mesas. Caso encontre algum descumprimento às normas, o estabelecimento infrator será compulsoriamente interditado.

De acordo com a prefeitura, o novo decreto foi publicado após eventos recentes envolvendo aglomerações em bairros de Pouso Alegre. Desse modo, ficam criadas novas regras para funcionamento de diversos estabelecimentos.

Categoria: Política

Partido realizou convenção nesta terça (15), onde também escolheu o vice na chapa, Marcos Paco, da mesma legenda.

O PV oficializou, nesta terça-feira (15), a candidatura de André Prado à Prefeitura de Pouso Alegre. A convenção do partido foi realizada no Jardim Noronha. O vice na chapa, que não tem coligação, será  Marcos Paco, também do PV. Na convenção foram escolhidos 23 membros do partido como candidatos a vereador.

“A expectativa é a de resgatar a cidade para todos os pouso-alegrenses, sejam os nascidos aqui ou os que escolheram a cidade para viver. Pouso Alegre é uma cidade estratégica no Sul de Minas, polo industrial, comercial e de grande relevância para o estado e para o país. A cidade não pode servir a interesses menores, de pequenos grupos de empresários, mas ser fonte de geração de riquezas, produção agropecuária e proporcionar bem-estar e qualidade de vida a todos os seus munícipes. O objetivo principal da nossa candidatura é trazer mais criatividade para todos os setores da administração, modernizar a gestão, abrir o diálogo com a população – que nunca foi ouvida nesse governo -, valorizar o servidor público e trazer novas políticas sociais e ambientais. Resumindo, o objetivo é transformar Pouso Alegre para o futuro próximo”, diz o candidato.

Perfil do candidato 

André Prado, tem 43 anos, é publicitário, com pós-graduação em marketing político, empresário no setor. Prado está em seu primeiro mandato de vereador em Pouso Alegre, quando foi eleito em 2016. É a primeira vez que André Prado se candidata ao cargo de prefeito.

André Prado foi escolhido pelo PV para a disputa do cargo de prefeito. Foto: Arquivo/Terra do Mandu

Sobre as convenções

A Justiça Eleitoral estabeleceu o prazo de 31 de agosto a 16 de setembro para os partidos fazerem suas convenções para a escolha de candidatos nas eleições 2020.

Outros partidos com diretório em Pouso Alegre marcaram as convenções para o próximo final de semana e início da semana que vem.

Os registros das candidaturas podem ser feitos até o dia 26 de setembro. Uma das mudanças para estas eleições é que não pode haver coligação entre partidos para disputa para vereadores. As coligações são permitidas apenas na disputa para prefeito.

Categoria: Política

Partido realizou convenção nesta segunda (14). Vice deverá ser apontado por outra legenda que ainda fará convenção.

O PSL oficializou, nesta segunda-feira (14), a candidatura do Sargento Anderson Silveira à Prefeitura de Pouso Alegre. A convenção do partido foi realizada na Rua Comendador José Garcia, 263. O vice na chapa será definido após as convenções de outras legendas que deverão coligar com o PSL na campanha majoritária. O partido também escolheu os candidatos a vereador pela legenda. 

Por enquanto, a coligação “RESGATANDO PROGRESSO E CONSTRUINDO FUTURO” já tem o apoio do PSC. A chapa aguarda as convenções partidários de outras siglas a serem realizadas nesta terça (15) e quarta (16) para fechar os últimos acordo e o nome para vice.

“Estou imensamente honrado em ter sido escolhido pelo partido e apoiado pela coligação que se forma. Sabemos o tamanho da responsabilidade de conduzir nossa querida Pouso Alegre. Ter trabalhado por muitos anos servindo nosso povo e conhecendo os problemas de nossa cidade, nos credencia. Somos do povo, conhecemos as prioridades da nossa sociedade. Saúde, Educação, Segurança Pública, Valorização dos servidores públicos municipais, habitação, desenvolvimento econômica, meio ambiente e sustentabilidade, cultura, serão nossa bandeira”, afirmou o candidato a prefeito.

Perfil do candidato

Anderson Soares Silveira, Sargento da Polícia Militar de Minas Gerais é casado, e tem 46 anos. Sargento Silveira entrou, recentemente, para a reserva da Policial Militar. Ele também professor, Presidente da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (afastado, em cumprimento à legislação eleitoral).

É a primeira vez que Sargento Silveira se candidata a um cargo eletivo.

Sargento Silveira participa de sua primeira disputa eleitoral. Foto: reprodução

Sobre as convenções

A Justiça Eleitoral estabeleceu o prazo de 31 de agosto a 16 de setembro para os partidos fazerem suas convenções para a escolha de candidatos nas eleições 2020.

Outros partidos com diretório em Pouso Alegre marcaram as convenções para o próximo final de semana e início da semana que vem.

Os registros das candidaturas podem ser feitos até o dia 26 de setembro. Uma das mudanças para estas eleições é que não pode haver coligação entre partidos para disputa para vereadores. As coligações são permitidas apenas na disputa para prefeito.

Categoria: Política

Partido realizou convenção neste domingo (12), onde também escolheu o vice na chapa, coronel Dimas da Fonseca, do PSDB. A chapa tem a coligação de cinco partidos.

O Democratas oficializou, neste domingo (13), a candidatura à reeleição de Rafael Simões à Prefeitura de Pouso Alegre. A convenção do partido foi realizada na Câmara Municipal. O vice na chapa será o coronel Dimas da Fonseca, do PSDB, que ocupou o cargo de chefe de gabinete na gestão atual e se afastou do cargo para possibilitar a candidatura nas eleições 2020.

A chapa “Avança Pouso Alegre” tem a coligação de cinco partidos (Democratas, PSDB, PTB, Patriota e Republicanos). Esses partidos vão lançar 115 candidatos a vereador. A coligação não vale para a disputa das vagas na Câmara, apenas para campanha majoritária.

As propostas para um possível segundo mandato serão divulgadas nos próximos dias. Rafael Simões comentou a escolha do vice para a eleição 2020. “É uma felicidade ter como companheiro uma pessoa que sempre atuou junto comigo por uma Pouso Alegre cada vez melhor e sempre acreditou no nosso trabalho”, afirmou.

Perfil do candidato 

Rafael Tadeu Simões tem 56 anos, é advogado e professor. Ele está em seu primeiro mandato eletivo. Nas eleições de 2016 ele foi eleito com com quase 70% dos votos válidos (69,62%). Esta será a terceira vez que Simões disputa a eleição para prefeito. Em 2004 ele concorreu e não foi eleito. Fora da política, Rafael Simões foi diretor da Faculdade de Direito do Sul de Minas (FDSM) e presidente da Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí (FUVS).

Rafael Simões vai para sua terceira eleição municipal. Foto: Daniel Silva/Terra do Mandu

Sobre as convenções

A Justiça Eleitoral estabeleceu o prazo de 31 de agosto a 16 de setembro para os partidos fazerem suas convenções para a escolha de candidatos nas eleições 2020.

Outros partidos com diretório em Pouso Alegre marcaram as convenções para o próximo final de semana e início da semana que vem.

Os registros das candidaturas podem ser feitos até o dia 26 de setembro. Uma das mudanças para estas eleições é que não pode haver coligação entre partidos para disputa para vereadores. As coligações são permitidas apenas na disputa para prefeito.

Categoria: Política

Partido realizou convenção na noite deste sábado (12), onde também escolheu o vice na chapa, Luiz Fernando Herculano, também do PT. A legenda irá lançar 12 candidatos a vereador.

Partido realizou convenção na noite deste sábado (12), onde também escolheu o vice na chapa, Luiz Fernando Herculano, também do PT. A legenda irá lançar 12 candidatos a vereador.

O Partido dos Trabalhadores (PT) oficializou, neste sábado (12), a candidatura do servidor público e radialista Eduardo Ferreira à Prefeitura de Pouso Alegre (MG). A escolha feita durante a convenção do partido realizada on-line. O candidato a vice na chapa é o professor Luiz Fernando Herculano, da mesma legenda.

A chapa não tem coligação com outro partido. A convenção do PT também definiu que serão lançados 12 nomes de membros do partido para a disputa de uma das vagas na Câmara Municipal, com possibilidade de ter mais inscritos dentro do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral.

“Nossas metas são restabelecer o diálogo com o servidor público e com a sociedade para realizar um governo justo e empreendedor. Atenção especial com a educação. Pretendemos retomar o piso salarial dos professores. Faremos um projeto de governo para voltar com a Guarda Municipal. Realizar concursos públicos para valorizar os servidores e oferecer qualidade no atendimento. Vamos ter projetos para o meio ambiente, cultura e esportes”, afirma Eduardo Ferreira.

Perfil do candidato 

Eduardo Ferreira Pinto, tem 53 anos, é servidor público municipal de carreira na prefeitura de Pouso Alegre. Como radialista, trabalhoue em emissoras de Poços de Caldas, Varginha e Pouso Alegre.

Eduardo da Rádio participa, pela primeira vez, de uma disputa eleitoral como candidato a prefeito.

Essa é a primeira vez que Eduardo Ferreira Pinto disputa uma eleição. Foto: arquivo pessoal

Sobre as convenções

A Justiça Eleitoral estabeleceu o prazo de 31 de agosto a 16 de setembro para os partidos fazerem suas convenções para a escolha de candidatos nas eleições 2020.

Outros partidos com diretório em Pouso Alegre marcaram as convenções para o próximo final de semana e início da semana que vem.

Os registros das candidaturas podem ser feitos até o dia 26 de setembro. Uma das mudanças para estas eleições é que não pode haver coligação entre partidos para disputa para vereadores. As coligações são permitidas apenas na disputa para prefeito.

Categoria: Política

Partido realizou convenção na noite desta quinta (10), onde também escolheu a vice na chapa, Cleusa Sales, também do Podemos. A legenda irá lançar 19 candidatos a vereador.

O Podemos oficializou, nesta quinta-feira (10), a candidatura do advogado Donizetti Andrade à Prefeitura de Pouso Alegre (MG). A escolha feita durante a convenção do partido realizada na Câmara Municipal. A candidata à vice na chapa é Cleusa Sales, da mesma legenda.

A chapa “Juntos PODEMOS” não tem coligação com outro partido. Mas poderá receber novos apoios até o prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral, sem modificar a chapa já escolhida, segundo Donizetti, presidente da legenda no município.

A convenção do Podemos também definiu que serão lançados 19 nomes de membros do partido para a disputa de uma das vagas na Câmara Municipal.

“Essa candidatura tem objetivo, sendo eleita, de oferecer para a cidade uma gestão democrática, popular, participativa, visando contribuir na construção de uma Pouso Alegre mais humana, mais fraterna, mais democrática. Buscando atender às necessidades dos que mais precisam. Através de um planejamento eficiente atender as questões referentes à habitação, à segurança, ao emprego, à educação, à saúde, à infraestrura, etc”, diz Donizetti Andrade.

Perfil do candidato 

Antônio Donizetti Andrade, tem 64 anos, é advogado, especialista em direito público. Há mais de 10 anos atua como advogado do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Pouso Alegre (Sisempa).

Donizetti disputa sua primeira eleição em Pouso Alegre. Mas já participou de outras eleições no município de Santa Rita do Sapucaí.

É a primeira vez que Donizetti Andrade disputa o cargo para prefeito em Pouso Alegre. Imagem: reprodução Sisempa

Sobre as convenções

A Justiça Eleitoral estabeleceu o prazo de 31 de agosto a 16 de setembro para os partidos fazerem suas convenções para a escolha de candidatos nas eleições 2020.

Outros partidos com diretório em Pouso Alegre marcaram as convenções para o próximo final de semana e início da semana que vem.

Os registros das candidaturas podem ser feitos até o dia 26 de setembro. Uma das mudanças para estas eleições é que não pode haver coligação entre partidos para disputa para vereadores. As coligações são permitidas apenas na disputa para prefeito.

Categoria: Política

Partido realizou convenção nesta segunda, onde também escolheu o vice, professor Décio Martinez e oito candidatos a vereador pela legenda.

O PSOL oficializou nesta segunda-feira (07) a candidatura do professor Luiz Carlos Silva da Cunha à Prefeitura de Pouso Alegre (MG). A escolha foi por unanimidade durante a convenção do partido realizada na sede da legenda. O candidato à vice na chapa é o também professor Décio Eduardo Martinez Mello.

A chapa não tem coligação com outro partido. Mas poderá receber novos apoios até o prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral.

Na convenção o PSOL também escolheu os nomes de oito membros do partido para a disputa de uma das vagas na Câmara Municipal.

“Nosso propósito é promover a inversão de prioridade o orçamento municipal, aplicando a maior parte dos recursos para atender as necessidades da população que reside, principalmente, nos bairros mais distantes da área central. A partir de políticas públicas para a segurança alimentar, a moradia é o transporte. Criar oportunidades para todos através da geração de empregos”

Perfil do candidato 

Luiz Carlos Silva da Cunha é professor de filosofia e analista educacional no estado. É a primeira vez que ele irá concorrer ao cargo de prefeito. Já concorreu pra deputado federal duas vezes.

Professor Luiz Carlos Silva da Cunha irá pra sua primeira eleição municipal. Foto: Terra do Mandu

Sobre as convenções

A Justiça Eleitoral estabeleceu o prazo de 31 de agosto a 16 de setembro para os partidos fazerem suas convenções para a escolha de candidatos nas eleições 2020.

Outros partidos com diretório em Pouso Alegre marcaram as convenções para o próximo final de semana e início da semana que vem.

Os registros das candidaturas podem ser feitos até o dia 26 de setembro. Uma das mudanças para estas eleições é que não pode haver coligação entre partidos para disputa para vereadores. As coligações são permitidas apenas na disputa para prefeito.

Categoria: Política

O atual prefeito e pré-candidato à reeleição lidera em todos os cenários pesquisados.

Nesta quinta-feira (27) foi divulgada a primeira pesquisa de intenções de voto para as eleições municipais 2020 em Pouso Alegre. O levantamento foi realizado pelo instituto MDA Pesquisa e divulgado pela Rede Mais, afiliada da RecordTV.

De acordo com a pesquisa, o atual prefeito Rafael Simões (DEM) lidera com folga as intenções de votos, em todas as simulações realizadas, em relação aos demais nomes citados na consulta.

No primeiro quadro, perguntado em quem o eleitor votaria se a eleição fosse hoje, Rafael Simões aparece com 41,5% das intenções de voto; Tony Mariosa (PP) está com 0,8% das intenções; Enéas Chiarini (Cidadania) surge com 0,1% e Sargeto \Silveira (PSL) tem 0,1% das intenções. Outros nomes foram citados por 0,8% dos entrevistados. Brancos e nulos somam 5,8%. Já as pessoas indecisas que ainda não pensaram em quem votar somam 51%.

Pesquisa MDA eleições em Pouso Alegre – reprodução Rede Mais

Na pesquisa estimulada, quando são apresentados os nomes dos possíveis candidatos, Rafael Simões também aparece na frente dos demais. Simões está com 67,5%; Enéas tem 9,5%; Tony Mariosa 4,8% e Sargento Silveira 3,6%. Brancos e nulos somam 9,3% e indecisos 5,4%.

Pesquisa MDA eleições em Pouso Alegre – reprodução Rede Mais

A MDA Pesquisa também simulou uma possível disputa direta entre dois candidatos. Rafael Simões surge com mais de 70% das intenções de voto contra Enéas Chiarini e Sargento Silveira.

Pesquisa MDA eleições em Pouso Alegre – Reprodução Rede Mais
Pesquisa MDA eleições em Pouso Alegre – Reprodução Rede Mais

O instituto ouviu 800 pessoas entre os dias 20 e 24 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de 3,4% para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o número 05503/2020.

Calendário eleitoral 2020

Por causa da pandemia da Covid-19, as eleições desse ano foram adiadas para o dia 15 de novembro.

Os partidos políticos têm entre a próxima segunda-feira, dia 31 de agosto, até o dia 16 de setembro para realizar suas convenções para a escolha dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador.

Os nomes que estarão na disputa para o cargo de prefeito de Pouso Alegre ainda não estão definidos.

 

Categoria: Política

Carlos Costa trabalhou na rádio Difusora de Pouso Alegre, antes de se mudar para Varginha.

Foto: reprodução Rádio Clube de Varginha

Faleceu nesta segunda-feira (03) o vereador de Varginha, Sul de Minas, e radialista Carlos Ferreira Costa Filho (MDB), aos 62 anos. O vereador, que era vice-presidente da Câmara, testou positivo para Covid-19.

Carlos Costa, como era conhecido, foi internado no dia 18 de julho no Hospital Municipal Bom Pastor com problemas respiratórios. O resultado do exame para coronavírus saiu neste domingo (02).

Carlos Costa estava em seu segundo mandato como vereador. Em 2012 foi eleito com 1.529 votos e reafirmando seu incrível trabalho junto à população, foi reeleito em 2016 como o mais votado com 2.737 votos.

Atuou nas três maiores cidades do Sul de Minas

Antes de chegar em Varginha, Carlos Costa passou por rádios de Poços de Caldas e Pouso Alegre. Em Pouso Alegre ele foi diretor da Rádio Difusora, onde se destacou com seu jeito de comunicar e inovar a programação. Por isso, foi contratado para gerenciar a Rádio Clube de Varginha.

A rádio, onde Carlos Costa era gerente há mais de 20 anos, e a Câmara Municipal emitiram notas sobre o falecimento.

Segundo comunicado da rádio, durante o período que esteve internado, o radialista passou por diversos exames que reafirmaram seu delicado estado de saúde e identificaram uma mancha no pulmão e uma infecção.

“Além de todos os problemas que Carlos já estava enfrentando, Ele fez exame para Covid-19 e o resultado positivo saiu na noite de ontem (02). Mesmo com todos os esforços da equipe médica do Hospital Bom Pastor, o quadro de saúde de Carlos se agravou nos últimos dias e infelizmente ele veio a óbito um pouco antes das 15 horas de hoje (03)”, informou a Rádio Clube.

“Apenas temos que a agradecer por termos tido o privilégio de conviver e aprender tanta coisa com esse ser iluminado, que tinha um coração maior que ele próprio. A saudade será eterna, mas o Senhor viverá para sempre em cada boa ação que fez e no coração de cada pessoa que teve o privilégio de te conhecer. Um até logo ao radialista, vereador e acima de tudo ao amigo Carlos Ferreira da Costa Filho”, finaliza a nota da Rádio Clube.

Luto oficial de três dias

A presidência da Câmara de Varginha lamentou a morte do parlamentar. “A Câmara de Varginha perde um vereador muito competente e amigo. Não imaginávamos passar por essa situação de ter que terminar esta Legislatura sem o Carlos Costa aqui. Principalmente eu, que o tinha como um amigo meu vice-presidente, muito leal e justo. Sentimos muito e nos solidarizamos com a família neste momento de profundo pesar”, diz a presidente da Casa, vereadora Zilda Silva.
Em decorrência do falecimento do vereador, foi decretado luto oficial de três dias na Câmara Municipal de Varginha.

Biografia
Natural de São José do Rio Pardo, interior de São Paulo, Carlos Ferreira da Costa Filho nasceu em 11 de março de 1958.
Filho de Carlos Ferreira da Costa e Warde Nasser João Ferreira da Costa, Carlos foi casado com Rosângela Maria Pereira Ferreira da Costa, com quem teve duas filhas: Maria Elisa e Virginia Helena.
Formado em Ciências Físicas e Biológicas, Matemática e também em Técnico em Eletricidade e Eletrônica, Carlos iniciou sua carreira de radialista na Difusora Rio-Pardense. Posteriormente trabalhou em Poços de Caldas, onde gerenciou uma emissora de rádio local e depois seguiu para Pouso Alegre, onde começou a ganhar visibilidade em todo o Sul de Minas pela sua eficiência como gerente e pela eloquência nos microfones.
Mudou-se para Varginha em 1994, para gerenciar o Sistema Clube de Comunicação, onde trabalhou com muita dedicação e amor até seus últimos dias de vida.
Por meio do seu trabalho jornalístico no noticiário “Varginha em Foco”, teve a possibilidade de conhecer as dificuldades que a população varginhense enfrentava.
Sempre preocupado com o próximo, em 1998 decidiu adicionar seu toque particular ao noticiário e lançou o quadro “A Voz do Povo”, um espaço totalmente aberto e 100% democrático, onde todos podiam se manifestar, fazer elogios, reclamações e também pedir ajuda.
Sucesso absoluto desde então, “A Voz do Povo” se tornou a marca do locutor que nunca mediu esforços para ajudar quem precisava, incluindo os animais.
Em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à comunidade, Carlos recebeu na década de 90, o Título de Cidadão Honorário Varginhense.
Depois de dar voz a população, acompanhando diariamente os problemas dos varginhenses e tentar ajudar de todas as formas possíveis, em 2012 Carlos decidiu que era hora de tentar fazer ainda mais pela população carente de Varginha, quando se candidatou a vereador pela primeira vez.
Carlos era um vereador atuante, combativo e muitas vezes reconhecido como oposição ao Governo. Mas sempre embasado em representações da população, que era o seu maior foco.