Categoria: Política

Medida foi anunciada após redução do número de casos registrados na cidade e redução na ocupação de leitos de UTI.

A prefeitura de Pouso Alegre divulgou nota na noite desta segunda-feira (25) informando que está em elaboração um novo decreto que irá flexibilizar o funcionamento de algumas atividades não essenciais, fechadas há 10 dias.

De acordo com a nota, “a decisão foi tomada após redução do número de casos registrados na cidade em comparação a semana anterior”.

A nota veio acompanhada de vídeo com a secretária de Saúde, Silvia Regina Pereira, e do diretor técnico do Hospital das Clínicas Samuel Libânio, Alexandre Hueb, onde explicam que a reabertura tem a ver com o cenário na ocupação de leitos de UTI no HCSL. A ocupação baixou de 96,66% para 86,66%. Agora, são quatro vagas disponíveis. No sábado era apenas uma (veja no vídeo).

Segundo informou a prefeitura, o novo decreto flexibilizará o comércio varejista, academias, salões de beleza e outros.

“A decisão foi tomada após reunião entre Prefeitura, vereadores, representantes da ACIPA e do Hospital Samuel Libânio. Todos os serviços liberados devem seguir os protocolos sanitário”.

Continuarão fechados

O novo ato mantém a proibição de realização de eventos e o funcionamento quadras e campos esportivos. Bares e restaurantes apenas no sistema delivery.

O decreto será assinado e publicado nessa terça-feira (26), e passa a vigorar na data de sua publicação.

Pouso Alegre registra quatro mortes no fim de semana

Pouso Alegre registrou mais quatro mortes por Covid-19 durante o fim de semana, totalizando 91 mortes. De acordo com boletim divulgado pela Prefeitura Municipal nesta segunda-feira (25), são 5.460 casos confirmados da doença no município.

Umas das vítimas desse fim de semana foi Celio Rodrigues de Lima, mais conhecido como Celinho do Atletismo. No mesmo dia, Jesus Funchal, de 75 anos, funcionário aposentado da prefeitura, também faleceu.

Hospitalização em Pouso Alegre

No momento, 267 moradores estão infectados na cidade, sendo que 572 estão em isolamento domiciliar, e 24 hospitalizados. Além disso, 42 pessoas de outros municípios também estão internadas na Regional de Saúde de Pouso Alegre.

A ocupação em leitos clínicos de Covid-19 é de 66,66%. Já de leitos de UTI é de 86,66%. Ou seja, das 30 vagas disponíveis, 26 já estão preenchidas.

Categoria: Política

Segundo Rafael Simões, os estabelecimentos permanecem fechados por causa da situação do hospital regional, que está quase lotado. 

O prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões, se reuniu com representantes do comércio, nesta segunda-feira (18), para tratar de uma possível reabertura dos estabelecimentos comerciais no município. No entanto, diante da situação do Hospital das Clínicas Samuel Libânio, ficou decidido que os serviços não essenciais, por hora, permanecem fechados.

Os representantes da Associação Comercial de Pouso Alegre (ACIPA) entregaram ao chefe do Executivo Municipal um pedido de revogação do decreto que determina o fechamento e solicitaram a reabertura do comércio local. Durante o encontro, Rafael Simões apresentou todas as dificuldades enfrentadas pelo município nesse momento, como a necessidade de reduzir a circulação de pessoas para inibir contaminação cruzada por covid-19.

“Jamais gostaria de estar fechando o comércio da nossa cidade, até porque eu sei da importância que ele tem, mas é um momento que precisamos entender que o nosso hospital regional está lotado. Nós estamos aí, até em respeito aos funcionários da saúde, tomando uma atitude drástica, que é momentânea”, explica o prefeito.

Rafael Simões ainda afirma que acredita que comércio está seguindo as regras para evitar o contágio pelo coronavírus, mas que o aumento da circulação de pessoas levou o hospital regional a ficar lotado. As sugestões da Associação Comercial para flexibilização foram recebidas e serão avaliadas pela administração municipal e, caso sejam viáveis, poderão ser implementadas.

“Eu acredito que se nós continuarmos trabalhando rapidamente, semana que vem já teremos um alívio na vagas de UTI, que é tão importante. A grande missão do setor público nesse momento é não deixar faltar atendimento à população”, destacou o prefeito.

Comerciantes fazem nova manifestação

Comerciantes voltaram a protestar, nesta segunda-feira (18), pela reabertura do comércio em Pouso Alegre. A concentração começou por volta das 15h15 na avenida Tuany Toledo, no Fátima I.

“O objetivo da manifestação de hoje é o mesmo objetivo da manifestação de sábado, que é a reabertura do comércio. A gente está aqui lutando para que o comércio seja reaberto, porque entendemos que não somos responsáveis pelo aumento no número de contaminados na cidade.”

Dessa vez os manifestantes fizeram uma carreata com o intuito de abranger uma parte maior da cidade. O protesto seguiu até a avenida Perimetral, no Centro, e reuniu em torno de 200 carros.

Categoria: Política

Medida foi tomada após prefeito de Pouso Alegre cobrar colegas devido à falta de leitos de UTI no principal hospital da região.

Prefeitos da região aderem ao movimento de fechar serviços não essenciais – reprodução

Prefeitos de cidades que têm Pouso Alegre como referência se reuniram na manhã deste sábado (16) e definiram também decretar o fechamento do comércio não essencial em seus municípios. O encontro foi realizado na prefeitura de Camanducaia, com a presença de prefeitos ou representantes de Cambuí, Córrego do Bom Jesus, Estiva, Itapeva e Senador Amaral.

O prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões, também participou da reunião. Ontem (15), após assinar o decreto que fechou o comércio não essencial, Simões sugeriu aos colegas prefeitos das cidades vizinhas a tomar uma atitude forte. “Do contrário, você não terá para onde mandar os pacientes contaminados”, alertou.

O prefeito de Camanducaia, Rodrigo Alves de Oliveira (MDB), anfitrião no encontrou. Afirmou em entrevista à radio da cidade que havia recebido uma ligação do prefeito de Pouso Alegre, relatando que não havia mais leitos de UTI disponíveis no Hospital das Clínicas Samuel e que há dificuldade na compra de oxigênio para reposição de estoque. As prefeituras da microrregião enviam seus pacientes para Pouso Alegre na hora que há agravamento do quadro de saúde.

Conforme o boletim epidemiológico divulgado por Pouso Alegre neste sábado, com dados de sexta, dos 30 leitos de UTI disponibilizados para o tratamento de Covid, 28 estavam com pacientes, o que representa 93.33% do total. Sendo que 25 pacientes nas UTIs são de cidades vizinhas.
Outra prefeitura da regional que também decretou o fechamento do comércio não essencial é Congonhal. O prefeito Moisés Ferreira Vaz adotou a medida considerando as declarações do prefeito de Pouso Alegre da falta de leitos e escassez de oxigênio no mercado.

Em todos os casos, os políticos pediram desculpas aos comerciantes que serão atingidos pelas medidas e disseram não haver outra saída, neste momento.

Categoria: Política

Chapa única é composta por cinco vereadores da base do prefeito Rafael Simões (DEM). Dias afirma que sua gestão vai destacar as ações de toda a Câmara e terá diálogo intenso com o Executivo Municipal.

Na noite dessa sexta-feira (1º), após a posse dos vereadores eleitos, o vereador Bruno Dias (DEM) foi eleito presidente da Câmara Municipal de Pouso Alegre para o primeiro ano da Legislatura 2021/2024. Com chapa única apresentada na eleição, Bruno Dias recebeu o voto de todos os demais colegas.

O vereador está em seu segundo mandato e vai ocupar a presidência da Casa pela primeira vez. Em entrevista, Bruno Dias enfatiza que sua atuação será em prol de toda estrutura da Câmara Municipal.

“Como falei no meu discurso, será um trabalho sóbrio, austero, que a gente vai buscar da protagonismo para a Casa, especialmente ao Museu, Escola do Legislativo e as sessões que a gente faz aqui. Vamos fazer uma presidência onde o presidente vai aparecer pouco, para que todo o conjunto de vereadores e de funcionários da Casa possam brilhar”, afirma.

Bruno Dias, que foi líder do prefeito Rafael Simões no mandato anterior, afirma que a relação com o Executivo será de diálogo.

“Vai ser um trabalho de diálogo intenso com o Poder Executivo, como foi no último ano. E o resultado que as urnas mostraram nos provam que a gente estava correta. Assim, a população ganha e a cidade, como um todo, prospera”, diz.

O mandato de presidente na Mesa Diretora na Câmara Municipal de Pouso Alegre tem duração e um ano.

Os demais membros da chapa eleita são:  Vice-Presidente, Elizelto Guido (Patri), 2°Vice-Presidente Dionício Pereira (DEM), Secretário Leandro Morais (PSDB), 2°Secretário Miguel Júnior Tomatinho (PSDB).

Categoria: Política

Reeleito com 79,50% dos votos, o prefeito tomou posse nesta sexta (1º), em cerimônia realizada na Câmara Municipal. Simões explica que apenas duas mudanças serão feitas em sua equipe de governo.

Durante o discurso de posse para seu segundo mandato como prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões (DEM), destacou as realizações dos primeiros quatro anos, citando as principais ações de cada secretaria. Na sequência, o prefeito falou do plano de governo para o segundo mandato.

Reeleito com 79,50% dos votos válidos, Rafael Simões disse que vai atuar para fortalecer a educação e a saúde; concluir e fazer novas obras estruturais.

O prefeito afirma ainda, que outro compromisso de sua administração é fazer a rescisão de contrato de concessão com a Copasa, que vai até 2043. “Tentamos de todas as formas fazer com que a Copasa entregasse em trabalho de qualidade para o povo de Pouso Alegre. Não dá mais. Vamos partir para a rescisão. Nós já estamos contratando uma empresa para fazer o plano de saneamento básico, que vai dar as diretrizes para montarmos o processo licitatório de contratação de uma nova empresa”, afirmou.

Após a cerimônia de posse, Rafael Simões falou com a reportagem do Terra do Mandu. Ele conta que, entre os projetos estruturais, está a construção de novos acessos à Pouso Alegre através da rodovia Fernão Dias.

O prefeito também explica que, nesse primeiro momento, serão feitas apenas duas mudanças entre os secretários que concluíram o primeiro mandato.

VEJA A ENTREVISTA ACIMA

Prioridade do segundo mandato

“Agora nós vamos nos dedicar a boras estruturais maiores. Nós estamos com um terço da obra de construção da rede pluvial do grande centro; acreditamos que já melhorou, mas ainda temos que fazer a galeria nova; vamos dar sequência na obra da avenida Faisqueira; vamos fazer um novo acesso a Pouso Alegre pelo bairro Algodão; da mesma forma, vamos fazer um acesso de Belo Horizonte/Pouso Alegre passando por trás da Cimed. E temos outros projetos grandes que estamos negociando emendas para entregar ao povo de Pouso Alegre.

No que diz respeito à educação e à saúde, já temos dinheiro reservado para fazer novas escolas, novas creches e novas UBS para atender, de forma mais eficiente, a nossa população.

Mudanças no Secretariado

“Nós teremos apenas duas modificações. Na secretaria de Políticas Sociais, João Batista pediu para sair para cuidar dos netos e descansar. Para o lugar dele vem o coronel Lambert. Na secretaria de Planejamento, sai o Alberto de Maia Valério, que irá abrir sua própria empresa, e entra o ex-superintendente do Banco do Brasil, Arimatéia. No mais, nossa equipe fica a mesma”, conta.

Categoria: Política

Posse foi realizada na Câmara Municipal. Foto: Terra do Mandu

O prefeito reeleito em Pouso Alegre, Rafael Simões (DEM), e o vice-prefeito, Cel Dimas da Fonseca (PSDB), tomaram posse no início da noite desta sexta-feira, 1º de janeiro. Também foi dada a posse aos 15 vereadores eleitos para a Legislatura 2021/2024.

A cerimônia ocorreu na Câmara Municipal, seguindo as regras contra a Covid-19, por isso, sem a presença de público. Apenas alguns secretários e, no máximo, dois parentes de cada empossado acompanharam o evento no auditório.

Seguindo o regimento interno da Câmara, a primeira sessão foi presidida pelo vereador mais velho, nesse caso, Gilberto Barreiro (PP), que coordenou os trabalhos, com o juramento dos empossados e assinatura dos termos de posse.

O prefeito Rafael Simões fez um longo discurso de agradecimento a familiares, amigos empresários, todos os secretários que o acompanharam no primeiro mandato e aos deputados Dr Paulo (estadual) e Bilac Pinto (federal).

Na sequência, Simões destacou as ações de cada secretaria de seu governo, para depois, falar das metas para o segundo mandato que se inicia.

Rafael Simões foi reeleito prefeito de Pouso Alegre com 79,50% dos votos. O prefeito tem 56 anos, é advogado e professor.

Após o juramento de posse dos vereadores, foi realizada a eleição da Mesa Diretora para o primeiro ano. A única chapa inscrita, com o vereador Bruno Dias (DEM) como presidente, foi eleita por unanimidade. Bruno Dias está em seu segundo mandato e vai presidir a Câmara pela primeira vez.

Os vereadores empossados:

  • Leandro Morais – PSDB – 2.321 – Votos
  • Tomatinho do Hospital – PSDB – 2089 – Votos
  • Dionício do Pantano – PSDB – 1.940 – Votos
  • Hélio da Van – MDB – 1.602 – Votos
  • Gilberto Barreiro – PP – 1.479 – Votos
  • Oliveira Altair – DEM – 1.446 – Votos
  • Bruno Dias – DEM – 1.393 – Votos
  • Igor Tavares – PSDB – 1.273 – Votos
  • Odair Quincote – Patriota – 1.268 – Votos
  • Elizelto Guido – Patriota – 1.020 – Votos
  • Dr Edson – Cidadania – 946 – Votos
  • Reverendo Professor Dionísio – DEM – 870 – Votos
  • Wesley do Resgate – PP – 850 – Votos
  • Ely do Celinho Autopeças – DEM – 847 – Votos
  • Arlindo Motta – PTB – 695 – Votos

Categoria: Política

Reginaldo Coutinho foi o terceiro mais votado. Ele estava internado em Itajubá, onde é funcionário público.

Ainda não há informações se haverá velório. Imagem: reprodução

O vereador eleito de Congonhal, Reginaldo Coutinho, do Republicanos, morre em decorrência de complicações da COVID-19, na manhã desta quinta-feira, 31 de dezembro, véspera da posse para o primeiro mandato. Reginaldo tinha 43 anos e faleceu no Hospital Escola, em Itajubá, onde estava internado para o tratamento da doença.

A morte do vereador eleito foi confirmada pelo atual presidente da Câmara e prefeito eleito de Congonhal, Moisés Ferreira Vaz, que também é o presidente do Republicanos. Moisés disse estar arrasado com a notícia.

Ainda de acordo com o presidente da Câmara, Reginaldo foi diagnosticado com a COVID-19 há cerca de 20 dias. Ele é funcionário público na Câmara Municipal de Itajubá e o quadro se agravou quando estava na cidade, sendo internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Escola.

“Mas ele já tinha melhorado e saído do coma. Estava no quarto. Infelizmente, tivéssemos essa triste notícia hoje. A irmã dele me ligou, confirmando a morte. Ainda não temos os detalhes, pois ele já estava em fase de recuperação. Mas as complicações pós-COVID é coisa séria”, lamenta Moisés que ainda disse que estavam preparando para a posse de amanhã, dia 1º de janeiro.

Reginaldo e família moram no bairro Canta Galo, na zona rural entre Pouso Alegre e Congonhal. Essa foi a segunda eleição municipal que ele participou da disputa de uma vaga na Câmara Municipal de Congonhal, sendo eleito como o terceiro mais votado, com 465 votos. O município teve pouco mais de sete mil votos válidos.

Ainda não há informações se haverá velório.

Categoria: Política

‘Show da Virada’ promovido nos últimos anos na Avenida Tuany Toledo foi cancelado para evitar disseminação da COVID-19. A queima de fogos promovida há mais de 20 anos pelo Hotel Marques Plaza já havia sido cancelada.

Público lotou a ‘Bia Gastronômica’ durante o Show da Virada de 2019/2020 Foto: Ascom Prefeitura/Divulgação

A Prefeitura de Pouso Alegre divulgou nota, na tarde desta quarta-feira (30), confirmando o cancelamento dos eventos de comemoração do Ano Novo, promovido pela administração nos três anos anteriores, como o “Show da Virada”, realizado na Av. Prefeito Tuany Toledo.

De acordo com o texto, o cancelamento obedece às medidas de restrição e prevenção sanitárias para enfrentamento da COVID-19, estabelecidas no Decreto 5.147/20 e demais editados pelo município.

Na semana passada, o Marques Plaza Hotel já havia anunciado o cancelamento da tradicional queima de fogos, realizada a partir de seu heliponto há mais de 20 anos.

Ainda segundo a prefeitura, os eventos particulares e de instituições privadas podem ser realizados, porém de acordo com as normas sanitárias e de segurança contidas nos decretos municipais.

Entre as medidas estão a proibição de aglomerações, com os estabelecimentos tendo que disponibilizar apenas 50% da capacidade de mesas nas áreas internas. Fila e álcool em gel são obrigatórios para o controle de acesso aos locais.

Números da pandemia em Pouso Alegre

Pouso Alegre é o município do Sul de Minas com o maior número de moradores contaminados e onde há mais vítimas fatais causadas em decorrência da COVID-19.

Conforme o boletim epidemiológico divulgado nesta terça (29), o total de pessoas infectadas é de 4.263, sendo que 4.031 são pacientes considerados já recuperados da doença. O número de obtidos pelo coronavírus está em 80, sem nenhum novo caso nessa última semana.

Categoria: Política

Os dois estão em isolamento em suas casas e participarão de posse online. As esposas também estão com o coronavírus


Prefeito eleito é atual vice-prefeito da cidade e vice eleito é atual secretário de Saúde. Imagem: reprodução campanha Christian Gonçalves

O prefeito eleito de Itajubá, no Sul de Minas, Christian Gonçalves (DEM), e o vice-prefeito, Dr. Nilo Baracho (MDB), foram diagnosticados com a COVID-19. De acordo com nota divulgada pela prefeitura, os dois políticos fizeram o exame de detecção através do swab nasal, nesta segunda-feira (28), e testaram positivo para o Novo Coronavírus. As esposas do prefeito eleito e do vice eleito também estão contaminadas.

Ainda segundo a nota da prefeitura, os políticos e suas espoas estão bem de saúde, apresentando apenas sintomas leves da doença e seguem em isolamento domiciliar.

Tomarão posse online

Por causa da confirmação da infecção por COVID-19, a posse do prefeito e de seu vice, que estava marcada para ocorrer no Teatro Municipal de Itajubá, foi transferida para o plenário da Câmara Municipal, mas sem a presença física dos eleitos. Christian Gonçalves e Nilo Baracho vão participar através da internet, em transmissão online, sexta-feira, dia 1º, às 17h.

Christian, que o atual vice-prefeito da cidade, foi eleito prefeito para o mandato 2021/2024 com 45,69% dos votos entre os seis candidatos na disputa. O seu vice também faz parte da atual administração como secretário municipal de Saúde.

Situação da COVID-19 em Itajubá

Itajubá contabiliza, até o momento, 1.931 casos confirmados de COVID-19, com 1.842 pacientes considerados recuperados e 15 em tratamento. O município registrou, até o momento, 74 vítimas fatais por causa da pandemia.

Morte do pai do prefeito de complicações da COVID

No último dia 19/12, Sebastião Imar Martins Riera, tinha 72 anos, pai do atual prefeito de Itajubá Rodrigo Riera, faleceu em decorrência de complicação da COVID-19. Sebastião Rieira era empresário, dono de uma rádio, e foi vereador na cidade por quatro mandatos.
Ele faleceu no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde ficou internado por três dias. Conforme a assessoria da prefeitura, o pai do prefeito se tratou da COVID em Itajubá e foi transferido para São Paulo quando a situação se agravou devido às complicações da doença.

Ainda segundo a assessoria, o empresário tinha comorbidades e faleceu em virtude das sequelas da COVID, quando não tinha o coronavírus ativo no organismo.

Categoria: Política

Consórcio de saúde reúne 31 municípios da região. Foto: Ascom Prefeitura/Divulgação

Os prefeitos que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Municípios da Microrregião do Médio Sapucaí (CISAMESP) participaram da reunião de encerramento das atividades de 2020 e eleição do novo conselho diretor, para obiênio 2021/2022.

Os prefeitos e lideranças dos 31 municípios conveniados ao CISAMESP elegeram, por unanimidade, o prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões, como novo presidente do CISAMESP; e o prefeito de Bom Repouso, Edmilson Andrade, como o vice-presidente do consórcio, além de José Carlos de Oliveira como o secretário executivo do órgão.

O CISAMESP atende a uma população estimada de 520 mil habitantes com consultas e exames de média complexidade, além de transporte em saúde seguro e gratuito para todos os usuários dos municípios consorciados.

A missão do CISAMESP é proporcionar um atendimento eficaz e de qualidade seguindo aos preceitos do SUS (Sistema Único de Saúde), em pareceria com a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, Ministério da Saúde e Prefeituras Municipais.

Rafael Simões e Edmilson Andrade comandam o CISAMESP. Foto: Ascom prefeitura/Divulgação