Acordo de cooperação Sicredi e OAB Itajubá - Imagem - reprodução

Categoria: Economia

Acordo de cooperação Sicredi e OAB Itajubá - Imagem - reprodução
Acordo de cooperação Sicredi e OAB Itajubá. Imagem: Divulgação

Visando apoiar os advogados associados, disponibilizando produtos e serviços financeiros com condições diferenciadas e soluções voltadas à geração de valor e desenvolvimento da classe, o Sicredi assinou acordo de cooperação com a Ordem dos Advogados do Brasil Seção Minas Gerais (OAB/MG), 23ª Subseção de Itajubá/MG. A parceria beneficiará cerca de 900 profissionais, de seis municípios da microrregião, que poderão contar com diferenciais exclusivos.

A assinatura do acordo ocorreu no fim do mês passado (25/10), com a presença do presidente da 23ª Subseção, Alexandre Masselli, e dos gerentes das agências do Sicredi – Itajubá Centro, Leandro Henrique Schiel, e Itajubá Boa Vista, Diogo Luiz Krug dos Santos.

Segundo o gerente regional de desenvolvimento da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG em Minas Gerais, Vitor Fernando Debortolli, a proposta foi construída com base nas necessidades dos profissionais. “Evoluímos com um questionário para, num primeiro ponto, entendermos a necessidade desses mais de 900 advogados, o que eles esperavam de uma instituição financeira e o que a instituição poderia ofertar para esse perfil de associados. A partir desse questionário, vieram muitas oportunidades e nós, enquanto Cooperativa, com o viés de estarmos próximos dos nossos associados e ofertar soluções financeiras que se adequem a cada perfil, criamos então esse convênio”, comenta.

Os benefícios, de acordo com ele, já podem ser acessados pelos advogados. Além do relacionamento simples e próximo, característica do Sicredi, eles encontram um atendimento personalizado. “Temos a possibilidade de atender, nas duas agências do Sicredi em Itajubá, todos os associados que fazem parte da 23ª Subseção, com produtos de crédito, produtos especiais de investimento, demandas específicas sobre cartões de crédito e todas as áreas que vinculem pessoas jurídicas para atendimento dos advogados associados”, ressalta Debortolli. “Agradeço aqui, em nome da nossa Cooperativa, ao doutor Alexandre Masseli, por ter nos recebido tão bem e nos apoiado na formalização deste convênio”, finaliza.

Sobre o Sicredi

Comprometido com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua, o Sicredi é a primeira instituição financeira cooperativa do Brasil e tem um modelo de gestão que valoriza a participação dos mais de 5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi conta com mais de 2.000 agências em todas as regiões do país e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.

A Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, por sua vez, é uma das 108 cooperativas ligadas ao Sistema Sicredi, com 40 anos de atuação e mais de 100 mil associados. No Sul de Minas Gerais, está presente desde 2019 e atualmente conta com oito agências nos municípios de Itajubá, Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, Extrema, Cambuí e Paraisópolis.

Saiba mais sobre o acordo de cooperação

Para mais informações sobre o acordo de cooperação com a 23ª Subseção da OAB, visite uma das agências do Sicredi em Itajubá: Agência Itajubá Centro (Rua Antônio Simão Mauad, 72, Centro, telefone 35 3622 2977) ou Agência Itajubá Boa Vista (Rua Dona Maria Carneiro, 355, bairro Boa Vista, telefone 35 3621 8763).

Semana Global de Empreendedorismo tem atividades gratuitas em Pouso Alegre e Cambuí. Imagem: Terra do Mandu

Categoria: Economia

Pouso Alegre e Cambuí recebe oficinas e palestras gratuitas como parte da programação da  14ª Semana Global do Empreendedorismo (SGE), maior evento mundial de mobilização empreendedora. VEJA PROGRAMAÇÃO ABAIXO.

As atividades de capacitação e orientação são realizadas entre os dias 16 e 18 de novembro. Os empreendedores ou pessoas que querem empreender podem fazer a inscrição no site empreendedorismo.org.br ou pelo telefone (35) 3422-9022.

“Desde de 2007 existe a Semana Global de Empreendedorismo em todo o mundo e o Sebrae é um dos apoiadores. Então, nós fazemos oficinas, cursos, justamente, para conectar as pessoas para impulsionar o empreendedorismo. E para que as pessoas saiam inspiradas a ter o seu negócio”, conta a analista do Sebrae, Pâmela Dias.

O tema geral da SGE 2021 é “Empreendedorismo e inclusão no contexto pós-pandemia.” Por isso, as ações do Sebrae na SGE priorizam a disseminação de conhecimentos nas áreas de educação empreendedora, inovação, marketing e vendas, digitalização, acesso a crédito e gestão financeira, entre outros assuntos alinhados a uma nova realidade imposta pela pandemia.

Aumento de empreendedores

De acordo com a Global Entrepreneurchip Monitor (GEM) 2020, principal pesquisa sobre empreendedorismo no mundo, o número de empreendedores em estágio inicial no Brasil alcançou a maior taxa dos últimos 18 anos (23,4%), somando 32,6 milhões de pessoas.

Metade desses novos empreendedores abriu o negócio por necessidade. “Os novos empreendedores, principalmente os mais vulneráveis, como as mulheres e os jovens entre 18 e 24 anos, de baixa renda e escolaridade, são os que precisam de mais atenção. Por isso, eles estão sendo priorizados na programação da SGE deste ano”, destaca Marden Magalhães, diretor de Operações do Sebrae Minas.

Evento em Pouso Alegre:

A programação de Pouso Alegre será realizada no dia 16/11, terça-feira, 19h, com a palestra “Como se tornar um empreendedor de sucesso em meio a crise”, com o empresário Gilmar Claret. O evento será no auditório da Associação do Comércio e Indústria de Pouso Alegre – Acipa (Praça Senador José Bento, 118, centro).

Programação em Cambuí

Em Cambuí a programação terá palestras e oficinas entre os dias 16/11 e 18/11. Confira:

16/11 – 13h30 – Oficina “Aperfeiçoando minha empresa para o sucesso” – Sicredi.

19h – Palestra “Você é um ponto com ou ponto fora?” – Teatro do Paço.

17/11 – 13h30 – Oficina “Como está sua relação com o dinheiro?” – Sicredi.

17/11 – 13h30 – Oficina “Socorro! Estou perdido com o marketing da minha empresa!” – Polo Faex.

17/11 – 19h – Palestra “Não existe segredo para iniciar seu negócio” – Teatro do Paço.

18/11 – 13h30 – Palestra “Aumente suas vendas on e offline” – Polo Faex.

18/11 – 19h – Palestra “Aprimore o atendimento e melhore suas vendas” – Teatro do Paço.

Categoria: Economia

Termina nesta quarta-feira (10) o prazo para se inscrever em cursos técnicos integrados e subsequentes e cursos superiores do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS). São 3292 vagas de 79 cursos. As opções valem para os campi de Carmo de Minas, Inconfidentes, Machado, Muzambinho, Passos, Poços de Caldas, Pouso Alegre e Três Corações.

As inscrições são gratuitas para os cursos técnicos. Já quem quer fazer um curso superior terá que pagar taxa de R$ 25. Em todos os casos o ensino é gratuito, por ser uma instituição federal. As aulas começam no primeiro semestre de 2022.

O ensino superior tem o maior quantitativo de vagas, são 1392, seguido por 1280 no ensino integrado, 585 para o subsequente e 35 para quem quer cursar Especialização Técnica em Energia Solar Fotovoltaica. O prazo para se inscrever no portal da instituição termina às 17h59.

A seleção dos inscritos para a graduação será por prova presencial, nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), além de utilização do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de premiação em Olímpiadas do Conhecimento. No Ensino Técnico é feita apenas análise de histórico escolar.

Categoria: Economia

O amor por hambúrguer faz parte da vocação familiar que João Souza herdou do pai, Ildeu Júnior, em Pouso Alegre (MG). O empresário agora investe junto com a sócia e esposa, Caroline Coutinho, R$ 5 milhões em sua empresa que começou com um sonho derivado desse amor. A previsão é que em 2022 a empresa atualmente local, ganhe o mercado nacional.

SONHO QUE COMEÇOU COM CARNE MOÍDA

O pai de João tem há décadas um trailer de lanches no município. Quando mais novo, João o ajudava. O passar do tempo o levou a trabalhar em São Paulo por dez anos, como executivo em uma multinacional. O sonho de empreender no ramo da família o fez abrir mão do emprego há cinco anos e criar uma indústria que fabrica hambúrguer para supermercados e empresas.

Com o crescimento de 100% a cada ano a empresa está em fase de expansão. Em um terreno na área industrial ela ganha uma sede de 5 mil metros quadrados e expectativa de ampliar de 17 para 40 o número de empregos diretos.

A expectativa é inaugurar no primeiro semestre de 2022 a sede e com isso, ampliar a produção que atualmente é de 20 mil hambúrgueres e deve crescer sete vezes.

Categoria: Economia

Seguimento de tecido, vestuário e calçados será aquele com mais contratações, conforme pesquisa. Foto: Terra do Mandu

O segundo semestre de 2021 deve movimentar a economia e gerar novos empregos devido ao calendário de datas importantes para o varejo. De acordo com pesquisa elaborada pela Fecomércio MG, 12,7% dos empresários de Minas Gerais pretendem contratar funcionários por período determinado neste fim de ano. E a proximidade da Black Friday e do Natal devem intensificar ainda mais as contratações temporárias.

“Todo o período de fim de ano nós temos um aumento na demanda, por bens e serviços, por parte das famílias. E isso decorre pela proximidade de datas com forte peso no calendário varejista: que é o caso do Natal, que tem forte peso emotivo, e a Black Friday, que tem um forte apelo comercial. Então essas duas datas, independente do cenário – se estamos em crise ou em crescimento econômico -,  elas giram a roda da economia. Porque as famílias vão ao consumo por causa desses apelos, explica o economista-chefe da Fecomércio MG, Guilherme Almeida.

“Então existe uma sazonalidade gerada por essas datas, e ocorre a necessidade do reforço do quadro de colaboradores nos estabelecimentos varejistas do estado”, afirma o economista da Fecomércio MG.

De acordo com a pesquisa “Contratação de Temporários 2021”, entre os cargos de maior destaque estão vendedores (79,6%), operadores de caixa (12,2%) e estoquistas (12,2%). Já o segmento que deve ter mais admissões é o de tecido, vestuário e calçados (29,7%); seguido de supermercados, hipermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (10,6%); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (9,7%); móveis e eletrodomésticos (9,5%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (8,0%).

Possibilidade de efetivação no trabalho

A oferta de vagas temporárias pode ser uma boa oportunidade para quem busca voltar para o mercado de trabalho. De acordo com o levantamento da Fecomércio MG, mais de 50% das empresas pretendem efetivar funcionários, principalmente entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022.

Isso revela que o índice é 36,3 pontos percentuais (p.p.) superior ao ano passado, tornando as contratações temporárias uma porta de entrada para a recolocação profissional. O economista da Fecomércio destaca que dois fatores são decisivos para efetivação do funcionário, após o término do prazo do contrato.

“Primeiro, é o desempenho do profissional em si, se ele tem um desempenho favorável nas suas atividades e entrega resultados. E o segundo fator é  externo ao alcance do trabalhador, que é o atendimento as expectativas de vendas do estabelecimento. Isso depende de inúmeros fatores da economia. Sanado esses dois fatores, existe uma chance muito grande de efetivação”, destaca Guilherme Almeida.

Apesar de uma parcela dos empresários estar disposta a contratar, a maioria não encontra motivos para reforçar o quadro de funcionário, seja por falta de movimento que justifique as contratações (54,8%), a não contratação de funcionários temporários para o período (27,4%) e a queda nas vendas do comércio (6,9%). Além disso, 30,6% dos entrevistados apontaram a falta de experiência e/ou capacitação e a dificuldade de encontrar profissionais com o perfil adequado para a função como fatores que dificultam a contratação temporária.

A Fecomércio MG esclarece que a pesquisa foi realizada com empresários do comércio varejista das cidades de maior impacto no Produto Interno Bruto (PIB) do estado: Belo Horizonte, Betim, Contagem e Uberlândia. A margem de erro da análise “Contratação de Temporários 2021” é de 5%, enquanto o nível de confiança é de 95%.

Leia também: Supermercados BH abre 107 vagas de emprego para loja em Pouso Alegre

Categoria: Economia

Supermercados BH abre 107 vagas de emprego para loja em Pouso Alegre. Imagem: reprodução SerraSul Shopping

A rede de supermercados BH anunciou a abertura de 107 vagas de emprego para Pouso Alegre, Sul de Minas. Os contratados irão trabalhar na unidade da rede, que deve ser inaugurada em dezembro, no SerraSul Shopping.

Os interessados já podem entregar currículo na sede da Associação Comercial (Acipa), na Praça Senador José Bento, 118, ou no Centro de Apoio ao Cidadão (CAC), que fica no prédio da Câmara Municipal, no bairro Primavera. Podem se cadastrar pelo site da Acipa ou mandar o currículo pelos e-mails atendimento@acipa.com.br ou vagascac@gmail.com

As vagas abertas são para os cargos de Gerente de Loja, Encarregados de Setores (Mercearia, Açougue, Frios, Padaria, Depósito), Encarregado de Frente de Caixa, Tesoureiro (a), Fiscal de Loja, Operadora de caixa, Repositor, Embalador, Atendente de Frios, Auxiliar de padaria e Orientador de Estacionamento.

A seleção dos candidatos deverá ocorrer ainda em novembro para início no mês de dezembro, quando a loja será inaugurada na cidade.

Categoria: Economia

O mutirão de empregos vai ofertas 112 vagas em sete empresas em parceria com o Centro de Apoio ao Cidadão (CAC) de Pouso Alegre. Para facilitar o acesso ao mercado de trabalho, o CAC oferta um workshop gratuito nesta quinta-feira (28) para candidatos que se inscreveram neste evento que é um curso com objetivo de capacitar e indicar os melhores cargos de acordo com cada perfil.

Não é preciso fazer o workshop para se candidatar às vagas, acrescenta a coordenadora do CAC, Eliane Ramos. “São vagas de auxiliar de produção, logística, serviços gerais, auxiliar de limpeza, entre outras”. Para quem quer se candidatar, Eliane recomenda que faça a “inscrição através do site da Acipa www.acipa.com.br ou através aqui do nosso balcão, aqui do balcão do CAC.  Pode vir até nós que nós faremos as inscrições”.

Candidatos que querem se inscrever presencialmente podem ir até o CAC na Câmara Municipal, na Avenida São Francisco, 320, entre 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. O telefone para informações é (35) 3429-6512.

Qualificação e atualização cadastral

Qualificação pode ser o diferencial na obtenção de uma vaga, destaca Eliane. Ela acrescenta que para quem já tem cadastro no CAC “é interessante que eles façam o recadastramento desse currículo, ou pelo site ou aqui no nosso balcão e isso a cada seis meses”. Além das vagas do mutirão há mais 66 abertas no banco de vagas do CAC.

Categoria: Economia

Inovar, reduzir custos e aumentar a produtividade e o faturamento são alguns dos benefícios oferecidos gratuitamente pelo ALI Brasil Mais. O programa está com inscrições abertas, em Pouso Alegre e outras cidades do Sul de Minas, até o dia 30 de outubro, no site ou pelo telefone (35) 3422-9022. Podem participar microempresas e empresas de pequeno porte do setor de comércio, indústria ou serviços.

Realizado e subsidiado pelo Sebrae Minas, o programa oferece acompanhamento especializado e contínuo durante quatro meses, em formato híbrido – com encontros on-line e presenciais. O participante será acompanhado por um Agente Local de Inovação, que irá orientá-lo na implementação de ferramentas ágeis com soluções voltadas para melhoria da gestão, inovação de processo, aumento da produtividade e redução de desperdícios.

“É cada vez mais urgente que as empresas invistam em uma gestão mais ativa, seja para tomada de decisões ou mudanças que gerem melhorias rápidas, de baixo custo e alto impacto. O programa ALI Brasil Mais é uma oportunidade para que essas transformações aconteçam nos negócios”, afirma a analista do Sebrae Minas Tatiana Bastos.

O próximo ciclo do programa tem início em novembro deste ano e termina em março de 2022.

 Ali Brasil Mais

Desde o início de 2021, o programa ALI integra o Brasil Mais, iniciativa da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia. O programa, criado pelo Sebrae, tem abrangência nacional e está consolidado como estratégia e diferencial competitivo para empresas de pequeno porte nas 27 Unidades da Federação, com resultados significativos desde 2010, quando foi lançado.

A iniciativa pretende aumentar a produtividade e a competitividade das empresas brasileiras, com a promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e de alto impacto, por meio do acompanhamento contínuo e de consultorias especializadas.  Os especialistas responsáveis pelas orientações às empresas são treinados e preparados para aplicar a metodologia exclusiva em parceria com CNPQ, selecionados e capacitados pelo Sebrae, que vão até o estabelecimento ou realizam o atendimento on-line.

SERVIÇO:

ALI Brasil Mais

Data: até o dia 30 de outubro.

Inscrições: https://brasilmais.economia.gov.br/.

Informações: (35) 3422-9022.

Categoria: Economia

A partir desta quarta-feira (06), os beneficiários do Auxílio Emergencial 2021 nascidos em abril podem sacar ou transferir os recursos da 6ª parcela que foram creditados na Poupança Social Digital. Os recursos ainda podem ser movimentados pelo aplicativo CAIXA Tem e na Rede Lotérica de todo o país.

As agências da CAIXA abrem as portas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Não é preciso madrugar ou chegar antes do horário de abertura. Todas as pessoas que procurarem atendimento durante o horário de funcionamento serão atendidas.

Calendário de saques do Auxílio Emergencial 2021 – reprodução

Como realizar o saque em dinheiro

Para realizar o saque em dinheiro, é preciso fazer o login no aplicativo CAIXA Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”.

Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora.

O código deve ser utilizado para saque em dinheiro nas agências, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes CAIXA Aqui.

Continua disponível aos beneficiários a opção de utilização dos recursos creditados na Poupança Social Digital para a realização de compras, por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços.

Com o aplicativo CAIXA Tem, também está disponível a funcionalidade para pagamentos sem cartão nas cerca de 13 mil unidades lotéricas do banco.

Categoria: Economia

Extrema, Poços de Caldas e Pouso Alegre são as cidades do Sul de Minas que mais criaram vagas de emprego com carteira assinada no mês de agosto. A informação está nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (29/9) pelo Ministério da Economia.

Mais uma vez, Extrema lidera o ranking de novos postos de trabalho, com saldo de 836 registros, entre desligamentos e contratações. Destaque para os setores de serviços (329 vagas), comércio (266 vagas) e indústria (253 vagas).

O município também lidera a geração de vagas no ano, com 3.636 entre janeiro e agosto. O que já era esperado, diante das vagas anunciadas nos últimos meses por grandes indústrias e centros de distribuição instalados na cidade.

No ano, Pouso Alegre tem a segunda melhor média do Sul de Minas, com total de 2.603 nos oito meses de dados divulgados pelo Caged. No mês de agosto, a cidade voltou a ter saldo positivo na criação de novos empregos com carteira assinada. Foram 540 novas vagas. A cidade havia ficado com saldo negativo de -3 no mês anterior. Esse mês as contratações em indústria (287), seguidas pelo setor de serviço (213), puxou os números para cima.

Para o mês de agosto, Poços de Caldas foi a segunda cidade do Sul de Minas com melhor saldo de novos empregos, com 622 cargos. No ano, o saldo é de 2.202, terceiro melhor da região.

Itajubá tem saldo positivo de 77 vagas em agosto e no acumulado do ano está com 1.239. Já Santa Rita do Sapucaí vem de dois meses fechando mais vagas de emprego do que abrindo. Foram menos 152 em agosto, contra menos 168 em julho. No entanto, no acumulado do ano, a cidade está entre as que mais criaram vagas na região, com um total de 1.640.

Cidade Vagas geradas em agosto
Extrema +836
Poços de Caldas +622
Pouso Alegre +540
Varginha +424
Itajubá +77
Santa Rita do Sapucaí -152

Dados do estado

No geral, Minas Gerais manteve desempenho positivo na geração de postos de trabalho pelo oitavo mês consecutivo. No mês de agosto houve a criação de 43.310 empregos no estado, resultado da admissão de 196.801 trabalhadores e do desligamento de outros 153.491.

Esse foi o segundo maior saldo de vagas do país, atrás apenas de São Paulo (113.836). No acumulado do ano, Minas garantiu a geração de 261.586 empregos com carteira assinada.

O saldo de agosto foi superior ao registrado no mês imediatamente anterior, quando foram abertas 33.107 vagas. O valor também ficou acima do verificado em agosto do ano passado. Naquele momento, o estado registrava a abertura de 27.417 empregos.

Setores

Como visto nas cidades do Sul de Minas, por setor de atividade econômica, as áreas que mais abriram novos postos de trabalho em agosto no estado foram Serviços (21.942), Indústria (9.534), Comércio (7.844) e Construção Civil (4.750).