0

Mulheres são presas por sequestros-relâmpago e roubos via PIX em Piranguinho

Duas mulheres foram detidas em Santa Rita do Sapucaí e na capital de São Paulo; outros envolvidos foram identificados

Iago Almeida
13/01/2022

Outros dois envolvidos foram identificados durante a ação / Foto: Polícia Civil

Duas mulheres foram detidas na manhã desta quarta-feira (12/01), suspeitas de formarem uma quadrilha envolvida em sequestros-relâmpago e extorsão, crimes que foram cometidos em Piranguinho. Juntamente com outros dois suspeitos, as mulheres teriam forçado as vítimas a fazerem transações bancárias via PIX.

As prisões aconteceram em São Paulo, na capital, e na cidade de Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas. Já os crimes aconteceram em 28 de dezembro de 2021 e 3 de janeiro de 2022.  Durante a operação, denominada ‘Pix’, outros dois envolvidos foram identificados. Um deles, um homem de 24 anos que já havia sido preso em Santa Rita do Sapucaí e continua a disposição da Justiça no Sistema Penitenciário.

As investigações foram ministradas pelo 17º Departamento de Polícia Civil de Pouso Alegre, através da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Itajubá, coordenadas pelo Delegado Responsável, Pedro Henrique Rabelo Bezerra, com a ajuda do Delegado Regional em Itajubá, Denirval Campos da Cruz. A Polícia Civil contou também com informações levantadas pela Polícia Militar.

Com isso, os policiais chegaram às duas suspeitas, de 27 e 21 anos, que participaram diretamente do sequestro, forçando as vítimas a realizarem transações bancárias. As presas foram encaminhadas ao presídio em Santa Rita do Sapucaí, onde permanecem em prisão temporária para a conclusão do Inquérito Policial.

Os crimes

No dia 28 de dezembro de 2021, mulher de 33 anos estava parada no trânsito na altura da cidade de Piranguinho, sentido Itajubá, quando dois homens e duas mulheres abordaram o veículo e a ameaçando com arma de fogo. Com isso, os suspeitos entraram no carro e assumiram a direção, fazendo retorno no sentido do município de Santa Rita do Sapucaí.

Durante a viagem, os suspeitos fizeram movimentação bancária no valor de R$ 1.400 na modalidade Pix, do aplicativo do celular da vítima, além de levarem R$ 2.000 em dinheiro, o veículo e dois celulares, e posteriormente uma nova transferência de R$ 1.000. A vítima foi deixada em uma estrada vicinal e caminhou até a rodovia quando conseguiu uma carona para depois acionar a polícia.

Já no dia 3 de janeiro, a segunda vítima, de 65 anos, deu carona a duas mulheres, no caminho de Poços de Caldas a Piranguinho. Quando elas desembarcaram, dois suspeitos abordaram o veículo, ameaçando o condutor com arma de fogo. Eles entraram no veículo e circularam com a vítima pela cidade, enquanto o extorquiam através de movimentações bancárias também na modalidade Pix e transferências, totalizando quase R$ 15 mil.

Além disso, mantiveram a vítima refém até o dia seguinte, quando ainda sacaram dinheiro no caixa eletrônico, da conta do aposentado. Os suspeitos deixaram a vítima na zona rural de Santa Rita do Sapucaí, amarrado em seu carro. Após algum tempo, ele conseguiu se soltar e foi até a polícia.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.