0

Campanhas arrecadam doações para famílias atingidas pelas chuvas

Ação é realizada por órgãos estaduais, igrejas e até comércio no Sul de Minas

Nayara Andery
13/01/2022

Bombeiros atuaram em resgates no São Geraldo e agora sede da corporação arrecada doações para vítimas. Imagem Bombeiros Pouso Alegre.

Minas Gerais tem 347 municípios em situação de emergência, após chuvas intensas em várias partes do estado. Campanhas buscam doações para milhares de desalojados, desabrigados e famílias atingidas. Instituições estaduais como PM, Bombeiros, Polícia Civil e Defesa Civil realizam campanha unificada. Comércio, igrejas e voluntários também arrecadam doações. Governo mineiro busca verba para enfrentamento de danos e apoio às vítimas. 

Como fazer doações

Água, alimentos não perecíveis, cobertores, colchões, roupas de cama, itens de higiene pessoal e materiais de limpeza podem ser doados na campanha “SOS Chuvas Minas Gerais”. O Serviço Social Autônomo (Servas) vai atender desalojados e desabrigados com os donativos. As doações podem ser feitas em batalhões, quartéis e bases comunitárias da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros e nas delegacias da Polícia Civil. No Sul de Minas, bombeiros têm pontos de coleta nos batalhões de Extrema, Itajubá e Pouso Alegre.

Em Pouso Alegre, os pontos de arrecadação da PM são: 20º Batalhão (bairro São Cristóvão), Base Comunitária (Praça Senador José Bento) e 17ª Região de PM (Avenida Doutor Lisboa). Outras campanhas são realizadas. As lojas Portinhola, localizadas no Centro, arrecadam roupas e alimentos. As doações serão entregues no final de janeiro para famílias cadastradas no Clube do Menor, projeto social no bairro São Geraldo. Essa foi a região mais afetada no município.

O II Pit Stop Solidário será realizado das 9 às 18h deste sábado (15/01), em Pouso Alegre, pela Igreja Bola de Neve. A primeira edição arrecadou itens no último final de semana. Alimentos, itens de higiene pessoal e limpeza podem ser doados no evento, na Avenida Vereador Antônio da Costa Rios, 1111, no São Geraldo. Segundo a igreja, tudo será doado para famílias atingidas pelas chuvas.

Estado busca verba para reestruturação de cidades e famílias atingidas

Minas Gerais entregou mais de 10 mil itens de ajuda humanitária, entre cestas básicas, kits de higiene pessoal, limpeza, colchões, roupas e kits dormitório para vítimas das chuvas. O governador Romeu Zema pediu ao Governo Federal repasse de R$ 935,6 milhões para ações emergenciais. Ele quer usar R$ 409,5 milhões para limpeza e reconstrução de vias e cidades e R$ 526 milhões para área social. A proposta inclui compra de cestas básicas, auxílio de R$ 400 para famílias em situação de extrema pobreza, de R$ 600 por pessoa para compra de móveis e eletrodomésticos e linha de crédito para moradias.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.