0

Enchente no São Geraldo afeta aproximadamente 200 famílias em Pouso Alegre

No Faisqueira moradores reclamam de falta de atendimento após água invadir várzea e ruas

Nayara Andery
10/01/2022

Moradores tentam retirar móveis de casas em rua alagada. Imagem Prefeitura.

Pessoas tiveram que deixar suas casas às pressas após cheia do Rio Mandu invadir imóveis, no bairro São Geraldo. A evacuação começou no final de semana. Abrigo criado em escola municipal já atende 16 famílias provisoriamente. Defesa Civil aponta que aproximadamente 200 famílias sofrem consequências das chuvas. No Faisqueira moradores alertam que água chegou a porta de imóveis no final de semana.

As famílias que estavam sob situação de risco no São Geraldo são acompanhadas pela prefeitura. Casas de amigos e familiares têm se tornado refúgio nesse momento do desastre natural, que infelizmente foi visto por várias vezes nos últimos anos. A enchente mais marcante em Pouso Alegre foi no ano 2000 e afetou principalmente essa região.

Defesa Civil trabalha principalmente na região do São Geraldo, mais atingida por ser considerada mais baixa e próxima do Rio Mandu. O monitoramento é feito por 24h, informa nota da prefeitura. Para diminuir a vazão da água foram ligadas duas bombas de sucção na via conhecida como Diquinha. Outra medida foi instalar a terceira bomba para drenar a água que inunda o São Geraldo.

Moradores temem ficar ilhados em parte do Faisqueira

E na região do Faisqueira, moradores relataram que a água já invadiu a várzea no sábado e no domingo chegou a algumas ruas. Preocupados, eles buscaram atendimento pelo telefone da Defesa Civil, mas, contam que não há informações atualizadas sobre situação no bairro e equipes que atuem nesse local. A prefeitura falou que basta entrar em contato para solicitar atendimento e que os dados têm sido divulgados referentes ao município.

Socorro e monitoramento em período chuvoso

Moradora é resgatada por equipe municipal, após enchente no São Geraldo. Imagem Prefeitura.

O trabalho de socorro às famílias é feito por Defesa Civil, Bombeiros, prefeitura e outras instituições como Polícia Militar. Quando a água invadiu imóveis do São Geraldo, a solidariedade veio por meio até de vizinhos. Um homem usou o teto de uma Kombi para salvar vizinhos e, outras pessoas também ajudaram durante o final de semana. Quem precisar de ajuda pode acionar a Defesa Civil pelo telefone (35) 3449-4317 ou Bombeiros, no 193.

Situação de alerta do município inclui monitoramento frequente dos rios. No Rio Sapucaí Mirim o nível chegou a 4,40m, enquanto o Rio Mandu baixou quase 10cm e chegou a 3,70m, ambos nas últimas 24h. A informação da prefeitura não cita o horário da última medição.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.