0

Juntos Fazemos o Bem destina R$ 1,5 milhão em doações

Mais uma entrega dos valores foi realizada nas agências nos três Estados de atuação da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG

Informe Publicitário
13/10/2021

Entrega ao asilo de Cambuí. Foto: Divulgação/Sicredi

Um dos principais valores do cooperativismo é promover o desenvolvimento nas regiões em que está inserido e é com este propósito, que a Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, desde 2020, realiza a ação solidária Juntos Fazemos o Bem. Recentemente, as agências realizaram a segunda de três entregas que serão realizadas ao longo deste ano.

Desde o ano passado, já foram cerca de R$ 1,5 milhão de doações para entidades sem fins lucrativos dos três estados de atuação da Cooperativa. Nesta edição, somam-se até o momento mais de R$ 795 mil em doações, sendo R$ 490 mil na primeira entrega, com doações realizadas entre janeiro e abril, e R$ 326 mil na segunda entrega, com recursos arrecadados de maio a agosto. Deste valor total, aproximadamente, R$ 200 mil foram repassados para hospitais da região somente este ano. O apoio aos hospitais é realizado com maior frequência, como forma de auxiliar às casas de saúde a qualificar o atendimento aos pacientes durante a pandemia do coronavírus.

Para quem ainda não faz parte desta rede de solidariedade, ainda dá tempo de participar da ação Juntos Fazemos o Bem: os associados podem indicar uma entidade de sua escolha, ao realizar qualquer aplicação financeira na Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG. Já são, aproximadamente, 390 entidades cadastradas e muitas realidades podem ser transformadas com o engajamento coletivo.

Minas Gerais

Representando as mais de 30 entidades assistenciais contempladas nos municípios da Cooperativa em Minas Gerais, os integrantes da direção da Fundação Geriátrica Padre Antônio Pascoal, de Cambuí, Flávio Oliveira Pires e Luan Aparecido Simões Nogueira, destacam a importância da ação para a região. “Essa é a segunda vez que somos contemplados e o asilo se sente muito honrado em participar dessa ação. É uma iniciativa pioneira, que entendemos ser de muita valia para associações e fundações como a nossa e espero que essa iniciativa possa ser copiada por outras instituições”, destacou Pires, que é tesoureiro do asilo.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.