0

Governo de Minas prevê que todos os adultos serão vacinados até outubro

Calendário de vacinação contra Covid-19 foi feito com base na estimativa do governo federal para distribuição das vacinas aos estados.

Gabriella Starneck
15/06/2021

https://youtu.be/KtWto99tncs

O Governo de Minas anunciou, nesta terça-feira (15), que todos os mineiros acima de 18 anos devem receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até outubro deste ano. O calendário de vacinação por idade foi feito com base na estimativa do governo federal para distribuição das vacinas aos estados, e divulgado pelo secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, durante coletiva à imprensa.

“A expectativa do Ministério da Saúde é de enviar 38 milhões de doses para todo o país em junho, 35 milhões para julho, 68 milhões para agosto, 62,5 milhões para setembro e 65 milhões para outubro. Diante disso e do histórico de que 10% das doses vem para a Minas, porque a população mineira equivale a cerca de 10% do país, temos essa expectativa por faixa etária da vacinação com a primeira dose em todo o estado”, explicou Fábio Baccheretti.

MG deve vacinar todos os mineiros acima de 18 anos até outubro. Foto: Agência Minas

O secretário destacou que o calendário de vacinação depende do cumprimento do cronograma apresentado pelo governo federal. Ele também esclareceu que a velocidade da vacinação pode variar entre os municípios, já que os grupos não têm o mesmo tamanho proporcional. Por esse motivo, as datas podem ser antecipadas ou atrasadas.

Secretário nega variante indiana no estado

Segundo Fábio Baccheretti, Minas Gerais apresentou aumento da incidência da doença, com crescimento no número de novos casos confirmados. Porém o secretário nega que a variante indiana esteja circulando no estado, e afirma que a cepa de Manaus é responsável por cerca de 70% dos novos casos.

“A outra cepa que nos preocupa, que é a indiana, não há nenhuma transmissão no estado dessa variante. O único paciente positivo já foi acompanhado, ele já não infecta mais, e todos os seus contatos foram reconhecidos e testados. Então não há nenhum conhecimento ainda da cepa indiana sendo transmitida no estado de Minas”, afirma o secretário de Saúde.

Já a procura por leitos se mantém estável, e houve redução proporcional nos óbitos nas idades já vacinadas, especialmente com as duas doses. O que, segundo o secretário, mostra que todas as vacinas são eficazes. “Lembrando que as vacinas utilizadas nesses grupos foram praticamente Coronavac e AstraZeneca, tirando qualquer dúvida sobre a eficácia”, enfatizou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.