0

‘Vakinha fake’: Direção do Hospital Samuel Libânio denuncia golpe

Em comunicado, direção afirma que não existe campanha para arrecadar dinheiro através de redes sociais e pedem para as pessoas não contribuir para suposta campanha.

Terra do Mandu
10/04/2021

Imagem: reprodução

A assessoria de imprensa do Hospital das Clínicas Samuel Libânio divulgou uma nota no início da noite deste sábado (10) para informar que ‘vakinha virtual’ criada em nome do hospital é falsa. A postagem circula nas redes sociais como se fosse uma campanha em prol do HCSL.

A direção do hospital afirmou, através da assessoria, que a ação solidária se trata de um golpe. “Se trata de um “fakenews” utilizando INDEVIDAMENTE o nome do Hospital Samuel Libânio afim de arrecadar dinheiro de maneira ilícita”, diz o comunicado.

A direção do Hospital das Clínicas Samuel Libânio informa que, neste momento, não existe pedidos de doações em dinheiro através de redes sociais em nome do hospital.  Segundo a assessoria, as ações solidárias em nome do hospital só podem ocorrer mediante documentações e autorizações prévias da direção da instituição.

O departamento jurídico da Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí (FUVS), mantenedora do HCSL, já está tomando as medidas jurídicas cabíveis contra os supostos estelionatários.

A direção ainda reitera, e pede a população que não contribua com essa “vakinha”, que utiliza, indevidamente, o nome do Hospital das Clínicas Samuel Libânio.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.