0

Prefeito afirma que União Química disponibilizará 400 mil doses da vacina Sputnik V para Pouso Alegre e região

Informação foi dada pelo prefeito Rafael Simões, ao lado de Fernando Marques, executivo da farmacêutica, que tem unidade em Pouso Alegre

Magson Gomes
13/03/2021

Presidente da União Química e prefeito de Pouso Alegre. Imagem: reprodução vídeo prefeito Rafael Simões

A farmacêutica União Química deverá começar a produção da vacina russa contra a Covid-19 Sputnik V em território brasileiro no próximo mês. A informação foi dada pelo presidente da empresa, Fernando de Castro Marques, em reunião com o prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões (DEM).

Em vídeo gravado e divulgado, neste sábado (13), pelo prefeito de Pouso Alegre, o executivo garante que a farmacêutica irá priorizar a distribuição de doses da vacina para algumas prefeituras. Rafael Simões inicia o vídeo dando a informação de que a empresa irá disponibilizar, pelo menos, 400 mil doses para Pouso Alegre e microrregião.

“Conversando aqui com Fernando, ele explicou para mim que as 10 milhões de doses, que já foram compradas na Rússia, serão disponibilizadas para o governo federal. Mas tem a boa notícia aí. Que a partir de abril estará fabricando Sputnik no Brasil e que vai disponibilizar para Pouso Alegre e microrregião, pelo menos, 400 mil doses”, contou o prefeito que agradeceu ao empresário.

“É um prazer estar colaborando. Esse esforço nosso de produzir a Sputnik em território brasileiro, tanto a matéria-prima como o envase feito aqui no brasil para atender essa tragédia que nos encontramos hoje, com relação essa doença Covid-19. Então, assim que iniciar a produção, e tiver a produção local, na segunda quinzena de abril, a gente vai priorizar algumas prefeituras nesse atendimento, até que o plano nacional de vacinação cubra tudo”, afirmou o presidente da União Química.

O laboratório brasileiro União Química protocolou na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido para uso emergencial no Brasil de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. De acordo com a empresa, todas as doses devem estar disponíveis ainda no primeiro trimestre deste ano.

Porém, até este momento, a autorização de uso da Sputnik V no Brasil ainda não está aprovada pela Anvisa. A agência aguarda a entrega de documentos necessários para o trâmite do processo por parte da farmacêutica União Química, representante dessa vacina no país.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.