0

Melhores momentos e avaliações da estreia do Pouso Alegre no Mineiro 2021

Magson Gomes
01/03/2021

Depois de empatar em 0 a 0 com o Coimbra, o Pousão fará uma sequência de quatro partidas longe de Pouso Alegre

O lateral-esquerdo Foguinho, o volante Leandro Salino e o técnico Emerson Ávila avaliaram a estreia do Pouso Alegre no Campeonato Mineiro, neste domingo (28), diante do Coimbra, no Manduzão. A partida ficou empatada em 0 a 0, com pouquíssimas chances claras de gols criadas para os dois lados.

Na percepção dos jogadores ouvidos pela assessoria do clube após a partida, o time se portou bem, apesar do nervosismo da estreia no torneio, 28 anos depois de estar longe da elite do estadual. E lamentam a chance da vitória, que não veio.

“Eu acho que a equipe iniciou bem. A gente buscou o resultado, os três pontos que a gente queria. Mas, infelizmente, buscamos um ponto dentro de casa. Agora é concentrar focar para a próxima partida, diante do Boa”, disse Foguinho.

“Sempre tem aquela ansiedade da estreia. Mas acho que a equipe se portou bem. No primeiro tempo não tivemos tanta bola. Mas no segundo tempo mandamos no jogo. Tivemos duas, três oportunidades ali, inclusive uma comigo. O time está no caminho certo. O importante foi não perder também. Conseguimos um ponto diante do Coimbra, que está treinando quase o ano inteiro”, considerou Leandro Salino, que entrou como capitão do Pouso Alegre.

Já o técnico Emerson Ávila analisa que o Pouso Alegre teve dificuldades para criar chances de gol. “No primeiro tempo não fomos bem. Tivemos dificuldade para chegar até a meta do adversário. Na segunda etapa a equipe esteve melhor, com mais iniciativa. As mudanças foram boas, entraram bem”.

“Enfrentamos uma boa equipe, que veio determinada a marcar no segundo tempo, com uma linha de cinco. Tivemos melhores oportunidades, mas não conseguimos concluir em gol”, afirma o treinador do Pousão.

No lance em que o meia Erick ficou cara a cara com o goleiro, Emerson afirma que faltou tranquilidade ao seu atleta.

“Faltou tranquilidade na hora de finalizar. O lance do Erick, principalmente, que saiu muito na frente do goleiro, acabou optando por bater forte na bola, que estourou no peito do goleiro. Mas faz parte. A estreia é um jogo que deixa o conteúdo emocional muito grande na cabeça deles. Em alguns momentos, faltou realmente tranquilidade nas finalizações. Mas é tirar o saldo positivo e pensar já na quarta-feira (03/03) que temos um outro compromisso muito difícil.

Sequência de jogos fora

Agora, o Pouso Alegre fará uma sequência de quatro jogos longe do Manduzão. Começa nesta quarta-feira (03), enfrentando o Boa Esporte, em Varginha, às 19h. No sábado (06), no mesmo horário, volta a jogar em Varginha a partida contra o América de Belo Horizonte. O jogo é de mando do Pouso Alegre, mas por falta de iluminação no Manduzão, o confronto teve que ser marcado na Terra do Et.

Na quarta e quinta rodadas o Pousao já joga fora de casa mesmo. Enfrenta o Uberlândia no Triângulo, e pega o Athletic, em São João del Rei.

O Dragão Mandu só volta a jogar no Manduzão no dia 24 de março, contra a URT.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.