0

Bombeiros vão para o 3º dia de buscas pela criança no rio Sapucaí, em Silvianópolis

Magson Gomes
26/02/2021

Menina de 1 ano e 9 meses teria sido jogada no rio pelo próprio pai, que cometeu suicídio

Bombeiros mergulhas e usam barcos nas buscas pela menina. Foto: Reprodução Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros de Pouso Alegre deu início, nesta sexta-feira (26), o terceiro dia de buscas pela criança, de 1 ano e 9 meses, desaparecida desde quarta-feira (24), quando o pai foi encontrado enforcado próximo ao rio Sapucaí, em Silvianópolis, Sul de Minas. A suspeita é que Wallace Prado, de 21 anos, tenha jogado a filha no rio, antes de cometer suicídio.

Os bombeiros fazem mergulho e também usam barco para procurar por um trecho do rio entre os município de Silvianópolis e Careaçu. Um sapatinho da menina foi encontrado às margens do rio ainda na quarta-feira, aumentando a hipótese dela ter sido jogado no Sapucaí.

Pai pegou a criança na casa da mãe

Um tio da menina Lara Sophia, que conversou com a nossa reportagem, contou que Wallace pegou a filha na noite de terça-feira (23) na casa da mãe, em Turvolândia, cidade vizinha, dizendo que iria levar a filha para a casa da avó, em Silvianópolis.

Aquela seria a primeira noite que Wallace estava saindo de casa depois da companheira pedir a separação, contou o tio da criança. O casal estava junto a cerca de três anos. Ainda na noite de terça, o rapaz ligou para a mãe da criança, questionando se ela estava decidida terminar o relacionamento.

Quando o dia clareou, a mãe ligou para saber da filha. Mas não teve nenhuma notícia da menina, nem do paradeiro de Wallace. Ela registrou um boletim de ocorrência na Polícia Militar e as buscas pelos dois desaparecidos.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.