0

Gráfica da Cimed transforma 370 toneladas de papel em embalagens por mês

Terra do Mandu
04/02/2021

Unidade de São Sebastião da Bela Vista completou cinco anos em 2021, e é responsável por toda a produção de embalagens, bulas e cartelas de medicamentos. VEJA MATÉRIA EM VÍDEO ABAIXO.

A Cimed de São Sebastião da Bela Vista, no Sul de Minas, concentra toda a produção gráfica da farmacêutica. A unidade, que completou cinco anos no início de 2021, transforma 370 toneladas de papel em embalagens, bulas e cartelas de medicamentos por mês.

Os números de produção mensal impressionam. São 32 milhões de cartuchos, que são as caixinhas dos medicamentos, 30 milhões de bulas e 11 toneladas de cartelas de alumínio blister, onde são colocados os comprimidos de medicamentos. “Tudo internamente, tudo para uso da própria Cimed”, afirma o gerente de produção, Rodolfo Peyrer.

A ideia da farmacêutica de produzir seu próprio material gráfico começou em 2013, quando a Cimed adquiriu uma gráfica em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Com o objetivo de ficar mais perto das fábricas de medicamentos, situadas em Pouso Alegre, a Cimed trouxe seu parque gráfico para o Sul de Minas.

“Foi uma estratégia de verticalização para atender a agilidade que o mercado demanda. Então a Cimed vem crescendo com números muito bons no últimos tempos, muito devido a essa agilidade. E a empresa fez isso justamente para dar uma flexibilidade pro negócio”, destaca o gerente de produção.

Nos últimos anos, houve um aumento na capacidade de produção em 30%. Novos investimentos serão feitos para atender a demanda da farmacêutica, que tem nova fábrica de medicamentos sólidos em construção em Pouso Alegre.

Geração de emprego

A chegada da Cimed em São Sebastião da Bela Vista transformou a vida de muitas pessoas. Só na gráfica são 135 funcionários. Um deles é o Paulo Eguiberto, que é da cidade, mas antes tinha que trabalhar em Pouso Alegre. “Eu tinha que me deslocar para outra cidade, e com a vinda da Cimed pra cá eu não precisei mais fazer essa rotina todo o dia. Era bem cansativo, todo dia de madrugada, e chegava no mesmo dia a noite”, afirma Paulo Eguiberto.

Já o Luis Cláudio veio de Petrópolis para o Sul de Minas, onde ajudou a treinar os novos colegas de empresa: “A gente acreditou na Cimed, é uma empresa sólida. Então aceitamos o desafio, e estamos aí, cada fez mais buscando novos desafios e crescendo junto com a empresa.

Empresa representa 70% da arrecadação do município

Essa foi a primeira grande empresa a se instalar no município. O prefeito Ronaldo Bueno afirma que foi um divisor de águas para a cidade. Atualmente, cerca de 70% de toda a arrecadação da prefeitura vem do grupo Cimed.

“Ela foi importante primeiro para geração de emprego e renda. Desde a época do início da construção de obras já gerando emprego pro nosso povo: serviço de servente, pedreiro e etc. E hoje nós temos uma empresa com mais de 400 empregos, dando qualidade de vida e dando fomento para a economia de diversas famílias aqui do município”, destaca o prefeito de São Sebastião da Bela Vista.

Prefeito Ronaldo Bueno (Patri) destaca a importância da chegada da empresa na cidade. Foto: Terra do Mandu

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

TV Terra do Mandu