0

Vereador eleito de Congonhal morre de complicações da COVID-19

Magson Gomes
31/12/2020

Reginaldo Coutinho foi o terceiro mais votado. Ele estava internado em Itajubá, onde é funcionário público.

Ainda não há informações se haverá velório. Imagem: reprodução

O vereador eleito de Congonhal, Reginaldo Coutinho, do Republicanos, morre em decorrência de complicações da COVID-19, na manhã desta quinta-feira, 31 de dezembro, véspera da posse para o primeiro mandato. Reginaldo tinha 43 anos e faleceu no Hospital Escola, em Itajubá, onde estava internado para o tratamento da doença.

A morte do vereador eleito foi confirmada pelo atual presidente da Câmara e prefeito eleito de Congonhal, Moisés Ferreira Vaz, que também é o presidente do Republicanos. Moisés disse estar arrasado com a notícia.

Ainda de acordo com o presidente da Câmara, Reginaldo foi diagnosticado com a COVID-19 há cerca de 20 dias. Ele é funcionário público na Câmara Municipal de Itajubá e o quadro se agravou quando estava na cidade, sendo internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Escola.

“Mas ele já tinha melhorado e saído do coma. Estava no quarto. Infelizmente, tivéssemos essa triste notícia hoje. A irmã dele me ligou, confirmando a morte. Ainda não temos os detalhes, pois ele já estava em fase de recuperação. Mas as complicações pós-COVID é coisa séria”, lamenta Moisés que ainda disse que estavam preparando para a posse de amanhã, dia 1º de janeiro.

Reginaldo e família moram no bairro Canta Galo, na zona rural entre Pouso Alegre e Congonhal. Essa foi a segunda eleição municipal que ele participou da disputa de uma vaga na Câmara Municipal de Congonhal, sendo eleito como o terceiro mais votado, com 465 votos. O município teve pouco mais de sete mil votos válidos.

Ainda não há informações se haverá velório.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.