0

Mulher é presa por suspeita de maus-tratos a filho de 3 anos

Magson Gomes
24/10/2020

Estado de saúde de menino é grave. Ele está entubado no HCSL, em Pouso Alegre. A mãe, de Santa Rita do Sapucaí, alega que um guarda-roupas caiu sobre a criança. O namorado da mulher também será ouvido. VEJA ABAIXO A ENTREVISTA COM O DELEGADO QUE DECRETOU A PRISÃO DA MULHER

Mulher foi ouvida na delegacia de Pouso Alegre. Foto: Terra do Mandu

A Polícia Civil prendeu uma mulher, de 21 anos, neste sábado (24), por suspeita de maus-tratos ao filho de 3 anos de idade. A criança está internada em estado grave no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre. O menino sofreu fratura em costelas, teve órgãos perfurados e tem marcas de mordidas e queimaduras no corpo.

Segundo o delegado que decretou a prisão em flagrante, a mãe alega que os ferimentos do filho foram provocados pela queda de um guarda-roupas sobre ele, depois bateu com a cabeça numa janela, foi mordido por um cachorro da família e a queimadura foi com gordura.

A mulher, de 21 anos, mora em Santa Rita do Sapucaí. A mesma declaração dada ao delegado já tinha sido dada à Polícia Militar. Segundo a mãe, o acidente doméstico teria ocorrido na terça-feira passada. Mas a criança voltou a brincar. Na quinta-feira, a mãe levou o menino a um posto de saúde de Santa Rita e voltou para casa. Na sexta, a mulher levou a criança para o hospital da cidade após o menino reclamar de dores, vomitar e ter desmaio.

Devido à gravidade do caso, o menino foi transferido para o hospital de Pouso Alegre já na madrugada deste sábado. O médico de plantão ao constatar o tipo de lesões, comunicou a PM para o registro da ocorrência.

Ainda de acordo com o delegado, o Conselho Tutelar de Santa Rita do Sapucaí já acompanha o caso.

A mulher tem mais um filho, de 2 anos. Diante dos relatos colhidos, o delegado vai ouvir o namorado da mulher. Mas ele não foi encontrado, até o momento.

A suspeita foi presa em flagrante por suspeita torturar e agredir o filho, foi encaminhada para o Presídio de Caxambu, para isolamento de prevenção ao Covid-19.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.