0

Encontrado corpo da costureira morta a facadas pelo ex-marido em Santa Rita do Sapucaí

Magson Gomes
05/01/2020

Márcia das Dores foi encontrada três dias após ex-marido matar a ex-companheira a facadas e jogar corpo no rio. Foto: Corpo de Bombeiros

O corpo da costureira Márcia das Dores Silvério, de 52 anos, foi encontrado na manhã deste domingo (05) no Rio Sapucaí, em Santa Rita do Sapucaí. Márcia foi morta a facadas na última quinta-feira pelo ex-marido, de 51 anos. O homem confessou o crime de feminicídio e está preso no presídio da cidade. Ele não aceitava o fim do relacionamento.

De acordo com os bombeiros, o corpo da vítima foi avistado por populares boiando no rio no local conhecido como ‘Porto Sapucaí’, já no limite entres os municípios de Pouso Alegre e Santa Rita do Sapucaí, a cerca de 13 km do local onde o suspeito teria jogado o corpo. Os militares que faziam as buscas se deslocaram até esse ponto e resgataram o corpo da costureira.

Familiares de Márcia das Dores reconheceram o corpo. A perícia da Polícia Civil esteve no local e liberou o corpo para ser encaminhado ao Instituto Médico Legal de Pouso Alegre.

De acordo com a Polícia Militar, na quinta-feira (02), o ex-marido da costureira teria perseguido a ex-mulher por algumas ruas da cidade. Câmeras de monitoramento da prefeitura registraram o carro do suspeito. Depois de várias tentativas, o homem conseguiu convencer a ex a entrar no carro dele.

Ainda de acordo com a PM, após matar a ex-mulher e jogar o corpo no rio, o homem voltou para casa e confessou o crime para os filhos. O homem ainda tentou lavar o carro e remover as marcas de sangue e lama.

Numa rua próxima à casa do suspeito, a PM encontrou o carro com a faca usada no crime e a bolsa da vítima. A polícia iniciou as buscas pelo suspeito ainda na noite de quinta-feira. Mais de 25 locais na área urbana e zona rural foram checados.

Ronaldo foi preso no loteamento Dr Luiz Renno Mendes, quando tentava fugir para a zona rural. Em depoimento aos policiais, ele confessou o crime e disse que matou a ex porque não aceitava o fim do relacionamento.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.