0

PIB aumenta 120% em seis anos

Magson Gomes
19/10/2019

Localização estratégica, por onde passam duas rodovias federais e três estaduais. Foto: Trevo Fernandão – arquivo

Pouso Alegre é hoje a maior economia do Sul de Minas. Nos últimos anos, a cidade deu um salto de crescimento. Mesmo no período de crise iniciado em 2014, e que o Brasil ainda atravessa, os dados econômicos do município continuaram avançando. O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas no município, subiu quase 120% entre 2010 e 2016, ano do último índice divulgado pelo IBGE.

No início desta década, Pouso Alegre tinha um PIB de R$ 3 bilhões e 123 milhões e ainda aparecia como a terceira economia do Sul de Minas, atrás de Varginha e Poços de Caldas. O ano da virada foi 2015, quando o PIB de Pouso Alegre chegou a R$6,55 bilhões, aparecendo, pela primeira vez, como o maior da região.

O crescimento diante da crise nacional

Nos dados referentes a 2016, no ápice da crise econômica nacional, o PIB do município subiu mais um pouco, fechando em R$ 6,8 bilhões.

Enquanto o Brasil vivia um momento de recessão em sua economia, com o PIB nacional chegando a recuar -3,8%, em 2015, e -3,6%, em 2016, a economia de Pouso Alegre ainda avançava. Em 2015, a soma de todas as riquezas produzidas naquele mesmo ano pelos pouso-alegrenses registrou um avanço de 10,6%. Já em 2016, o crescimento foi menor em relação ao ano anterior, mas foi positivo em 5%.

Em Minas, Pouso Alegre ocupa a 11ª posição no ranking das maiores economias, entre os 853 municípios. Para especialistas, era questão de tempo para confirmar a cidade como a principal economia regional.

Para a economista Nayla Daniella da Costa, do Centro Universitário UNA, um conjunto de fatores contribui para o crescimento da economia local.

“Existem as ações do governo, para atrair esses novos investidores para Pouso Alegre; além da posição geográfica estratégica, próxima dos grandes centros consumidores do Brasil, que é São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Então, esse conjunto de fatores e atrações faz com que outros investidores tenham esse olhar para Pouso Alegre”, comenta a economista.

Economista Nayla Costa. Foto: Daniel Silva/Revista Terra do Mandu

Realmente, o município Sul Mineiro encontra-se numa posição privilegiada. A cidade está no entroncamento da BR-381 (Rodovia Fernão Dias) com a BR-459, a 200 km de São Paulo, 373 km do Rio de Janeiro e 395 km de Belo Horizonte, considerados os eixos econômicos mais importantes do país.

Nayla ainda cita que notícias com dados e ranking do posicionamento da cidade também são utilizados pelas empresas, como termômetro de onde fazer novos investimentos.

No mais recente ranking da revista Exame, especialista em economia e negócios, Pouso Alegre apareceu na 29ª posição entre as 100 melhores cidades do país para se fazer investimentos. Em Minas, Pouso Alegre ficou em 2º lugar, atrás apenas da capital do estado, Belo Horizonte. Nesse ranking são analisados 42 indicadores socioeconômicos e de infraestrutura.

“Todas estas notícias, todo este cenário, faz com que Pouso Alegre esteja neste momento de crescimento, mesmo em meio à crise que a gente já vive”, finaliza a economista.

Gráfico: revista Terra do Mandu

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.