Barrado projeto que previa cardápio em Braille em restaurantes

O veto integral foi dado após pedido de comerciantes do segmento de restaurantes e hotéis. Veja explicação para a foto no fim do texto.

A pedido de comerciantes, o prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões (PSDB), vetou o projeto de lei aprovado na Câmara Municipal que obrigava hotéis, restaurantes, bares e lanchonetes a disponibilizarem cardápios em Braille. A proposta do vereador Edson Donizeti (PSDB) era dar mais acessibilidade e autonomia às pessoas com deficiência visual.

O presidente da Associação do Comércio e Indústria de Pouso Alegre (Acipa), Sérgio Tadeu Borges, reclama que a proposta não foi discutida com os comerciantes. Sérgio, que também é dono de um buffet, diz que a lei poderia trazer um custo adicional em um momento de crise no setor.

Sérgio ainda explica que já existem leis federal e estadual que trata do cuidado com as pessoas com deficiência. “Então, já existe uma regulamentação. Já existe o que fazer. Agora, teríamos uma lei municipal que vem sobrepor a essas leis”, considera o presidente da Acipa.

O presidente do sindicato de Hotéis Bares e Restaurantes, e dono de um hotel, Marco Antônio Dias, fala que a dificuldade, no caso dele, seria adaptar à lei porque não existe um cardápio fixo todos os dias. “Nós teríamos que ter uma pessoa especializada em Braille para fazer o cardápio dia a dia”, afirma Marco Dias que completa dizendo que seria inviável.

Lúcio Robson de Oliveira, dono de restaurantes em Pouso Alegre, fala que, no caso dele, o que dificulta ainda mais é que os restaurantes funcionam no sistema self-service.

 O comerciante diz que já é feito um atendimento especial ao cliente com deficiência visual. “É muito mais importante esse trabalho do que o próprio cardápio em si”.

Os vereadores ainda vão apreciar o veto do prefeito ao projeto. O vereador autor da proposta disse que vai defender os motivos pelos quais acredita que o PL deveria ser sancionado.

Legenda da foto destaque:

A rede sul-africana de fast food fez uma campanha diferente para atrair deficientes visuais às lanchonetes. Para marcar o lançamento do cardápio em braille nas lojas da rede, foram feitos hambúrgueres com mensagens no topo do pão “escritas” em braille com sementes de gergelim.

O vídeo sobre a ação pode ser visto na internet e mostra a surpresa de cegos ao ler a mensagem em cima do hambúrguer. (Informações Instituto Hélio Góes)