Categoria: Região

Empreendedorismo é tema de workshop que é realizado pela segunda vez no Inatel e reúne especialistas da América Latina.

Começa nesta terça-feira (15) e vai até a próxima sexta (18), em Santa Rita do Sapucaí, o XIII Workshop da Rede EmpreendeSUR, evento que vai reunir mais de 200 congressistas de toda a América Latina para discutir ações empreendedoras nas áreas de Educação, Agricultura e Gestão Pública.

Esta é a segunda vez que o Inatel irá sediar o evento, que aconteceu pela primeira vez na instituição em 2011, quando também foi o primeiro no país. O tema desta edição será Cidades Criativas, Cidades Felizes, em alusão ao movimento colaborativo realizado desde 2013 em Santa Rita do Sapucaí.

PALESTRA DE ABERTURA COM MARCELO TAS

Marcelo Tas fala sobre reinventar-se. Foto: reprodução

Entre as diversas apresentações e debates do evento, destaque para a palestra de abertura com o engenheiro, empreendedor, comunicador, ator e roteirista, Marcelo Tas. A palestra será às 19h desta terça, no Teatro do Inatel.

Na palestra “Reinvenção da Carreira: hackeando Marcelo Tas”, ele vai abrir seu histórico e compartilhar métodos, processos e aprendizados de alguns dos projetos desenvolvidos durante sua carreira. Tas vai apontar erros e acertos nos bastidores de criação e implementação de programas como Castelo Rá-Tim-Bum, Vitrine e CQC.

LUCIANO BURTI

Luciano Burti fala como deu a volta por cima após grave acidente. Foto: reprodução

O ex-piloto de Fórmula 1 e hoje comentarista da Rede Globo, Luciano Burti, fará a palestra de encerramento do evento. Apesar de na sexta ainda ter passeios guiados, a palestra de encerramento será na quinta-feira (17), às 18h, também no Teatro do Inatel.

Burti vai contar como deu “A volta por cima” após um grave acidente no GP da Bélgica em 2001. Na palestra, ele irá falar sobre a importância do trabalho em equipe e o poder da disciplina para superar dificuldades.

ATIVIDADES DO EMPREENDESUR

Além da apresentação de trabalhos acadêmicos em formato de artigo e pôsteres, o evento promoverá painéis para apresentação e debate de iniciativas inovadoras que tenham modificado comunidades e as pessoas que nela vivem. Haverá ainda palestras, sessões temáticas, mesa redonda e passeios turísticos pela cidade.

Os participantes também poderão participar de oficinas voltadas para públicos específicos. Os temas envolvem Inovação para o Agronegócio, Gestão Pública Inovadora, Educação Empreendedora, Inovação para Estudantes e uma oficina especial para professores da Rede Municipal de Ensino.

“O EmpreendeSUR é um grande evento, que vai juntar várias mentes brilhantes para tratar exclusivamente de empreendedorismo e Cidades Criativas, e esperamos que as discussões tragam bons frutos”, comenta Luiz Carlos Caldeira Júnior, analista do Sebrae Minas.

Todas as atividades são voltadas exclusivamente para os congressistas e ouvintes inscritos no congresso. Os interessados em participar podem se inscrever aqui.

Categoria: Região

Proposta recebeu três votos a favor e 8 votos contra. Vereadores fazem duas reuniões por mês e recebem R$ 3.061,80, enquanto o salário base dos professores é de R$ 1.598,58 para 25 horas semanais. Moradores lotaram a Câmara e protestaram após resultado da votação.

Proposta da vereadora Marcela Monteiro (PV) precisava de seis votos para passar. Foto: Bia Rodrigues

A Câmara de vereadores de Borda da Mata, no Sul de Minas, rejeitou o projeto de lei que pretendia igualar o salário dos parlamentares ao salário dos professores da rede municipal. O placar da votação, realizada na última sexta-feira (11), foi de três votos a favor e oito contra.

A proposta da vereadora Marcela Mary dos Santos Monteiro (PV) é para reduzir o salário dos vereadores em 51% para equiparar os vencimentos ao que um professor do ensino fundamental recebe. Eram necessários 6 votos, dos 11 vereadores. Se tivesse passado, o salário dos vereadores da próxima legislatura 2021/2024 seria de R$ 1.500.

A autora do PL justifica que “enquanto um vereador trabalhar duas vezes por mês, um professor precisa cumprir carga horária semanal e ainda ganha valor inferior de um vereador. Porque um vereador pode ganhar mais que um professor? ”, questiona.

Os vereadores da cidade têm duas sessões ordinárias por mês. Cada reunião dura, em média, 30 minutos. O salário mensal de cada parlamentar é de R$ 3.061,80, bruto. Já um professor de ensino fundamental da cidade trabalha 25 horas semanais, ou seja, cerca de 100 horas por mês, e tem um salário base de R$ 1.598,58.

PRESSÃO POPULAR

Mesmo com a pressão da população o projeto não passou. A Câmara, que costuma ficar vazia em dia de sessão ordinária, ficou lotada na sexta-feira. Moradores levaram faixas e se manifestaram, pedindo a aprovação do projeto. Mas, não adiantou.

Até o presidente do Legislativo, Benedito Delfino de Mira (PSDB), que votaria apenas em caso de empate, fez questão de se manifestar contra a proposta de igualar os salários. Diferente do tom da usado para falar com nossa reportagem no mês passado, quando disse que seria a favor de que os vereadores fossem remunerados pelo dia de serviço trabalho. “Meu pai foi vereador 50 anos atrás. Naquela época, eles só recebiam o dia de serviço. Eu era a favor de que, cada reunião que fosse, poder ganhar R$ 100, que é o dia de serviço, e pronto”, disse.

Cerca de 100 pessoas acompanharam a sessão e protestaram após o resultado da votação. Foto: Bia Rodrigues

ECONOMIA SERIA DE MAIS DE R$ 200 MIL

Se fosse aprovada a redução do salário dos vereadores, a economia para os cofres do município será de mais de R$ 200 mil ao ano. “Seria uma economia muito grande. No tempo de crise, a gente tem que fazer a nossa parte também”, disse a autora da proposta, vereadora Marcela.

Categoria: Região

Corrida será no dia 8 de dezembro. Percurso de 5 km e 10 km. Premiação em dinheiro para primeiros colocados e kit completo para todos inscritos. Valor da inscrição R$ 70 e R$ 60 para equipes de 10 atletas ou mais.

Em 2018 a corrida foi realizada em Pouso Alegre. Foto: divulgação

Uma corrida que incentiva a preservação do meio ambiente. Assim será a etapa da ARun Itajubá. A prova realizada pela rede de cinemas Cine A será no dia 08 de dezembro. As inscrições já podem ser feitas pelo site da ARun: corridaarun.com.br.

A prova terá dois percursos, sendo um de 5 km e outro de 10 km. A largada e chegada será do complexo do Cine A, no Parque Municipal de Itajubá.

São duas mil vagas para atletas de todos os lugares. O valor da inscrição é de R$ 70 e R$ 60 para equipes de 10 atletas ou mais. Cada inscrito receberá um kit completo da corrida, com camiseta, medalha, viseira, squeeze, sacochila e ingresso para o cinema.

Parte do valor arrecadado com a inscrição será destinada para o plantio de árvores nativas.

PREMIAÇÃO

Haverá premiação em dinheiro e troféus para os primeiros colocados nas categorias masculino, feminino e também por faixa etária.

Complexo Cine A fica no Parque Municipal de Itajuba. Foto: Divulgação

SUSTENTABILIDADE

O evento terá a união do esporte, os serviços para a sociedade (atendimentos médicos, aferição de pressão, oficinas e estandes de cultura) e a sustentabilidade.

A largada e chegada da ARun será do complexo do Cine A, inaugurado no início de 2019. ESSE É o primeiro cinema autossustentável do Brasil, com uma usina própria para geração de energia solar, sistema de captação e reutilização da água da chuva, pontos para carregar carros elétricos e para coleta de lixo eletrônico. Tem ainda outros ambientes que incentivam o uso da bicicleta e a prática de exercícios físicos como Yoga, Slackline, meditação e dança.

O complexo recebeu certificação de construção verde e, recentemente, foi homenageado no maior evento de audiovisual da América Latina por primeiro cinema 100% autossustentável do Brasil.

Moradores participam de aulão de yoga. Foto: Divulgação

Categoria: Região

Bombeiros que estiveram no local ficaram impressionados com a cena. As fotos mostram o carro, com placas de Pouso Alegre, destruído. Os bombeiros não usaram nenhum tipo de ferramenta para cortar a lataria.

Parte onde estava o motorista que foi menos atingida no acidente. Foto: Bombeiros

Um motorista de Pouso Alegre sobreviveu a um grave acidente na tarde desta sexta-feira (04). As imagens de como ficou o carro impressiona. A batida entre um caminhão e o carro foi no km 13, da rodovia MG-179, entre Alfenas e Machado.

No carro Corolla, com placas de Pouso Alegre, estava Marcelo Camilo Costa, de 47 anos. Ele viajava sozinho.

Os bombeiros de Alfenas foram chamados para atender a ocorrência. Ao chegar ao local, os militares encontraram o carro totalmente destruído e o motorista apresentava apenas ferimentos leves.

Os bombeiros descreveram a cena como impressionante. “A dinâmica do acidente foi impressionante, pois partes do carro foram localizadas em um cafezal próximo ao local. O banco traseiro foi parar longe do automóvel e o único local, relativamente, preservado foi o do condutor”, relatou a corporação em seu boletim.

Marcelo foi encaminhado para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas. Até a manhã deste sábado (05) ele seguia em observação.

VEJA FOTOS DE COMO FICOU O CARRO:

Categoria: Região

Pacote continha 100 comprimidos de Ecstasy. Na casa do rapaz a Polícia Civil encontrou outros tipos de drogas.

Foto: Polícia Civil

Nesta quarta-feira (02), a Polícia Civil prendeu um jovem, de 20 anos, em Borda da Mata, no momento em que ele recebia uma encomenda de drogas pelos correios. O pacote entregue ao rapaz continha 100 comprimidos de Ecstasy, um tipo de droga sintética.

De acordo com a Polícia Civil, houve uma denúncia anônima de que uma encomenda de drogas chegaria na casa do jovem na tarde desta quarta. O delegado Igor Curvello Grimaldi solicitou um mandado de busca e apreensão para a residência alvo da denúncia.

O delegado e sua equipe ficaram de campana nos arredores da casa. Quando a encomenda chegou, foi realizada a abordagem. A encomenda recebida foi aberta na presença de testemunhas e havia 100 comprimidos de Ecstasy. O rapaz, que está desempregado e não teve o nome revelado, foi preso em flagrante.

Nas buscas no interior do quarto do rapaz ainda foram localizadas porções da droga MDMA em pó, Maconha in natura, haxixe e ainda uma nova droga denominada DMT, também conhecida por “Changa”, droga esta que segundo o denunciado está avaliada em R$ 200 o grama.

A polícia ainda não informou sobre quem era o remetente da encomenda. Investigações estão sendo feitas para chegar até ele.

Categoria: Região

Já são 10 km de congestionamento. O acidente foi no KM 849, próximo à antiga fábrica da Sumidenso. Foto: PRF

Um acidente foi na manhã desta quinta-feira (03) complicou o trânsito na rodovia Fernão Dias, em Pouso Alegre. Uma carreta cegonha bateu numa defensa metálica e atravessou a pista no km 849. A cegonheira seguia no sentido Belo Horizonte e atravessou no sentido São Paulo, fechando a pista no local.

A Polícia Rodoviária Federal está no local e liberou uma faixa. O congestionamento já passa dos 10 km.

Ninguém ficou ferido no acidente.

Categoria: Região

O objetivo da ação “Saúde na Boleia” é prevenir acidentes. Quarta e quinta no km 880, em Estiva.

Caminhoneiro recebe corte de cabelo. Foto: Ascom Arteris

Nesta quarta-feira (02) e quinta-feira (03) os caminhoneiros que passam pela Fernão Dias, no Sul de Minas, são convidados a fazer um check up rápido de como está a saúde. A ação chamada de “Saúde na Boleia” é realizada pela concessionária Arteris, no km 880, no posto Dom Pedro, em Estiva.

Os serviços oferecidos aos motoristas são todos gratuitos. Equipes de saúde da concessionária coletam os dados, com o perfil do condutor. Em seguida ele tem acesso aos serviços básicos de saúde, como aferição de pressão arterial, medição das taxas de colesterol, testes de glicemia, triglicérides e acuidade visual. Os caminhoneiros também podem fazer a tradicional massagem e corte de cabelo.

Saúde na Boleia tem como objetivo estimular comportamentos e hábitos seguros para a redução de acidentes fatais, por isso, os motoristas que passarem pelo posto serão alertados sobre a direção defensiva no trânsito por meio de materiais informativos.

 

Foto: Ascom Arteris

Categoria: Região

Motivação do crime teria sido ciúmes. Suspeito fugiu e ainda não foi localizado.

Um homem, de 34 anos, morreu depois de ser esfaqueado no início da madrugada deste domingo (29), em Itajubá.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito da facada é um homem, de 22 anos, que teria cometido o crime por ciúme da namorada, de 17 anos.

Ainda segundo a PM, no início da noite de sábado, a vítima teria mexido com a jovem na rua. Já na madrugada, o namorado da moça viu quando o homem passou em frente de sua casa, onde ocorria um churrasco, e foi até ele tirar satisfação.

Os dois homens brigaram. A vítima de 34 anos recebeu uma facada na altura do tórax. A vítima foi socorrida pelo Samu, mas não resistiu e morreu.

O suspeito fugiu do local do crime e ainda não foi localizado pela polícia.

Categoria: Região

A vítima fatal foi identificada como João Francisco Mota G. Domingues. Foto: Terra do Mandu

Um homem, de 33 anos, morreu em um acidente na BR-459 em Pouso Alegre, na manhã deste sábado (28). A vítima pilotava uma moto Bros, de 160 cilindradas, com placa de Itajubá, quando bateu de frente com uma caminhonete, com placas de Pouso Alegre.

Outro homem, que estava na garupa da motocicleta, ficou ferido e foi socorrido pelo Samu e levado para o Hospital Samuel Libânio.

A vítima fatal foi identificada como João Francisco Mota G. Domingues.

O motorista da caminhonete não ficou ferido. Marcelo Vilela conta como foi o acidente. O impacto foi tão forte que afundou a frente da caminhonete F1000.

A reportagem do terra do Mandu esteve no local do acidente e conversou com o motorista da caminhonete.

ASSISTA AO VÍDEO:

ACIDENTES NO FERNANDÃO

Posted by Terra do Mandu on Saturday, 28 September 2019

Categoria: Região

Proposta de uma vereadora quer reduzir os salários em 51%, passando dos R$ 3.061,80 para R$ 1.500, que é o salário base de um professor da rede municipal. Se aprovada, a lei valerá para a próxima legislatura, a partir de 2021. Foto: Luciane Brandani

Os vereadores de Borda da Mata, no Sul de Minas, têm duas sessões ordinárias por mês. Cada reunião dura, em média, 30 minutos. O salário mensal de cada parlamentar é de R$ 3.061,80, bruto.

Já um professor de ensino fundamental da cidade trabalha 25 horas semanais, ou seja, cerca de 100 horas por mês, e tem um salário base de R$ 1.598,58.

Um projeto de lei protocolado na Câmara Municipal de Borda da Mata pretende acabar com essa disparidade. A proposta da vereadora Marcela Mary dos Santos Monteiro (PV) é para reduzir o salário dos vereadores em 51% para equiparar os vencimentos ao que um professor do ensino fundamental recebe.

A autora do PL justifica que “enquanto um vereador trabalhar duas vezes por mês, um professor precisa cumprir carga horária semanal e ainda ganha valor inferior de um vereador. Porque um vereador pode ganhar mais que um professor? ”, questiona.

A vereadora diz que está visitando as escolas, conversando com os professores. “Eles nem sabiam que, além dos salários, os vereadores têm direito a uma diária de R$ 600, para as viagens que fazem. Os professores estão apoiando e vão na Câmara no dia da votação”, conta autora da proposta.

Se aprovada a redução do salário dos vereadores, a economia para os cofres do município será de mais de R$ 200 mil ao ano. “É uma economia muito grande. No tempo de crise, a gente tem que fazer a nossa parte também”, diz a autora da proposta.

O presidente da Câmara, Benedito Delfino de Mira (PSDB), disse que o projeto deverá ser apreciado em única votação na reunião do dia 11 de outubro. Para ser aprovado, o projeto precisará receber 6 votos, dos 11 vereadores. Se passar, o salário dos vereadores da próxima legislatura 2021/2024 será de R$ 1.500.

O presidente da Câmara afirma que seria a favor de que os vereadores fossem remunerados pelo dia de serviço trabalho. “Meu pai foi vereador 50 anos atrás. Naquela época, eles só recebiam o dia de serviço. Eu era a favor de que, cada reunião que fosse, poder ganhar R$ 100, que é o dia de serviço, e pronto”.

EM ÁUDIOS, VEREADORES COMBINAVAM AUMENTAR SALÁRIOS

Na semana passada, em Cambuí, também no Sul de Minas, um projeto que pretendia aumentar os salários dos vereadores de R$ 3.043 para R$ 4.900, um aumento de 61%, deu o que falar, literalmente. Às vésperas da votação, vazaram áudios de WhatsApp de vereadores comentando de como votar sem alarmar a população. Os áudios revoltaram os moradores, que lotaram a Câmara na reunião e a Mesa Diretora foi obrigada a retirar e arquivar a proposta.