Categoria: Região

Após o acidente, dois veículos foram incendiados. O motociclista morreu com o impacto, não sendo carbonizado. O motorista do caminhão não ficou ferido.

Acidente fatal na BR-459, em SRS. Foto: reprodução Vale Independente

Um motociclista morreu em um acidente no início da noite desta quinta-feira (02), na BR-459, em Santa Rita do Sapucaí. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o acidente foi no trecho urbano da cidade. A moto teria invadido a pista contrária, quando bateu de frente com o caminhão, que transportava leite.

Segundo os bombeiros, o motociclista morreu no instante da batida, sendo lançado no acostamento da rodovia. A motocicleta ficou presa debaixo do caminhão e foi arrastada por alguns metros, provocando o incêndio nos veículos. O motorista do caminhão conseguiu sair da cabine sem ferimentos.

Até o momento desta publicação o motociclista ainda não havia sido identificado.

 

Categoria: Região

O idoso, de 72 anos, estava internado desde o dia 23/03, após chegar de um cruzeiro marítimo pelo litoral brasileiro.

A prefeitura de Ouro Fino confirmou que um morador do município que estava internado com suspeita de covid-19 faleceu na manhã desta terça-feira (31). O paciente tem 72 anos e morreu um hospital de Itajubá, para onde tinha sido transferido após complicações no quadro de saúde e estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Ouro Fino, o idoso foi internado no dia 23 no hospital da cidade com os sintomas característicos da covid-19. Foi coletado o material para o exame, mas o resultado ainda não saiu. A previsão é que o diagnóstico fique pronto até a próxima quinta-feira.

Ainda conforme a prefeitura, o idoso apresentou os sintomas após chegar de um cruzeiro marítimo pelo litoral brasileiro.

“Ele era um paciente suspeito porque tinha viajado num cruzeiro até a Bahia e a notícia que nós temos é que outros passageiros do cruzeiro foram acometidos pela covid-19. Ele estava com quadro de pneumonia, falta de ar, desconforto respiratório muito acentuado. Quero expressar meus sentimentos a toda família. Eles devem ficar em quarentena o máximo possível. As pessoas, parentes que tiveram contato com ele procurem ficar isolados até que tenhamos o resultado do exame de Belo Horizonte”, conta o prefeito de Ouro Fino, Maurício Lemes de Carvalho.

O prefeito ainda disse que não é motivo para a população se apavorar, tendo em vista que ainda estão aguardando o resultado.

“É preciso manter as orientações de isolamento da população, principalmente os idosos. Vamos obedecer aos cuidados que estão sendo pregados por todas as autoridades de saúde. Pedir para as pessoas ficarem em casa, evitando aglomerações. Apenas uma pessoa da família sair para fazer as compras emergenciais. São as orientações que nós passamos”, diz Maurício Lemes.

DADOS DA COVID-19 EM MINAS

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) confirmou nesta terça-feira duas mortes por covid-19 no estado. Outras 40 mortes estão sob investigação.

Até o momento, são 275 casos confirmados de pessoas que contraíram a covid-19 e outros  34.224 casos suspeitos.

Categoria: Região

Empreendimento particular fica em Santa Rita do Sapucaí e tem capacidade para 125 leitos. Hospital funcionou por apenas oito meses. Governo federal foi procurado, mas não teria demonstrado interesse na reabertura. Prefeitos buscam outras alternativas para reabrir as instalações. “Reabrir o equipamento sai mais barato do que construir um hospital de campanha”, afirma o prefeito de SRS, Wander Chaves.

Hospital tem 7.500 m² de área construída. Foto: Divulgação

O hospital Maria Thereza Rennó acaba de completar seis anos de portas fechadas, em Santa Rita do Sapucaí, Sul de Minas. O prédio, que tem quase oito mil m² de área construída e conta com 125 leitos, entre UTI, urgência, emergência e observação, seria uma alternativa para o tratamento de pessoas com o novo coronavírus na região.

O hospital é particular e foi fechado em 2014 por causa de um rombo nas finanças. O prefeito de Santa Rita do Sapucaí, Wander Chaves, afirma ao Terra do Mandu que o governo federal foi procurado, mas não demonstrou interesse em investir na reabertura do empreendimento.

Na última terça-feira (24/03), foi realizada uma reunião por videoconferência para discutir o assunto com um membro da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde. Além do prefeito Wander Chaves, participaram da reunião o prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões, e o deputado federal, Bilac Pinto.

“O ponto importante é o governo federal querer colocar esse hospital para atender pacientes do coronavírus para atender a região inteira. Aí viria com a força de governo federal e rapidinho aprontava. Essa foi a conversa. Na emergência do coronavírus não houve interesse do governo federal”, lamenta o prefeito”, diz o prefeito de Santa Rita que completa: “Reabrir o equipamento sai mais barato do que construir um hospital de campanha”.

Wander Chaves explica que, mesmo com o hospital estando pronto, colocar em funcionamento exige um vultuoso investimento que os municípios não teriam capacidade de arcar com todas as despesas. Os valores necessários não foram informados.

O representante do hospital Maria Thereza Rennó, Joaquim Campos, confirma que houve conversas e até uma visita ao local de uma comitiva composta por membros do Ministério Público Federal e do Ministério Público de Minas Gerais para ver as condições do hospital.

“Recebemos uma comitiva de 10 pessoas do Poder Público e nós disponibilizamos, sensibilizados pelo caráter humanitário, a contribuir para reativar o empreendimento”, conta o representante do hospital que ainda completa afirmando que tem falado com prefeitos sobre o assunto: “Não é simples reabrir um prédio ativando, a atividade hospitalar”, pondera.

Algumas das despesas iniciais para a reabertura do hospital estão religação da energia elétrica, desinfecção de todo o prédio, compra de oxigênio, medicamentos e insumos para a farmácia, além de contratação de profissionais para todos os setores e alimentação.

 

OUTRAS POSSIBILIDADES
O prefeito de Santa Rita do Sapucaí disse ainda que a luta para a reativar o hospital vai continuar e busca outros modelos de parcerias para isso. Uma esperança é o governo do estado, que é mais frágil economicamente.

“Esse hospital em funcionamento é absolutamente estratégico para o Sul de Minas. Para Santa Rita também, mas ele é pensado para a região. Para que a saúde melhore com mais um hospital mais próximo da gente, ao lado do Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, e do Hospital Escola, em Itajubá. Nós estamos precisando de leitos e de médicos para atender a população”.

Enquanto o Maria Thereza Rennó continua fechado, o prefeito busca equipar o hospital Antônio Moreira da Costa com uma nova ala para atender as possíveis vítimas do novo coronavírus na cidade.

HOSPITAL MARIA THEREZA RENNÓ FUNCIONOU POR 8 MESES

O hospital foi um projeto idealizado pelo fazendeiro Wagner Rennó. Ele decidiu construir o empreendimento depois que a mãe morreu em casa, sem conseguir atendimento médico. A obra durou 14 anos e foi inaugurada em julho de 2013.

O hospital Maria Thereza Rennó ficou apenas oito meses em funcionamento. Era feito o atendimento através de planos de saúde particulares e do Ipsemg, plano médico dos servidores do estado. A unidade também estava em processo de credenciamento para atender pacientes pelo SUS. No entanto, com as dívidas, funcionários e médicos foram dispensados.

Desde então, os representantes buscam financiadores ou parceiros para que o hospital volte a funcionar.

Categoria: Região

Extrema também confirmou um positivo na cidade ontem. Esses são os três casos já confirmados na Regional de Saúde de Pouso Alegre. Em Minas são 205 pessoas que contraíram o novo coronavírus. VEJA OS NÚMEROS DE POUSO ALEGRE ABAIXO

Um idoso, de 75 anos, é o segundo paciente de Poços de Caldas a ter a confirmação da doença covid-19, provocada pelo novo coronavírus. A informação foi confirmada na tarde deste sábado pelo secretário municipal de Saúde, Carlos Mosconi. “Na tarde deste sábado, recebi o retorno da Fundação Ezequiel Dias (Funed), informando que este paciente testou positivo para Covid-19”, contou Mosconi ao site da prefeitura da cidade.

Ainda conforme a prefeitura, a coleta do material no idoso foi feita há 10 dias, quando ele chegou do Chile apresentando os sintomas da doença. O idoso continua internado em um hospital da cidade.

O primeiro caso positivo de covid-19 em Poços foi confirmado no dia 20 de março. A mulher, de 34 anos, fez o teste depois de ser atendida na UPA, com sintomas de gripe. Ela havia acabado de chegar de uma viagem a São Paulo, onde relatou ter tido contato com um homem vindo da Europa e que também havia testado positivo para Coronavírus. O período de quarentena desta paciente já terminou e ela passa bem.

CASO EM EXTREMA

Ontem (27/03), a prefeitura de Extrema também confirmou que um morador da cidade testou positivo para covid-19. O paciente é um homem de 56 anos que, segundo a secretaria de Saúde, contraiu o novo coronavírus em São Paulo. O homem se recupera em casa, em isolamento domiciliar.

Tanto esse último caso de Poços como esse de Extrema, que fazem parte da Regional de Saúde de Pouso Alegre, ainda não constam no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), divulgado neste sábado.

Nos 53 municípios que compõem a Superintendência Regional de Saúde de Pouso Alegre são 352 casos suspeitos em análise.

Em Minas Gerais, até o momento, 205 casos confirmados de covid-19, outros 22.974 casos seguem em investigação.

DADOS DE POUSO ALEGRE

Um morador de Pouso Alegre está internado no Hospital das Clínicas Samuel Libânio com sintomas da covid-19. Esse é um dos 39 casos suspeitos de novo coronavírus na cidade, segundo dados da SES-MG.

A prefeitura de pouso Alegre não divulgou boletim neste sábado. Nos números divulgados na sexta eram 180 notificações no município. Desse total, 141 estão em monitoramento domiciliar, 30 foram descartados, 08 aguardam resultados de amostras colhidas e 01 paciente está hospitalizado.

Categoria: Região

O paciente tem 56 anos e teria contraído a doença em São Paulo. O homem está em isolamento domiciliar.

A Secretaria Municipal de Saúde de Extrema confirmou, na noite desta sexta-feira (27), que um morador da cidade testou positivo para covid-19. O paciente é um homem de 56 anos que, segundo a secretaria de Saúde, contraiu o novo coronavírus em São Paulo.

Ainda de acordo com o município, o paciente está bem e se recupera em casa, em isolamento domiciliar. Na cidade, há outros cinco casos suspeitos de novo coronavírus e 15 pessoas são monitoradas.

Extrema faz parte da Regional de Saúde de Pouso Alegre que, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), tem 325 casos suspeitos de novo coronavírus. O único caso que estava confirmado na regional até o momento era de uma mulher, de 34 anos, de Poços de Caldas.

Categoria: Região

Criminosos clonaram cheque da prefeitura e ainda inventaram uma lista de empresas que receberiam do município. Prefeitura informa que não faz pagamentos com cheques sem antes avisar a instituição bancária.

Cheque clonado e lista de boletos fictícios. Foto: reprodução prefeitura de Borda da Mata

A prefeitura de Borda da Mata informa que criminosos estão usando o nome da instituição e nomes de funcionários do município para aplicar golpes no comércio da cidade e na região que ainda funcionam nesse período de quarentena contra covid-19. A fraude foi detectada nesta terça-feira (24).

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, os criminosos clonaram um cheque como se fosse emitido pela administração municipal, porém com número diferente. Ainda inventaram um ofício com lista de boletos de empresas que, supostamente, receberiam da prefeitura. Tal ofício tem carimbos e assinaturas também fictícios.

“A prefeitura não faz pagamentos com cheques e nas raras exceções de transações financeiras com cheques, o banco é avisado previamente. Portanto, se por ventura algum comércio em funcionamento receber documentos ou cheques em nome da Prefeitura, antes de receber FAVOR CONSULTAR com a instituição financeira ou nos canais oficiais da Prefeitura Municipal de Borda da Mata”, alerta comunicado da prefeitura.

Categoria: Região

Produção acontecia há 20 dias e era colocada no comércio da cidade. Dois homens foram detidos. Foto: PMMG

Após denúncia anônima, a Polícia Militar fechou uma fábrica clandestina de álcool em gel em Ouro Fino, na tarde desta terça-feira (24). Em um imóvel do bairro Várzea foram encontrados 250 litros de álcool 90%, mais 250 litros de produto usado na mistura e cerca de 200 litros de álcool em gel, pronto pra ser vendido. Os produtos estavam tonéis e galões.

Os policiais foram até o local denunciado e encontrou o proprietário no imóvel. Os militares fizeram buscas no local e nada encontraram. Só depois de muita conversa com o homem, de 38 anos, que ele confessou onde era a produção e levou os policiais até um cômodo onde estavam os materiais.

O homem contou aos policiais que já estava fabricando o álcool há, aproximadamente, 20 dias e que estava colocando para venda no comércio local.

Os militares também fizeram a condução do proprietário de umas das lojas que vendia o produto de forma irregular.

Os homens, ambos de 38 anos, foram presos por fabricar e vender produto nocivo à saúde. Eles foram encaminhados para delegacia de Polícia Civil.

Fábrica clandestina de álcool em gel é fechada pela polícia. Foto: PMMG
Fábrica clandestina de álcool em gel é fechada pela polícia – Foto: PMMG

Categoria: Região

O comandante da 17ª RPM, cel Oterson Nocelli, recebe álcool em gel do pró-reitor de extensão do IFSULDEMINAS, Cléber Ávila Barbosa. Foto: PMMG

Nesta terça-feira (24), a 17ª Região da Polícia Militar em Pouso Alegre, que abrange 72 municípios, recebeu doação de álcool em gel e máscara para proteção contra do coronavírus dos policiais militares que estão nos serviços operacionais na rua e para os militares do administrativo.

Os 100 frascos de álcool em gel foram enviados pelo Comando Geral da PM, em Belo Horizonte, e outra parte doada pelo Inconfidentes do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), que está produzindo o antisséptico no campus de Inconfidentes.

A produção do álcool em gel no IFSULDEMINAS é feita a partir de bebidas alcoólicas apreendidas em operações da Receita Federal. Na primeira etapa, 20 mil litros de bebidas estão sendo transformados em seis mil litros de antisséptico. A produção está sendo doada para instituições da região.

Já 250 máscaras recebidas pela Polícia Militar foram doadas pela fábrica da Helibras, em Itajubá.

Segundo a PM, os materiais serão distribuídos entre as unidades operacionais que integram a 17ª RPM.

Máscaras doadas pela Helibras. Foto: PMMG

Categoria: Região

O hotel tem 120 apartamentos e todos estão vazios. “É tudo que precisamos ter em um momento difícil”, afirma gerente do hotel. Em Poços de Caldas um caso de coronavírus foi confirmado.

26 apartamentos tiveram as luzes acesas para formar a palavra fé. Foto: redes sociais

Nesta segunda-feira (23), os moradores de Poços de Caldas, cidade turística do Sul de Minas, foram surpreendidos com a palavra FÉ escrita na fachada de um hotel que fica no centro da cidade.

A gerente, Elaine Martins, conta que ela e um colega viram uma foto de um prédio onde tinha formado um coração com as luzes dos apartamentos e quiseram fazer algo do gênero. “A gente preferiu escrever a palavra fé, porque é tudo que precisamos ter em um momento difícil como esse e que tudo isso vai passar”, afirma a gerente.

Para montar a palavra, ela tirou uma foto do hotel e fez o desenho no celular para ver quais apartamentos eram necessários ter as luzes acesas para formar a palavra.

A gerente e mais dois funcionários fecharam as cortinas de todos os apartamentos que não teriam as luzes acesas e acederam as luzes dos 26 apartamentos para formar a palavra FÉ.

Foram cerca de 30 minutos para preparar. As luzes as ficaram acesas a noite toda.

“A diretoria autorizou manter as luzes acesas todas as noites enquanto estivermos enfrentando a pandemia do covid-19” conta Elaine.

O hotel tem 120 apartamentos. Segundo a gerente, nessa época do ano, a média de ocupação é de 70% mesmo durante a semana.

Veja o vídeo gravado por morador e repassado ao hotel.

Categoria: Região

A morte de um paciente em Cruzília com sintomas do coronavírus é investigada.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde divulgado nesta segunda-feira (23), Minas Gerais tem 128 casos confirmados de pessoas infectadas com o coronavírus, causador da doença covid-19. Desse total, o Sul de Minas continua com um caso confirmado, que é uma mulher, de 34 anos, que mora em Poços de Caldas.

O número de notificações em investigação, segundo a SES-MG, é de 7.766. Outros 255 casos já foram descartados. Nenhuma morte está confirmada em Minas.

A partir dessa segunda, a SES-MG não está mais divulgando o detalhamento dos casos suspeitos por município, considerando que o Ministério da Saúde classificou todo o país como transmissão comunitária.

INVESTIGA MORTE EM CRUZÍLIA

A prefeitura de Cruzília, próximo a São Lourenço, informou que a morte de um paciente com sintomas do coronavírus está sendo investigada. A morte aconteceu nesta segunda-feira no hospital da cidade. O paciente se enquadrava no grupo de risco e tinha sido internado por outros problemas de saúde. Mais detalhes não foram informados pela prefeitura.

DADOS DE POUSO ALEGRE

Segundo o boletim local da secretaria municipal de Saúde de Pouso Alegre, na cidade são 65 casos suspeitos, onde os pacientes, em sua maioria, apresentam os sintomas leves da doença covid-19.

MEDIDAS ADOTADAS EM POUSO ALEGRE

A prefeitura está fazendo a desinfecção de áreas públicas para eliminar possível presença de coronavírus nas superfícies.

O decreto nº 5.124 da prefeitura de Pouso Alegre, editado na sexta-feira (20), determinou o fechamento da maior parte do comércio da cidade como medida para evitar o alastramento do novo coronavírus.

De acordo com o decreto, apenas os serviços considerados essenciais permanecerão abertos. Entre eles estão supermercados, farmácias, casas lotéricas, Correios, empórios e postos de combustíveis. O que significa que ainda haverá circulação de pessoas pelas ruas da cidade, porém em menor número.

O decreto ainda proíbe a aglomeração de pessoas nas ruas e demais espaços públicos de Pouso Alegre e prevê, caso necessário, o uso da força policial para dispersar essas aglomerações.

O serviço de Zona Azul estará suspenso em Pouso Alegre a partir dessa segunda-feira (23). Multas que tenham sido aplicadas na sexta-feira (20) e neste sábado (21), quando a cobrança ainda era realizada, serão canceladas.

DECRETOS PUBLICADOS

Na terça-feira (17) o prefeito de Pouso Alegre, Rafael Simões (DEM), assinou o decreto municipal nº 5.117 que declara situação de emergência em saúde pública no município em razão da pandemia do novo coronavírus. Simões assinou ainda o decreto nº 5.118 que institui o Comitê de Operações de Emergência de Saúde do COVID-19 (COES – Pouso Alegre – COVID 19).

O Comitê de Operações de Emergência de Saúde do Covid-19 é composto por autoridades e representantes da área da saúde e comércio da cidade de Pouso Alegre, que fará reuniões periódicas para avaliar a evolução do avanço da doença na cidade e apresentar medidas para a contenção da doença. Novos decretos poderão ser publicados, caso ocorra evolução da epidemia.

As duas medidas já tinham sido anunciadas na segunda-feira (16/03) durante reunião realizada na prefeitura com a presença de outras autoridades. Diferente do que foi anunciado na reunião, o decreto aumenta o tempo de aulas suspensas na rede municipal, passando ser entre os dias 18 e 31/03.