Categoria: Polícia

Adolescente de 16 anos é suspeito de ter atirado em uma menor durante festa clandestina na cidade de São Sebastião da Bela Vista, município vizinho de Pouso Alegre. 

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio da Delegacia Regional de Pouso Alegre, cumpriu, nesta quarta-feira (13), o mandado de internação como medida socioeducativa do menor suspeito de homicídio contra uma adolescente de 15 anos, em um baile funk na cidade de São Sebastião da Bela Vista.

De acordo com investigações da Delegacia de Santa Rita do Sapucaí, o menor de 16 anos é suspeito de matar com um disparo de arma de fogo a estudante de Pouso Alegre. O adolescente foi encaminhado ao Centro Socioeducativo de Passos, onde aguarda julgamento.

 

Relembre o caso 

O crime ocorreu no dia 1º de novembro de 2020, em um sítio na zona rural de São Sebastião da Bela Vista, após o namorado da vítima e o autor do disparo, que é de Pouso Alegre, começarem uma discussão. A menor foi atingida quando tentou defender o namorado. Ela teria entrado na frente dele no momento do disparo.

O tiro acertou a região do tórax de Karolline Gabrielle da Silva. A adolescente até chegou a ser socorrida com vida pelo Corpo de Bombeiros e levada ao Hospital das Clínicas Samuel Libânio, mas faleceu algum tempo depois no local. De acordo com a Polícia Militar, o evento era clandestino e teve cobrança de ingressos.

Categoria: Polícia

A Polícia Militar recuperou alguns equipamentos levados do posto de saúde do bairro Colina de Santa Bárbara, em Pouso Alegre. Um menor, de 16 anos, e um rapaz, de 19 anos, foram detidos e levados para a delegacia.

O sargento Damácio Móisés conta que os policiais chegaram até o material após encontrar uma bicicleta furtada. O suspeito contou onde estariam mais duas bikes furtadas em uma loja na cidade. Ao chegar no endereço, os policiais não encontraram as bicicletas, mas localizaram drogas e uma réplica de arma de fogo. Nesse endereço, os PMs foram informado de que na casa de outro suspeito estavam os materiais levados do posto de saúde.

Dentre os itens furtados estavam um monitor de computador, um doppller vascular portátil e outros materiais utilizados para o atendimento à comunidade. Apenas a TV de 50″ que tinha sido levada que não foi recuperada pela polícia. Os ladrões teriam vendida a peça por R$ 600.

O posto de saúde foi invadido durante o fim de semana. Criminosos pularam o muro e arrombaram uma janela de vidro para entrar numa sala. Na sequência, colocaram fogo para arrebentar a fechadura da porta e entrar nos demais cômodos da unidade.

“Quando entramos na unidade de saúde observamos que portas do fundo foram arrombadas, e ao entrar em um dos consultórios, que é o consultório onde são atendidos os pacientes ostomizados – onde são feitas as trocas de sondas -,tinha um ato de vandalismo terrível. Colocaram fogo na porta para tentar abrir, entraram pela janela, quebrando todo vidro”, conta a enfermeira Ana Cristina da Silva, uma das coordenadoras da Unidade Básica de Saúde (UBS).

Os bandidos também tentaram levar uma CPU, um microondas e um fogão. Além disso, queimaram vários documentos, como a ordem de compra de materiais.

A enfermeira da UBS acredita que o crime foi cometido por mais de uma pessoa: “Pra conseguir levar a TV, o monitor e mais algumas coisas que levaram com certeza alguém estaria ajudando, ele não conseguiria levar sozinho”.

VÍDEO SOBRE O FURTO AO POSTO DE SAÚDE:

Categoria: Polícia

As vítimas foram mortas por enforcamento. O suspeito do crime está preso.

O arquiteto Vanderlei Ramos tinha sido candidato a vice-prefeito na eleição passada. Foto: reprodução TSE

Pai e filho foram encontrados mortos dentro de casa, em Silvianópolis, no Sul de Minas, na noite desta segunda-feira (11). Vanderlei Ramos de Paiva, de 60 anos, e Arthur Ramos de Paiva Filho, de 80 anos, foram vítimas de homicídio. Eles foram encontrados com sinais de estrangulamento. Vanderlei Ramos era arquiteto e foi candidato a vice-prefeito na eleição passada na cidade, não sendo eleito.

Segundo a Polícia Militar, o crime teria ocorrido na madrugada de domingo para segunda. Os vizinhos desconfiaram que não houve nenhum tipo de movimentação na casa durante toda a segunda-feira. Por volta das 19h, os vizinhos decidiram verificar a residência e encontraram as vítimas já sem vida.

SUSPEITO PRESO

Um homem, de 28 anos, foi preso na madrugada desta terça-feira (12) como suspeito do duplo homicídio. Ele teria confessado o crime e foi levado para delegacia da Polícia Civil em Pouso Alegre. A motivação do crime teria sido um desentendimento entre o suspeito e o arquiteto.

De acordo o tenente João Otávio Melo de Miranda, comandante do policiamento na cidade, na noite de domingo houve um encontro na casa das vítimas, onde estavam o suspeito e outras duas mulheres. Havia consumo de bebida alcoólica na casa. Já na madrugada, após o desentendimento, o suspeito enforcou Vanderlei. O pai do arquiteto já estava dormindo e se levantou para defender o filho. Ele pegou uma faca e tentou agredir o homem, que conseguiu tomar a arma do idoso. O aposentado foi espancado e também morto por enforcamento.

SUSPEITO ESTAVA EM CONDICIONAL

Ainda segundo a polícia, o suspeito do crime está em condicional há dois meses. Ele cumpria pena de nove anos prisão e tem passagens por homicídio e estupro.

O delegado titular na delegacia de Silvianópolis, Luiz Felipe Brizzi, ainda vai ouvir o suspeito e possíveis testemunhas do duplo homicídio.

Categoria: Polícia

De acordo com a Polícia Civil, material será usado para prevenir crimes e desmistificar investigações que estão em aberto.

A formação na delegacia de Polícia Civil de Pouso Alegre reuniu alguns agentes penitenciários e peritos criminais. O encontro serviu para explicação da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos, criada com o objetivo de manter, compartilhar e comparar perfis genéticos para ajudar na apuração criminal e no processo de investigação.

“Esse projeto foi criado através do Decreto Lei 9817, de 2019, que formalizou e criou o banco de dados. Isso significa que nós teremos, agora, material genético de pessoas condenadas. Isso irá auxiliar a Segurança Pública no sentido de prevenir crimes e desmistificar algumas investigações que estão em aberto. Ou seja, irá facilitar as investigações criminais, uma vez que nós teremos materiais genéticos de pessoas condenadas”, destaca o delegado da Polícia Civil Renato Gavião.

A obrigatoriedade da identificação do perfil genético de condenados por crime praticado dolosamente, com violência de natureza grave contra pessoa, está prevista desde 2012.

“Foi realizado um estudo que numa média de quatro condenados, um volta a ter uma condenação num prazo de cinco anos. Então isso auxiliará, por exemplo, em um crime sexual. Você tem o material genético na vítima, esse material é recolhido e comparado com o material do suspeito, que nós já teremos esse material, e será feita somente a comparação”, explica o delegado.

 

Cada unidade da federação é responsável por coletar amostras de DNA dos condenados nas penitenciárias. Em seguida, as amostras são processadas em um dos laboratórios que compõe a Rede Integrada.

Na próxima semana, 120 detentos do presídio de Pouso Alegre terão o material genético recolhido. Os dados genéticos ficarão disponíveis em um Banco de dados de nível nacional.

“A gente vai utilizar uma esponja na cavidade bucal deles. É um método indolor, e é muito parecido com o que a gente utilizava antes, o Swab, como se fosse um cotonete. É um método indolor, é bem tranquilo. A gente trabalha de acordo com as metas da Senasp. A primeira meta foi de 120 para o presídio de Pouso Alegre. A gente já sabe que na próxima a gente vai incluir o presídio de Ouro Fino, que já tem uma quantidade, que se não me engano são 30. Então a gente vai depender do que a Senasp vai demandar” afirma a Perita Criminal Carina De Oliveira Dumont Horta.

Categoria: Polícia

Foto: Polícia Militar

Um rapaz, de 24 anos, foi preso pela Polícia Militar, nesta terça-feira (05), em jacutinga, por suspeita de envolvimento com tráfico de drogas. Na casa dele os policiais encontraram pés de maconha sendo cultivados e havia porções da droga para comercialização.

Segundo a PM, havia, pelo menos, 10 pés de maconha plantados em latas de tinta e até em um vaso sanitário. Na residência foram encontradas 23 porções da droga, além de uma balança de precisão.

A prisão ocorreu no bairro Vale Primavera, após uma denúncia anônima. O suspeito tentou fugir, mas foi alcançado e detido pelos policiais. O homem preso e o material apreendido foram encaminhados para a delegacia da Polícia Civil.

Categoria: Polícia

A Polícia Militar prendeu um homem de 67 anos por posse ilegal de arma de fogo e munições. A prisão ocorreu na tarde do último domingo (03), no bairro São Geraldo, em Pouso Alegre.

A PM recebeu uma denúncia de que um homem estava tentando vender uma arma de fogo pelas ruas do bairro. O suspeito estava em um carro. A abordagem foi feita e além de um revólver calibre 38, a Polícia encontrou 06 munições para a mesma arma e 03 coldres.

O homem foi preso e encaminhado para a Delegacia de Pouso Alegre.

PM apreendeu munição e coldres
Foto: PM

Categoria: Polícia

A Polícia Militar encontrou 162 tabletes de maconha e cerca de R$ 6 mil na casa de um homem, de 36 anos, em Pouso Alegre, na tarde deste sábado (02). A equipe do Tático Móvel foi até o local, no bairro Foch, após denúncia anônima pelo 181. O homem morava sozinho e confessou ser o dono da droga. Ele e o material apreendido foram encaminhados para a delegacia da Polícia Civil.

A reportagem do Terra do Mandu foi até a sede da 185ª Cia do Tático Móvel, e conversou com o Aspirante David Tavares, que atuou na ocorrência. Assista:

Categoria: Polícia

‘Rolezinhos’ de moto também foram registrados em cidades da região, como Santa Rita do Sapucaí, Cambuí, Ouro Fino e Jacutinga, onde também teve apreensões.

A Polícia Militar realizou a operação ‘Cavalo de Aço’, durante o feriado de Natal, com o intuito de abordar pessoas que estavam conduzindo motos pelos bairros de Pouso Alegre com o escapamento modificado, fazendo muitos barulhos por onde passavam. Além de realizar manobras perigosas, cometendo crime de ‘contravenção Penal de Perturbação do Sossego em vários bairros da cidade’, segundo informou nota da PM.

O resultado da operação teve 31 motos apreendidas e removidas para o pátio credenciado do Detran/MG, e 77 autos de infração, que poderão virar multa, confeccionados, além de seis documentos recolhidos.

De acordo com a polícia, além de aumentar a sensação de segurança dos condutores e proprietários de motos, o objetivo era prevenir crimes e buscar objetos ilícitos, como armas na posse de condutores e passageiros, além de identificar motocicletas que sejam furtadas ou roubadas.

A reportagem de Terra do Mandu conversou com o capitão PM, Gustavo Queiroz, que informa que a operação será repetida no próximo feriado de fim de ano.

VEJA A ENTREVISTA ACIMA

‘Rolezinhos’ coibidos em outras cidades da região

Além de Pouso Alegre, outras cidades do Sul de Minas registram os ‘rolezinhos’ de moto durante o feriado de Natal. Houve apreensão de motos em cidades como Cambuí, Jacutinga e Santa Rita do Sapucaí.

Categoria: Polícia

Cerca de 20 policiais participaram da operação. Foto: Polícia Civil MG/Divulgação

As Polícias Civil de Minas e Gerais e de São Paulo deflagraram, nesta terça-feira (22), uma operação em Jacutinga que resultou na prisão de quatro pessoas suspeitas de fazerem parte uma quadrilha especializada em furtos de estabelecimentos comerciais, com arrombamentos de cofres.

De acordo com as investigações, a quadrilha seria responsável por cometer diversos crimes nas cidades do interior de São Paulo como Espírito Santo do Pinhal, São João da Boa Vista, Santo Antônio do Jardim; Além de dois crimes na cidade de Jacutinga, sendo um posto de combustíveis e um supermercado.

Durante a operação foram presos dois homens, de 34 anos e 25 anos, e duas mulheres, de 35 anos e 27 anos. Objetos furtados, roupas e veículos usados nos crimes também foram apreendidos.

A operação contou com a participação de mais de 20 policiais civis de São Paulo e Minas Gerais.

Categoria: Polícia

O homem já tinha sido indiciado em outro inquérito que investigava o abuso contra uma menina de 9 anos. Agora, segundo o delegado, ele confirma os crimes. “Não é fácil de ouvir as coisas que ele conta. estamos chocados porque é um crime de grande gravidade”, resume o delegado Luiz Felipe Brizzi

Padrasto suspeito de abusar de enteado de 5 anos é preso em Espírito Santo do Dourado. Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil prendeu, na manhã deste sábado (19), um homem, de 34 anos, suspeito de praticar abuso sexual contra enteado, de 5 anos. A prisão foi em um sítio, na zona rural de Espírito Santo do Dourado, onde a família morava.

A prisão é preventiva e foi decretada pela justiça após pedido feito pelo delegado Luiz Felipe Brizzi, responsável pelo inquérito. “O suspeito já vinha sendo investigado há alguns meses por prática de atos libidinosos com o enteado. E também já houve outra investigação, em que presidi o inquérito, em que ele foi indiciado por abuso a uma menina de 9 anos. Não ficou comprovada na época, mas hoje ele está confessando os crimes”, disse o delegado.

O caso foi denunciado ao conselho tutelar da cidade, depois que a criança contou para um amiguinho que era abusado pelo padrasto. O delegado afirma que é revoltante as afirmações dadas pelo suspeito. “Não é fácil de ouvir as coisas que ele conta. estamos chocados porque é um crime de grande gravidade”, resume o delegado Luiz Felipe Brizzi.