Categoria: Gente do Mandu

Apresentação foi ao ar livre e mantendo distância entre músicos e idosos para garantir a segurança dos internos durante a pandemia da Covid-19. VEJA VÍDEO ABAIXO.

A tarde desta quinta-feira, 04 de junho, foi bem diferente para os idosos do asilo Betânia da Providência, em Pouso Alegre. Eles ganharam uma apresentação musical da Banda da Polícia Militar. Os idosos estão há quase três meses sem receber visitas devido a pandemia do novo coronavírus.

Para a segurança dos internos, a apresentação foi feita tomando todos os cuidados para evitar a contaminação de alguém. As cadeiras foram colocadas no jardim que fica em frente ao asilo, num espaço bem ao ar livre. Os idosos e funcionários do asilo usavam máscaras. Já a banda da PM se apresentou com um número reduzido e ficou distante de onde estavam os idosos.

A direção do asilo explicou que a apresentação foi pensada para levar um pouco mais de alegria para os idosos que estão nesse período de quase três meses isolados. A Banda da PM já fazia apresentações em datas especiais no local e o convite foi aceito para a alegria dos idosos.

VEJA O VÍDEO:

Categoria: Gente do Mandu

Funcionários da delegacia também participam de ação voluntária para doação de sangue no Hemocentro Regional.

A Polícia Civil de Minas Gerais, em Pouso Alegre, realiza a 3ª Campanha do Agasalho. A Delegacia Regional de Pouso Alegre, na Rua Silvestre Ferraz, é o ponto para arrecadar roupas de frio, cobertores e leite até o dia 10 de junho. Esta última semana de maio foi a mais fria do ano em Pouso Alegre e demais cidades do Sul de Minas. E o inverno ainda não chegou. Então, dias mais frios estão por vir e muita gente precisa da sua ajuda para ter com o que se agasalhar.

Nas duas primeiras edições da campanha, uma grande quantidade de roupas foi doada a dois asilos de Pouso Alegre. Neste ano, a ideia é, além de conseguir roupas, também doar leite aos asilos que possuem um alto consumo e dificuldade em conseguir o alimento.

Esta Campanha é mais uma das ações que da Polícia Civil em Pouso Alegre para tentar amenizar os sofrimentos causados em época de pandemia.

No mês passado, investigadores e delegados participaram de uma ação de doação de sangue para repor o estoque do Hemocentro Regional. A ação deverá se repetir após o intervalo necessário entre cada doação.

Policiais civis doam sangue me Pouso Alegre. Foto: Polícia Civil

Outra ação solidária que teve o apoio da delegacia regional este ano foi campanha Pit Stop Operário, da Paróquia de São José do Operário, que arrecadou alimentos e fraldas geriátricas.

Ainda, em parceria com o Rotary Pouso Alegre Sul, será realizada uma ação que visa arrecadar itens de cesta básica e descentralizar a distribuição para famílias que estejam necessitando.

Categoria: Gente do Mandu

As doações da ação ‘Juntos Fazemos o Bem’ são semanais. O Sicredi doa de 0,20% a 0,40% do valor aplicado pelo associado, sem ônus para quem faz a aplicação.

Gerente da Cooperativa Sicredi se reuniu com diretores da FUVS, mantenedora do hospital. Foto: Ascom FUVS

A cooperativa financeira Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG anunciou que irá destinar recursos ao Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, para o combate ao novo coronavírus. Na ação solidária, quando um associado da Sicredi faz algum investimento financeiro, uma porcentagem é doada pela cooperativa ao hospital.

Esta doação será feita pela cooperativa, sem nenhum ônus ao associado, no percentual de 0,40% sobre o valor aplicado, pelo período mínimo de 180 dias, e 0,20% sobre a quantia aplicada com carência de no mínimo 90 dias, nos produtos de investimento: Sicredinvest, Sicredinvest Flex, Sicredinvest Evolutivo, Sicredinvest Exclusivo e RDC Pré-fixado.

“A Sicredi é uma cooperativa que busca parcerias para desenvolvimento local das cidades em que atua. Estamos muito felizes em poder ajudar a população de Pouso Alegre e região, através da ação Juntos Fazemos o Bem”, afirma o gerente da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, Felipe Lazzaretti.

Os repasses da ação estão sendo feitas semanalmente, já que o trabalho no combate à pandemia não para. O associado pode indicar o Hospital Samuel Libânio, ajudando assim a instituição nesse momento difícil de pandemia, que está na linha de frente do combate ao novo Coronavírus.

“Agradecemos mais essa ação de solidariedade desta cooperativa que trabalha fortemente na valorização das pessoas. Em nome de todos os funcionários e pacientes do Hospital Samuel Libânio agradeço esse ato de carinho e reconhecimento do trabalho dessa instituição”, agradece o diretor executivo da FUVS, Igor Souza Nogueira Oshiro.

Sicredi Alto Uruguai no Sul de Minas

A Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG está presente no Sul de Minas desde o ano passado, quando iniciou, de forma oficial, a expansão da Cooperativa na região. Agências foram inauguradas em Itajubá, Santa Rita do Sapucaí e Pouso Alegre.

A agência da Sicredi em Pouso Alegre fica na Rua Comendador José Garcia, n. 391, Centro.

Categoria: Gente do Mandu

O aviso deixa claro, quem quiser pode pegar. E quem tiver pode doar. O varal está em frente à sede da Pastoral de Rua, no bairro São Camilo, próximo a Av. Vicente Simões. Veja o vídeo abaixo.

Com a chegada do tempo frio, a Pastoral de Rua de Pouso Alegre decidiu instalar um varal solidário para doação de roupas aos moradores de rua e outras pessoas que estejam precisando das peças e agasalhos. A presidente da entidade, Reginea Muniz, explica que durante a pandemia da Covid-19 foram suspensos alguns serviços da Pastoral, como o café da manhã e o banho que eram oferecidos aos moradores de rua. As refeições no período noturno continua sendo levado até os locais onde as pessoas em situação de rua costumam se alojar.

“Em 10 anos de atividades, a gente nunca achou que seria preciso interromper parte do nosso trabalho. Mas para evitar aglomerações e que a gente fosse um possível transmissor do coronavírus, nós suspendemos os atendimentos aqui na sede. O varal solidário de roupas e agasalhos foi uma maneira para atender essas pessoas, e outras que estejam precisando”, conta dona Reginea.

O aviso pregado no portão da Pastoral de Rua deixa claro que as roupas podem ser levadas por qualquer pessoas que esteja precisando. E também que quem tiver alguma peça para doar pode pendurar no varal, que será reabastecido todas as manhãs.

A sede da Pastoral de Rua em Pouso Alegre fica na Rua Tomaz Antônio Gonzaga, 21, bairro São Camilo, ao lado da Avenida Vicente Simões, logo depois do posto de combustíveis próximo ao Senac.

Categoria: Gente do Mandu

São 625 profissionais de enfermagem no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre. Eles foram homenageados nesta terça-feira (12), Dia Internacional do Enfermeiro (a). Veja vídeo abaixo.

A homenagem foi organizada pela Acipa Mulher e outras instituições da cidade. Um músico tocou violino ao vivo, enquanto os profissionais de enfermagem eram aplaudidos na torca de turno.

VEJA O VÍDEO:

Outra homenagem

Mais cedo, outra homenagem foi realizada para os profissionais de saúde que trabalham no hospital. O Samuel Libânio é referência regional e recebe pacientes de 32 cidades vizinhas.

A homenagem foi organizada pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Pouso Alegre (SEESSPA), e contou com presença da banda do Batalhão de Polícia Militar.

Além de música ao vivo, foram levadas faixas e balões brancos para a frente do hospital. O diretor social e enfermeiro no Samuel Libânio, Miguel Simeão Pereira Jr, foi um dos idealizadores da homenagem para os colegas que estão na linha de frente de trabalho no combate ao coronavírus.

“Essa singela homenagem foi feita com amor, carinho e respeito aos profissionais de saúde que mostram mais do que nunca sua dedicação nesse momento de pandemia do novo coronavírus”, disse Miguel.

A diretora de Enfermagem do HCSL, Jussara Meire Rodrigues, lembrou que os enfermeiros são responsáveis por todo carinho e atenção que o ser humano precisa no momento de tratamento. “Pra nós foi um momento de muita alegria e reconhecimento. Aproveito essa data e esse momento para parabenizar e agradecer meus colegas de trabalho por cuidar tão bem da saúde dos pacientes. Vocês são guerreiros na linha de frente da batalha e são responsáveis por todo carinho e atenção que o ser humano precisa”.

 

Categoria: Gente do Mandu

Moradores de rua, catadores e mães que não têm condições de comprar máscaras para seus filhos já pegaram a proteção. Veja no vídeo abaixo.

A recomendação das autoridades de saúde é que todo mundo tem que usar máscaras para se proteger e proteger o próximo contra o novo coronavírus. Mas, tem gente que ainda não tem acesso a esse tipo proteção. Foi por isso que a dona de uma farmácia decidiu agir. Com a ajuda de funcionários, ela confeccionou máscaras descartáveis e montou um varal solidário na rua.

O varal com as máscaras foi colocado na Avenida Moisés Lopes, no bairro Árvore Grande, em Pouso Alegre, Sul de Minas. Mônica Barreto, que teve a ideia, conta que no primeiro dia as pessoas já têm passado para pegar a máscara. São catadores de material recicláveis, moradores de rua e mães que não têm condições de comprar máscaras para seus filhos.

Veja no vídeo reportagem. acima

 

Categoria: Gente do Mandu

A campanha ‘Sobreviventes19’ é organizada por quatro instituições, incluindo a ONU e chama a atenção para o fato de a idade não ser critério determinante para o acesso à saúde. A produção no Brasil entrou em contato com o Terra do Mandu para chegar a dona Dulce depois de ter acesso a matéria produzida pelo portal. Veja vídeo abaixo.

Imagem: reprodução

A pouso-alegrense Dulce Coelho, de 84 anos, conhecida como ‘dona Dulce’, é um dos exemplos de idosos do mundo que contraíram a Covid-19 e se curaram da doença. Dona Dulce participa da campanha ‘SURVIVORS19’ (Sobreviventes19), que traz depoimentos de idosos já curados da Covid-19.

Survivors19 é um movimento para garantir que a idade ou qualquer outra condição pessoal não sejam critérios determinantes para o acesso à saúde e tratamento médico. É um projeto independente, mas com parceria de 4 instituições, incluindo a ONU.

A produção do projeto no Brasil entrou em contato com a reportagem do Terra do Mandu ao ver a reportagem no portal que falava que dona Dulce havia se recuperado da Covid-19 dentro de casa, em Pouso Alegre, e solicitou o contato da família.

Veja o vídeo da campanha.

Nesse primeiro vídeo os protagonistas são Giuseppe Villani, um empresário de 76 anos de Modena Jorge Mijangos, um engenheiro aposentado de 80 anos de Madri, Young Joo Hwang, um aposentado de 97 anos de Cheongdo na Coréia do Sul, Dulce Ferris, uma voluntária em grupos de assistência social de Pouso Alegre com 84 anos, e William “Bill” Kelly, bombeiro aposentado de 95 anos e veterano da Segunda Guerra Mundial e morador do Condado de Yamhill no Oregon:

Sobre dona Dulce

Dona Dulce foi diagnosticada com a Covid-19 no final de março. Ela foi tratada em casa por duas filhas, uma delas é a médica Carmen Coelho Rezende. Foi o primeiro caso confirmado do coronavírus em Pouso Alegre.

Para cuidar da mãe, a médica levou alguns aparelhos hospitalares para o apartamento que auxiliaram para garantir oxigênio à idosa. Dra Carmen recebia suporte à distância de colegas médicos especialistas em diversas áreas. “Mas, a todo momento, estive preparada para correr com ela em situação de ameaça de crise de respiratória aguda”.

Situação em Pouso Alegre hoje

O boletim da prefeitura de Pouso Alegre desta quinta-feira (07) informa que são 51 casos de Covid-19 confirmados na cidade. Desse total, são 27 curados, 21 em isolamento domiciliar e 3 vítimas fatais de Covid-19 na cidade. Há ainda 125 casos suspeitos, com 3 pacientes internados e 122 em isolamento domiciliar.

Categoria: Gente do Mandu

Com o isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19 caiu o número de doações e o estoque do Hemocentro necessita de reposição. Voluntários devem agendar a doação pelo site ou telefone.

Policiais militares doam sangue no hemocentro regional de Pouso Alegre. Foto: PMMG

Nesta segunda-feira (04), um grupo de policiais militares foram até o Hemocentro Regional de Pouso Alegre para uma ação solidária. A equipe de sete policiais doaram sangue para o banco do Hemocentro que está com estoque baixo.

Os policiais que participaram da ação de hoje fazem parte da área administrativa da 17ª Região da Polícia Militar, com sede em Pouso Alegre. A intenção é repetir a doação com outros policiais e os mesmos voluntários, após o ciclo para nova retirada de sangue. Segundo a sargento Isabela, da assessoria de imprensa e que fez a doação, o objetivo também é de servir de exemplo e incentivar a população praticar essa ação solidária.

Por causa do isolamento social, despencou a quantidade de doadores que iam ao hemocentro. A direção pede que os voluntários não deixem de doar.

Na semana passada, policiais civis da Delegacia Regional de Pouso Alegre também estiveram no hemocentro para doar sangue (veja fotos abaixo).

Agende sua doação
O agendamento da doação pode ser feito no site da Fundação Hemominas e AGENDE SUA DOAÇÃO. Quem quiser doar pode ligar no Hemocentro para tirar dúvidas e se apto para doação. O telefone é o 3449-9900;

O Hemocentro que fica na Rua Comendador José Garcia, 846, próximo ao Hospital das Clínicas Samuel Libânio. O horário de atendimento é 07h às 11h, de segunda a sexta-feira.

Para doar, a pessoa tem que ter de 16 a 67 anos; estar em boa saúde; não estiver tomando medicamento; dormir bem na noite anterior. Não precisa estar em jejum.

O voluntário irá comparecer em hora marcada e usando máscara.

Fotos policiais doam sangue:

Policiais militares doam sangue no hemocentro regional de Pouso Alegre. Foto: PMMG
Policiais militares doam sangue no hemocentro regional de Pouso Alegre. Foto: PMMG
Policiais militares doam sangue no hemocentro regional de Pouso Alegre. Foto: PMMG
Policiais civis doam sangue me Pouso Alegre. Foto: Polícia Civil
Policiais civis doam sangue me Pouso Alegre. Foto: Polícia Civil

Categoria: Gente do Mandu

O padre diz que aprendeu o ofício ajudando a família e depois no seminário. Agora teve que voltar à produção. A venda de roscas ajuda a pagar as contas da paróquia, que está sem as doações eram feitas pelos fiéis durante as missas que foram suspensas durante isolamento social.

Esse aí de boné, de máscara e com a mão na massa é o padre Edson Aparecido, pároco da Paróquia São João Batista, em Pouso Alegre (veja no vídeo). Toda sexta-feira tem produção de roscas para vender na comunidade.

Essa foi uma maneira encontrada pelo padre para driblar os efeitos do distanciamento social causado pela pandemia do novo coronavírus, que tirou todos os fiéis da igreja.

Boa parte da renda para quitar as despesas da paróquia vinha das coletas das missas. O padre conta que, além das contas de água e luz, tem os salários de funcionários e a reforma da igreja matriz que já estava em andamento antes da pandemia. Só as contribuições voluntárias e o dízimo não são suficientes para quitar tudo.

Para produzir as roscas e pães salgados, o padre tem a ajuda de funcionários da paróquia e tudo é feito na própria cozinha industrial da igreja.

O padre diz que a massa da rosca não tem segredo. Mas quem leva pra casa já recebe um alimento abençoado.

A venda acontece toda sexta-feira e para adquirir basta ligar para a Paróquia no telefone 3422-2468 e fazer sua encomenda. Cada rosca custa R$ 10,00. Tem ainda os pães salgados, que saem a R$ 5,00 (5 unidades).

Categoria: Gente do Mandu

Elas estão sem máscaras porque não receberam o acessório da empresa. Nossa reportagem falou com o gerente da empresa que informou que as máscaras foram adquiridas essa semana e serão entregues às garis.

De segunda a sábado, as garis Silvana e Gislene deixam as ruas do Centrão de Pouso Alegre mais limpas. Em época de pandemia do novo coronavírus, elas não têm a opção de ficar em casa.

As duas garis têm três filhos cada uma que dependem do trabalho delas nas ruas de Pouso Alegre.

A gente estava de máscara enquanto conversava com as garis, mantendo uma certa distância delas. Mas Silvana e Gislene trabalham sem máscaras de proteção porque não receberam o acessório da empresa.

Entramos e m contato por telefone com a empresa Vina, responsável pelo serviço de limpeza e coleta de lixo nas ruas de Pouso Alegre. O gerente José Wilson Brandão informou as máscaras já foram adquiridas e serão distribuídas até no início da semana que vem.