Categoria: Emprego

Esse foi o jeito encontrado por Carlos Eduardo Ribeiro dos Santos, de 38 anos, para chamar a atenção e ver se consegue um emprego. Ele mandou uma pessoa confeccionar duas placas e foi para uma Avenida movimentada no Centro de Pouso Alegre, no Sul de Minas, para distribuir currículos.

Carlos disse que foi pedir emprego na rua porque está sem condições financeiras para ir às portas de fábricas. Ele tem ensino médio, já trabalhou em peixaria e outros serviços gerais. Carlos Eduardo é natural de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas e no Sul de Minas há cerca de um ano.

O número que ele divulga no currículo é o 35 9.8800-9939, que é do pai dele.
VEJA NO VÍDEO ACIMA.

 

Categoria: Emprego

São 26 vagas, mais cadastro de reserva para área da educação. Provas serão em junho. Taxa de inscrição custa R$ 90.

Foto: Ascom PMPA

A partir desta segunda-feira (29), os interessados já podem fazer a inscrição para o concurso público da prefeitura de Pouso Alegre. De acordo com o edital, divulgado em fevereiro, são 26 vagas para professores e profissionais da educação, mais cadastro de reserva. As inscrições vão até o dia 29 de maio. As provas serão realizadas nos dias 29 e 30 de junho. O concurso terá validade de dois anos. O valor da inscrição é de R$ 90.

Inscrições pela internet

A inscrição será recebida, exclusivamente, via internet no site da empresa IMAM Concursos, no link correspondente ao Concurso Público da Prefeitura Municipal de Pouso Alegre-MG – Edital 001/2019. Quem tiver dificuldades de acesso a internet, poderá fazer a inscrição na secretaria de Educação, na Rua Tupinambás, s/n° – Bairro Santo Antônio, Pouso Alegre-MG, no horário de 9h às 12h e das 14h às 16h de segunda a sexta-feira.

O Concurso Público constará de Prova Objetiva de Múltipla Escolha, Prova de Redação e Prova de Títulos.

Concurso após decisão judicial 

O concurso foi anunciado no ano passado, na semana do dia do professor, e está sendo realizado após a justiça determinar que a prefeitura não fizesse mais contratações temporárias sem o devido concurso público. A decisão é do juiz Sérgio de Oliveira Franco, da 3ª Vara Cível de Pouso Alegre, atendendo a um pedido do Sindicato dos Profissionais do Magistério (SIPROMAG).

O sindicato entrou com uma Ação Civil Pública solicitando o concurso e a exoneração dos contratados. A justiça acatou parte do pedido, proibindo o município de contratar, sem o devido concurso público, cargos para a educação. “Ressalvadas as hipóteses de contratações temporárias e excepcionais previstas nas exceções constitucionais e legais, sob pena de multa diária”, diz decisão da justiça.

Após a decisão liminar de primeira instância, o município recorreu ao Tribunal de Justiça em Belo Horizonte pedindo a suspensão da liminar. Porém, o desembargador Judimar Biber, relator do processo no TJMG, manteve a medida cautelar do juiz Sérgio Franco, da 1ª instância. Essa última decisão saiu no dia 12 de setembro de 2018.

Categoria: Emprego

O período de inscrições vai de hoje até o dia 21 de maio. A prova objetiva serão no dia 09 de junto.

A prefeitura de Jacutinga está com inscrições abertas, a partir desta segunda-feira (22), para o concurso da Guarda Municipal. São 10 vagas, com salário base de R$ 1.200 e exigência de ensino médio completo.

O período de inscrições vai até o dia 21 de maio e são apenas pela internet, no site IBGP Concursos . A taxa é de R$ 30. A prova será realizada no dia 09 de junho.

Categoria: Emprego

Serviços estão suspensos até quinta-feira, quando unidade será inaugurada.

UAI passa a funcionar na Av. Dr. João Beraldo. Foto: Terra do Mandu

A Unidade de Atendimento Integrado – UAI, de Pouso Alegre está mudando de endereço. O serviço saiu da Rua Comendador José Garcia e vai para a Avenida Dr. João Beraldo, 242, no Centro. As instalações estão sendo concluídas e a UAI será inaugurada no novo endereço na próxima quinta-feira, dia 11.

Gerida através de uma Parceria Público Privada (PPP), a UAI reunirá serviços de órgãos, como o Instituto de Identificação da Polícia Civil, SINE – MG, Detran, Ministério do Trabalho, Secretaria de Estado de Administração Prisional – SEAP e Receita Federal, entre outros

A nova UAI contará com 20 guichês de atendimento e mais três específicos para coleta de impressão digital, além de uma sala de espera para 90 pessoas sentadas. O local terá capacidade de atender até 640 pessoas por dia, aproximadamente.

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, a que a UAI é vinculada, o novo espaço irá oferecer praticidade e conforto aos cidadãos de Pouso Alegre.

 

Os serviços oferecidos

Inicialmente, a unidade prestará os seguintes serviços:

  • Comunicação de Venda de Veículo – DETRAN/MG;

  • Entrega de CNH e CRLV (devolvidos pelos Correios) – DETRAN/MG;

  • Ouvidoria do Estado de Minas Gerais;

Serviços que serão implantados no decorrer da operação da unidade:

  • Emissão da carteira de Identidade;

  • Emissão do atestado de antecedentes criminais;

  • Emissão e Alteração na Carteira de Trabalho – MTE;

  • Recadastramento de Funcionários Inativos do Estado de Minas Gerais.

  • Atendimentos do Núcleo de Assistência às Famílias – NAF

  • Emissão de CPF;

  • Prova Eletrônica de Legislação;

  • Requerimento de Seguro-Desemprego – SINE/MG;

  • Intermediação de mão de obra – SINE/MG;

Os serviços de Emissão de Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho, Seguro Desemprego e Entrevista com Assistente Social, precisam ser previamente agendados pelo site www.mg.gov.br ou pelo MG App.

UAI POUSO ALEGRE

Avenida Doutor João Beraldo, n° 242 – Centro

Funcionamento: de segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas, a partir de quinta-feira, dia 11.

Categoria: Emprego

As vagas são oferecidas por empresas e pela prefeitura de Pouso Alegre. O cadastro é apenas online.

A jovem Dayene Gonçalves, de 21 anos, está desempregada há quatro meses. Ela até se viu obrigada a trancar a matrícula da faculdade porque não tem como pagar pelos estudos.

Dayene se cadastrou no banco de vagas disponibilizado pela Associação Comercial de Pouso Alegre e espera voltar ao mercado de trabalho.

A Acipa está com 129 vagas de emprego em aberto que são oferecidas por empresas do comércio, serviço e fábricas. Outras 203 vagas serão abertas ainda neste mês pela prefeitura de Pouso Alegre, através de contratações terceirizadas. São vagas de Tratorista, auxiliar administrativo, técnico de informática, auxiliar de cozinha, porteiro e auxiliar de limpeza, entre outras.

O presidente da Acipa, Filipe Vargas explica que o cadastro é apenas pelo site www.acipa.com.br.  Quem não tem acesso à internet em casa ou se preferir poderá fazer o cadastro na sede da Acipa Pça Senador Jose Bento, 118, Centro.

Para as vagas oferecidas pela prefeitura, quem já se cadastrou na Câmara Municipal, não precisa fazer novo cadastro na Acipa.

A qualificação profissional é importante para conseguir voltar ao mercado de trabalho.  Veja no vídeo acima.

Categoria: Emprego

Segundo prefeitura, cerca de 100 haitianos vivem na cidade. Seis deles já serão contratados por uma empresa fabricante de bancos de automóveis. Além dessa empresa, participam da parceria prefeitura e IFSULDEMINAS.

Haitianos vieram para Pouso Alegre em busca de trabalho. Foto: Ascom PMPA

Nos últimos anos, centenas de milhares de haitianos fugiram de seu país em busca de uma vida melhor no Brasil. Depois de passarem pelos grandes centros brasileiros, esses imigrantes começaram a chegar nas cidades do interior. E Pouso Alegre foi o lugar escolhido por um grupo de, pelo menos, 100 pessoas vindas do país do Caribe, arrasado pelos terremotos e pobreza.

Um levantamento da prefeitura de Pouso Alegre mostra que esses imigrantes têm dificuldades de conseguir emprego por aqui. Quando conseguem algum ‘bico’, são remunerados abaixo dos valores praticados na cidade.

Para buscar mais dignidade para essas pessoas é que a Secretaria Municipal de Políticas Sociais iniciou o cadastramento da população haitiana que vive em Pouso Alegre. 30 deles já foram cadastrados no CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) do bairro São Geraldo e agora tem a chance de conseguir uma colocação no mercado de trabalho.

Nesta semana, teve o cadastro dos imigrantes na secretaria de Políticas Sociais. Foto: Ascom PMPA

A iniciativa é feita em parceria com uma empresa fabricante de bancos para automóveis, localizada no distrito industrial. Os homens e as mulheres, em sua maioria jovens, passaram por uma triagem na Secretaria de Políticas Sociais nesta segunda-feira (25).

Para o Prefeito Rafael Simões, que esteve na secretaria durante o cadastramento, é importante inserir essas pessoas no mercado de trabalho, através de parcerias com empresas locais. “O maior desafio para essas pessoas é a barreira da língua, mas o IFSULDEMINAS já disponibilizou aulas de português para resolver o problema. Eles também receberão treinamento para o desempenho das funções”, contou Simões.

De acordo com o secretário de Políticas Sociais, João Batista de Lima, o CRAS continuará fazendo um trabalho social com os imigrantes haitianos. “Vamos continuar acompanhando a situação dessas pessoas para que possam ser inseridas plenamente à sociedade pouso-alegrense”, afirma.

Ainda segundo a prefeitura, essa primeira etapa, seis haitianos serão contratados para a linha de produção da fabricante de bancos de carros.

Em entrevista à EPTV, o haitiano Gue Egny contou que vive há seis meses no Brasil. Sem oportunidades em São Paulo, ele se mudou para o Sul de Minas. Atualmente, ele vive em uma casa com mais sete pessoas e depende da ajuda de um tio para se manter.

“Tenho um tio em Paris e ele transfere dinheiro, pra aqui (sic), no Brasil”, conta o haitiano.

Outro conterrâneo dele é o Judeson, que está há 2 anos em Pouso Alegre e já fala um pouco de português. Judeson fez alguns trabalhos com carteira assinada e bicos informais. Mas há quatro meses está desempregado e precisa de dinheiro para ajudar a família no Haiti.

“Tá precisando porque tenho família no Haiti, tenho que mandar dinheiro todo mês e agora não tem mais, não tem dinheiro”, disse o ajudante geral Judeson Fortune, à EPTV.

 

Categoria: Emprego

Indústria farmacêutica que começou a operar neste ano na cidade contribuiu para os números positivos. 

Multinacional indiana inaugurada neste mês promete gerar 500 empregos diretos em Pouso Alegre. Foto: Ascom PMPA

Entre as maiores cidades do Sul de Minas, Pouso Alegre foi a que mais gerou empregos com carteira assinada no mês de fevereiro. É o que informa os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, divulgados nesta segunda-feira (25). Segundo os dados, Pouso Alegre gerou 491 vagas de empregos acima das demissões no segundo mês do ano. Poços de Caldas ficou com saldo de +350 vagas, já Varginha, descontadas as demissões, o saldo é de + 10 empregos gerados.

O início das operações da indústria ACG, fabricante de cápsulas para medicamentos, contribuiu para a melhora nos dados de Pouso Alegre. A farmacêutica foi inaugurada neste março, mas já tem mais de 100 funcionários contratados e irá contratar ainda mais 200 nesta primeira fase de atividades.

A empresa está em Pouso Alegre desde 2013, com uma distribuidora de insumos farmacêuticos. A fábrica começou a ser construída em 2016, numa área de 15 mil metros quadrados, no bairro Limeira. Forma investidos cerca de R$ 350 milhões no empreendimento. A previsão é que, numa segunda etapa, a unidade chegue a 500 funcionários.

Saldo janeiro e fevereiro

Em janeiro, os números do Caged para Pouso Alegre ficaram negativos em 126 vagas, devido aos cortes das contratações temporárias de fim de ano. Porém, no balanço dos dois primeiros meses de 2019, descontadas as demissões em relação às contratações, a cidade está com saldo positivo de +365 vagas de empregos criadas. Poços de Caldas tem +250 vagas e Varginha fica com saldo negativo de -250 vagas.

Extrema é um caso à parte

Mesmo fora do ranking das maiores cidades do Sul de Minas, em termos populacionais, Extrema é a que mais gerou empregos com carteira assinada em 2019 na região. Com uma população de 35 mil moradores, o saldo nos dois primeiros anos na cidade na geração de empregos está em +537 vagas criadas. Em fevereiro o saldo foi de 467 + 70 empregos de janeiro.

Nos últimos 10 anos, Extrema pulou do 5º lugar para o 2º no ranking das maiores economias do Sul de Minas, ficando atrás apenas de Pouso Alegre (1º). O Produto Interno Bruto (PIB) de Extrema é de R$ 6,179 bilhões, enquanto o de Pouso Alegre é de R$ 6,819 bilhões. Os dados são do IBGE e o ano de referência é 2016.

Categoria: Emprego

São 30 vagas com salário inicial de R$ 22.158,82. Taxa de inscrição é de R$ 260. É necessário ser bacharel em direito há, pelo menos, três anos.

Sede da Defensoria Pública em Pouso Alegre – Foto Divulgação

Estão abertas as inscrições para o concurso público da Defensoria Pública de Minas Gerais. São 30 cargos de Defensor Público, com salário inicial de R$ 22.158,82.

As inscrições tiveram início nesta segunda-feira (25) e vão até o dia 25 de abril. A inscrição deve ser feita pela internet, no site da empresa Gestão de Concursos. A taxa para participar da seleção é de R$ 260.

Entre os requisitos para os candidatos ao cargo de Defensor Público está a obrigatoriedade de ter, no mínimo, três anos de bacharelado em Direito, com três anos de atividade jurídica. O concurso terá cinco etapas. A primeira será a prova objetivo de múltipla escolha no mês de maio. A última etapa será a prova de títulos, em fevereiro de 2020.

O concurso também destina cota para pessoas com deficiência, negros (pretos e pardos) que se declarem no momento da inscrição.

 

Segundo o edital, há 310 cargos vagos para Defensor Público em Minas Gerais, porém, essa seleção será de apenas 30 vagas.

Veja o edital completa e faça a inscrição clicando aqui: Concurso Defensoria Pública de Minas Gerais

Categoria: Emprego

Os salários são de até R$ 4.287,50. Há vagas para todos os níveis de escolaridade.

Cambuí tem 62 vagas em concurso público. Foto: Divulgação

Nesta semana, as prefeituras de Bueno Brandão, Estiva e Poço Fundo abrem inscrições para concurso público. Tem ainda inscrições já abertas para as prefeituras de Cambuí e Senador José Bento. Ao todo, são mais de 130 vagas disponíveis para todas as áreas. Os interessados devem inscrever pela internet ou presencialmente, na sede das prefeituras.

Poço Fundo

A prefeitura de Poço Fundo oferece vagas em 16 vagas para profissionais das áreas de odontologia (auxiliar e dentistas), nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo e professor de educação física.

Os salários variam entre R$ 787,69 a R$ 2.177,47 ao mês, para jornadas de trabalho de 20h a 40h.

As inscrições devem ser feitas através do site www.ibdoprojetos.org.br. As taxas são de R$ 50 e R$ 70, dependendo do cargo. O prazo se se candidatar vai até 10 abril.

Estiva

Em Estiva são 11 vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 1.337,87 a R$ 2.898,50, para cargas horárias de 20h a 40h.

Tem vagas para agente comunitário de saúde, controlador interno, enfermeiro e técnico em enfermagem, fiscal de tributos e posturas, médicos.

As inscrições vão até dia 9 de abril, pelo site www.maximaauditores.com.br, mediante taxas de R$ 55,00 a R$ 115,00.

Bueno Brandão

O concurso da prefeitura de Bueno Brandão é para de reserva e não estipula número de vagas. Ele se destina a professores de educação física, inglês, professor de pré-escola e auxiliar educacional.

São apenas três dias de inscrições, entre esta segunda-feira (11) e quarta-feira (13) e devem ser feitas pelo site www.jcmconcursos.com.br.

Senador José Bento

Na prefeitura de Senador José bento as inscrições foram abertas em fevereiro e se encerram no próximo dia 17. São 48 vagas para todos os níveis de escolaridade, a maioria delas são para área da saúde.

Entre as vagas, o concurso seleciona candidatos para agente comunitário de ESF; dentista; fisioterapeuta; psicólogo; assistente social; auxiliar de administração; enfermeiro de ESF; farmacêutico; médico – clínico geral; monitor de educação infantil; motorista; operador de máquinas pesadas; Operário; Professor PEB I; técnico em enfermagem da ESF.

Os salários vão de R$ 695,44 a R$ 4.287,50. As inscrições são no site https://maximaauditores.com.br/ . A taxa de inscrição varia de R$ 38 a R$ 170.

Cambuí

As inscrições para concurso da prefeitura de Cambuí estão em andamento e vão até o dia 28 deste mês. São 62 vagas, mais cadastro de reserva. Os cargos são para as áreas administração, educação, saúde e serviços gerais.

Os salários variam entre R$ 999,08 a R$ 4.098,15, dependendo do cargo pretendido pelo candidato.

O endereço para ver o edital completo e se inscrever é o da empresa Elo Assessoria. As informações também podem ser encontradas no site da  prefeitura de Cambuí. As provas objetivas serão aplicadas no dia 28 de abril. A taxa de inscrição varia de R$ 49,95 para auxiliar de serviços gerais a R$ 227,48 para médico.

 

Categoria: Emprego

São 120 vagas. O candidato deve ter curso de direito. Salário inicial é de R$ 5.769,42.

Termina nesta quinta-feira (07) o prazo para os interessados se inscreverem no concurso público para o curso de oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais. São oferecidas 120 vagsas, sendo 108 para homens e 12 para mulheres. Entre os requisitos, os candidatos devem tem curso de bacharel em direito e idade até 30 anos.

As inscrições são feitas apenas pela internet, no site da Polícia Militar, onde o edital também pode ser consultado. O valor da taxa de inscrição é de R$ 173.

O salário para os aprovados no concurso é de R$ 5.769,42, durante o curso como cadete da PM.

Veja demais requisitos para o ingresso no CFO da PMMG,

  1. a) ser brasileiro nato;
    b) possuir título de bacharel em Direito, obtido em estabelecimento reconhecido pelo sistema de ensino federal, estadual ou do Distrito Federal;
    c) estar quite com as obrigações eleitorais e militares;
    d) ter entre 18 (dezoito) e 30 (trinta) anos de idade na data da inclusão, prevista para o dia 26/08/2019;
    e) possuir idoneidade moral;
    f) ter altura mínima de 1,60m (um metro e sessenta centímetros);
    g) ter sanidade física e mental;
    h) ter aptidão física;
    i) ser aprovado em avaliação psicológica;
    j) não apresentar, quando em uso dos diversos uniformes, tatuagem visível que seja, por seu significado, incompatível com o exercício das atividades de policial militar;
    k) não ter sido demitido da PMMG, de outra instituição militar estadual ou das Forças Armadas; não ter dado baixa no conceito “C” nos termos do Código de Ética e Disciplina dos Militares do Estado de Minas Gerais; não ter sido exonerado ou demitido da PMMG ou do Corpo de Bombeiros Militares de Minas Gerais com base no art. 146, incisos II, III, IV ou V, letra “a” e “caput” do art. 147, da Lei nº 5.301/1969.