0

Renato gaúcho sofre duras críticas pelas últimas derrotas do Flamengo

Terra do Mandu
27/10/2021

As últimas partidas do Flamengo geraram uma certa preocupação não só entre os torcedores, mas também entre os dirigentes e comissão técnica do clube. Estar entre as principais equipes do Brasil tem seu preço, pois a cobrança por bons resultados pode ser cruéis.

O Flamengo sabe bem disso! Sempre entre os mais comentados e seguidos, o clube carioca possui admiradores assíduos e números expressivos de apostas na Rivalo Brasil. Por apresentar uma equipe considerada uma das melhores do país, taticamente falando, e ter feito campanhas inquestionáveis nos dois últimos anos, o clube tem sofrido duras críticas em 2021, direcionadas principalmente ao seu treinador atual, Renato Gaúcho.

Imagem: Reprodução

Renato que é conhecido por não ter papas na língua, não se cala e associa os maus resultados as condições de cronograma apertado e dificuldade de escalação. Porém, há quem não esteja satisfeito com a conduta do treinador e relacione os últimos resultados negativos do rubro-negro ao técnico.

O podcasts Posse de Bola#172, contou com a presença do Mauro Cézar Pereira que foi taxativo na opinião sobre a condição atual do Flamengo. “A Alemanha jamais contrataria Luiz Felipe Scolari depois do 7 a 1. O Flamengo contratou o técnico do 5 a 0. Sábado fez 2 anos do 5 a 0, que o Flamengo do Jesus aplicou no Grêmio do Renato. E ele, no mesmo Maracanã, com a mesma cara, ali vendo o time dele perder de 3 porque o Fluminense não fez mais gols, fosse o Fluminense um time até mais qualificado, faria mais gols. O Flamengo chega no momento em que ele vai jogando as fichas todas no mata-mata de quarta-feira, na Copa do Brasil, e pensando o que vai fazer na final da Libertadores”.

As declarações de Mauro seguem alfinetando o trabalho do técnico e elevando os méritos dos jogadores. “Se o Flamengo ganhar um ou dois títulos agora até o final da temporada, será única e exclusivamente pela qualidade do elenco, que quando está reunido, ainda consegue reativar os seus melhores momentos que vêm lá de 2019. Quando você junta todo mundo ali, quando tem Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gabigol, Bruno Henrique, a coisa muda de figura, é outra história, é o tal do outro patamar. Esses caras podem resolver jogos”.

Apesar da opinião de Mauro Cezar, vale ressaltar que o Flamengo tem sofrido para conseguir administrar os desfalques dos seus craques e manter um time estrategicamente ofensivo.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.