0

Extrema e Pouso Alegre lideram criação de empregos na região, aponta Caged

No acumulado do ano, Extrema está com 3.636 novos postos criados e Pouso Alegre está em segundo com 2.603 vagas geradas.

Magson Gomes
30/09/2021

Extrema, Poços de Caldas e Pouso Alegre são as cidades do Sul de Minas que mais criaram vagas de emprego com carteira assinada no mês de agosto. A informação está nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (29/9) pelo Ministério da Economia.

Mais uma vez, Extrema lidera o ranking de novos postos de trabalho, com saldo de 836 registros, entre desligamentos e contratações. Destaque para os setores de serviços (329 vagas), comércio (266 vagas) e indústria (253 vagas).

O município também lidera a geração de vagas no ano, com 3.636 entre janeiro e agosto. O que já era esperado, diante das vagas anunciadas nos últimos meses por grandes indústrias e centros de distribuição instalados na cidade.

No ano, Pouso Alegre tem a segunda melhor média do Sul de Minas, com total de 2.603 nos oito meses de dados divulgados pelo Caged. No mês de agosto, a cidade voltou a ter saldo positivo na criação de novos empregos com carteira assinada. Foram 540 novas vagas. A cidade havia ficado com saldo negativo de -3 no mês anterior. Esse mês as contratações em indústria (287), seguidas pelo setor de serviço (213), puxou os números para cima.

Para o mês de agosto, Poços de Caldas foi a segunda cidade do Sul de Minas com melhor saldo de novos empregos, com 622 cargos. No ano, o saldo é de 2.202, terceiro melhor da região.

Itajubá tem saldo positivo de 77 vagas em agosto e no acumulado do ano está com 1.239. Já Santa Rita do Sapucaí vem de dois meses fechando mais vagas de emprego do que abrindo. Foram menos 152 em agosto, contra menos 168 em julho. No entanto, no acumulado do ano, a cidade está entre as que mais criaram vagas na região, com um total de 1.640.

Cidade Vagas geradas em agosto
Extrema +836
Poços de Caldas +622
Pouso Alegre +540
Varginha +424
Itajubá +77
Santa Rita do Sapucaí -152

Dados do estado

No geral, Minas Gerais manteve desempenho positivo na geração de postos de trabalho pelo oitavo mês consecutivo. No mês de agosto houve a criação de 43.310 empregos no estado, resultado da admissão de 196.801 trabalhadores e do desligamento de outros 153.491.

Esse foi o segundo maior saldo de vagas do país, atrás apenas de São Paulo (113.836). No acumulado do ano, Minas garantiu a geração de 261.586 empregos com carteira assinada.

O saldo de agosto foi superior ao registrado no mês imediatamente anterior, quando foram abertas 33.107 vagas. O valor também ficou acima do verificado em agosto do ano passado. Naquele momento, o estado registrava a abertura de 27.417 empregos.

Setores

Como visto nas cidades do Sul de Minas, por setor de atividade econômica, as áreas que mais abriram novos postos de trabalho em agosto no estado foram Serviços (21.942), Indústria (9.534), Comércio (7.844) e Construção Civil (4.750).

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.