0

Hospital das Clínicas Samuel Libânio completa 100 anos em Pouso Alegre

Em atividade desde a pandemia da gripe espanhola, HCSL agora enfrenta os desafios da Covid-19 atendendo 204 municípios da região.

Gabriella Starneck
27/05/2021

Neste mês, o Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL) completou 100 anos em Pouso Alegre. Referência no tratamento de doenças no Sul de Minas, atualmente o HCSL atende 204 municípios da região. São dez décadas cuidando da saúde de pouso-alegrenses e moradores de cidades vizinhas.

Hospital foi inaugurado em 21 de maio de 1921. Foto: Ascom HCSL

O hospital foi inaugurado em 21 de maio de 1921, e marcou uma nova fase de serviços de saúde na região. Na época, o médico pouso-alegrense e diretor de Saúde Pública de Minas Gerais, Dr. Samuel Libânio, veio a Pouso alegre inaugurar o Hospital Regional – que inclusive recebeu o nome dele como forma de homenagem.

Isso porque Samuel Libânio, com suas ações sanitaristas em Belo Horizonte, foi responsável, em 1918, durante a pandemia da gripe espanhola, por evitar muitas mortes na capital de Minas Gerais.

HCSL tem duas pandemias na história

Ao longo desses 100 anos, o Hospital das Clínicas Samuel Libânio enfrentou duas pandemias. Em sua inauguração, no dia 21 de maio de 1921, o Brasil ainda vivia a pandemia da gripe espanhola. Hoje, em seu centenário, enfrenta os desafios da Covid-19.

No passado, médicos, enfermeiras, e irmãs de caridade venceram a gripe espanhola. Dez décadas depois, profissionais da saúde continuam na linha de frente, desta vez contra o coronavírus, para salvar vidas. E o Hospital Samuel Libânio segue junto nessa batalha, já que é referência no tratamento da doença no Sul de Minas.

Hospital Samuel Libânio é referência no tratamento da Covid. Foto: Reprodução HCSL

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.