0

Após empate amargo, Pouso Alegre cai para 8º no Mineiro

Técnico Emerson Ávila contesta marcação de pênalti para Patrocinense e afirma que o empate não agrada. Ainda com chances de G-4, na próxima rodada o Pousão pega o Cruzeiro.

Magson Gomes
11/04/2021

Patrocinense e Pouso Alegre empatam. Foto: Alair Constantino/Dono do Apito.

O Pouso Alegre desperdiçou a chance de voltar ao G-4 do Mineiro. Após dois jogos fora de casa, o Pouso Alegre volta para casa com um ponto somado. Neste domingo (11), o Pousão saiu na frente do Patrocinense, pela 9ª rodada do Mineiro, em Patrocínio, mas tomou o gol de empate após um pênalti marcado pelo árbitro do jogo. Com o empate, o Dragão do Mandu foi a 12 pontos e caiu da 5ª para a 8ª colocação na tabela, com os resultados da rodada.

A partida começou às 15h30, debaixo de sol forte. No primeiro tempo, o Pousão já havia tido duas chances de abrir o marcador. O centroavante Paulo Henrique mandou uma bola no travessão e o volante Roldan cabeceou uma bola rente à trave do goleiro Edson. Mas os gols da partida só saíram no segundo tempo.

Aos 18 minutos da etapa final, o zagueiro Guilherme Paraíba marcou de cabeça, após o lateral-esquerdo Foguinho levantar a bola na área numa cobrança de falta, deixando o Pousão na frente. Porém, menos de dez minutos depois, o Dragão do Mandu tomou o gol de empate. Em um contra-ataque, o atacante do Patrocinense caiu na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Jeam deixou tudo igual.

O técnico Emerson Ávila fez algumas mudanças no time para ter fôlego novo e mais mobilidade no ataque. Algumas poucas oportunidades foram criadas, mas que não resultaram em gol. Ficando o 1 a 1 no placar.

Análise do treinador

Para Emerson Ávila, foi um jogo muito difícil, contra um adversário que briga também no meio da tabela do Mineiro. O calor foi mais um adversário no Alta Paranaíba. Ávila reclama que o Pouso Alegre foi prejudicado pela arbitragem na marcação do pênalti a favor do Patrocinense.

“Fomos bem no primeiro tempo, apesar de não ter criado grandes oportunidades. Mas tivemos um volume de jogo muito maior que o adversário. Ficamos com a bola cerca de 70%. Mas faltou um pouco mais de capricho nos passes para que a gente criasse mais oportunidades e saísse na frente”.

“No segundo tempo, quando a gente, talvez, não estava tão bem no jogo, tivemos o gol do Guilherme e saímos na frente. E um lance de extrema infelicidade da arbitragem, mais uma vez nos prejudicando, a equipe do Patrocinense conseguiu o empate com um gol de pênalti. Tivemos algumas oportunidades, lance do João Gabriel e com Johnny para fazer o 2 a 1. Mas, enfim, voltamos para casa com um ponto, que não nos agrada. Mas o campeonato segue. Temos um grande jogo pela frente, no domingo, contra o Cruzeiro, e já passamos a pensar nesse adversário”.

Cruzeiro e Tombense

Faltam duas rodadas para o encerramento da primeira fase do Campeonato Mineiro. O Pouso Alegre recebe o Cruzeiro no Manduzão, no próximo domingo, às 11h, pela 10ª rodada. E no outro domingo (18), vai à Zona da Mata enfrentar o Tombense pela última rodada.

O Dragão do Mandu poderá descartar as chances de rebaixamento já na quarta-feira (14), sem entrar em campo. O Boa Esporte recebe o Tombense em Varginha, em jogo atrasado pela 8ª rodada. Em caso de tropeço do Boa, o Pousão já garante a permanência no Mineiro.

As chances de G-4 estão mais próximas. Apenas dois pontos separam o Pousão da 4ª posição. Porém, para chegar lá tem que vencer e torcer para combinação de resultados.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.