0

Polícia Civil prende suspeitos de aplicar ‘golpe do motoboy’ em idosos

Estelionatários informam à vítima que havia uma compra indevida em seu cartão e que um funcionário da polícia irá retirar o cartão e senha para investigar a fraude.

Gabriella Starneck
19/03/2021

Nesta semana, a Polícia Civil prendeu dois suspeitos de integrar quadrilha do ‘golpe do motoboy’ em Pouso Alegre. Os estelionatários fingem ser funcionários da polícia para pegar cartão e senha de idosos, e retirar dinheiro de suas contas de forma fraudulenta.

O primeiro suspeito foi preso nesta terça-feira (16). Após receber denúncias, os policiais da Delegacia Regional de Pouso Alegre monitoraram as ações dos suspeitos que faziam contato com uma vítima de 87 anos, informando que havia ocorrido uma compra indevida em seu cartão de crédito, e que um funcionário da polícia iria retirar o cartão e senha para investigar a fraude.

O homem, de 34 anos, foi interceptado pelos policiais e preso em flagrante. Após as buscas nos pertences, a PM ainda identificou outras duas vítimas, idosos de 69 e 76 anos, em Pouso Alegre. O suspeito, que dizia operar como motorista de aplicativo, foi encaminhado ao Presídio de Santa Rita do Sapucaí.

Já na quarta-feira (17), outro homem que integra a organização criminosa foi preso em flagrante praticando o mesmo crime. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito, de 24 anos, estava na casa da vítima, de 68 anos, para aplicar o golpe. As investigações continuam para identificar novos integrantes da quadrilha e encontrar as vítimas.

Alerta de golpe

Os estelionatários fazem uma ligação informando que o há uma compra suspeita no cartão de crédito. Assim que a vítima diz que não realizou a compra, o interlocutor orienta a escrever uma carta para o delegado de polícia, pedindo investigação, e a entregar cartão e senha para um funcionário da polícia que irá até à residência da pessoa.

É Importante ressaltar que os suspeitos seguram a linha telefônica da vítima. Desta forma, quando a pessoa  desliga o telefone para ligar no banco e conferir a veracidade da informação, os estelionatários simulam o atendimento da instituição bancária, pois a chamada continua ativa.

O delegado Regional de Pouso Alegre, Dr. Renato Gavião, alerta que a Polícia Civil, assim como as instituições bancárias, não manda ninguém na residência da vítima para pegar senha ou cartão. “Eu peço para que os senhores, que cuidam de idosos, filhos que tem pais com idade mais avançada, para que orientem esses idosos para que não caiam nesse golpe que está sendo rotineiro no município de Pouso Alegre”, destaca.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.