0

Radares da BR-459 são retirados após fim do contrato de licitação

Gabriella Starneck
14/01/2021

Equipamentos serão substituídos devido ao fim dos contratos e à entrada de nova empresa responsável pela fiscalização da rodovia. 

Os radares da BR-459 – nos municípios de Pouso Alegre, Congonhal, Piranguinho e Piquete – estão sendo retirados. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), os equipamentos serão substituídos porque o contrato de licitação com a empresa responsável pela fiscalização venceu.

“O DNIT contrata os serviços de fiscalização eletrônica de velocidade por meio de licitação. Os equipamentos instalados pertencem à empresa que venceu a licitação e foi contratada pelo DNIT. Quando o contrato acaba, a empresa deve retirar o equipamento”, informou o órgão em nota.

Dados do Departamento de Infraestrutura de Transportes mostram que haviam nove radares na BR-459, sendo: Pouso Alegre (6), Congonhal (1), Piranguinho (1), Piquete (1). A empresa até então responsável pela fiscalização já realiza a retirada dos equipamentos. O órgão não informou quando novos radares serão instalados.

 

Fiscalização de velocidade

O DNIT informou que está cumprindo o acordo judicial homologado em julho de 2019 pela Justiça Federal para a instalação de 1.140 radares eletrônicos em todo o território nacional. O intuito é fazer o controle de velocidade em faixas de tráfego com criticidade média, alta e muito alta.”

Os equipamentos são instalados após a aprovação dos projetos e, depois da instalação, passam por aferição do Inmetro. Somente após essas etapas, iniciam a operação, efetivamente”, explica o órgão.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.