0

Projeto visa melhoramento genético em bovinos para produtores de Itajubá

Terra do Mandu
15/12/2020

Parceria entre Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, Sebrae, Emater e Sindicato Rural de Itajubá, objetiva contribuir com a renda e a qualidade de vida dos produtores

Reunião entre parceiros do projeto. Foto: Divulgação Sicredi

Proporcionar aos produtores rurais de Itajubá e região a melhoria genética de bovinos no seu rebanho com a técnica Fertilização In Vitro (FIV), é a intenção do ProCriar, projeto elaborado pelo Sindicato Rural, tendo apoio do Sebrae, Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG e Emater/MG. O projeto conta com uma solução do Sebrae – chamada Sebrae Tec Projetos Tecnológicos – que atualmente investe 80% dos custos da transferência de embrião e o produtor teria que pagar os 20% restantes. Mas, devido à parceria com o Sicredi, através do Fundo de Desenvolvimento Regional, o produtor investirá 10%. Segundo a analista do Sebrae Minas, microrregião de Itajubá, Andresa Cristina da Silva, a iniciativa viabiliza a participação de pequenos produtores ao programa. Além disso, no formato anterior do projeto, o produtor deveria aderir no mínimo com 45 animais e agora, com a parceria, não existe quantidade mínima.

– O Sicredi tem sido fundamental no desenvolvimento do projeto. Nesta parceria, também temos a Emater, que é essencial neste trabalho, pois apoia na preparação dos produtores, além de ajudá-los na documentação necessária ao projeto. Acreditamos que os contemplados com essa tecnologia vão melhorar o gado, aumentar a produtividade e o lucro também. Já temos perspectivas de seguir com o projeto em 2021, pois todos os envolvidos têm o mesmo objetivo – apoiar o crescimento dos produtores e transformar o território através do desenvolvimento econômico local. É muito bom saber que o Sicredi tem este Fundo, e apoia ações que realmente dão resultado e geram muito valor para a sociedade – assegura Andresa.

Da mesma forma, o gerente regional da Emater de Pouso Alegre, Alexandre Kurachi, diz que muito se orgulha, mais uma vez, de poder contribuir com o desenvolvimento regional, através da consolidação desta parceria entre estas empresas fortes e idôneas no Estado. Cabe a Emater a seleção de produtores, através de critérios definidos, e o acompanhamento contínuo a estes contemplados, ofertando a assistência técnica e a extensão rural. “Mais do que o resultado direto, esta parceria é um importante passo na organização da cadeia produtiva da bovinocultura da região, colocando instituições como Sicredi, Sebrae e Emater junto aos produtores para fortalecimento da atividade, através do resgate do associativismo, do cooperativismo, do empoderamento dos beneficiados, do acesso à assistência técnica, a novas tecnologias, sempre buscando uma melhor condição de vida aos nossos produtores”, salienta Kurachi.

O Sicredi

Em 2020, através do Fundo de Desenvolvimento Regional, que visa entre as iniciativas também promover o estímulo ao empreendedorismo e a inovação, dezenas de projetos foram contemplados em toda área da atuação da Cooperativa. Entre eles, está este de melhoramento genético. O gerente da agência do Sicredi em Itajubá, Fernando Conte, assegura que a iniciativa é de cooperação entre as entidades e que em um curto espaço de tempo os resultados serão sentidos. “Entre dois ou três anos, os produtores estarão dispondo de tecnologia avançada, tendo animais de qualidade que produzirão maior quantidade de leite. Estamos felizes com a parceria das entidades e também de poder proporcionar este apoio aos contemplados. É um grande benefício que o produtor está tendo e isso vai gerar aumento na renda e, consequentemente, melhoria da qualidade de vida do nosso associado. Temos o cooperativismo como um estilo de vida e demonstramos na prática que é possível viver conjuntamente, basta que as pessoas estejam unidas em torno de um objetivo comum, como está sendo feito com este projeto”, conclui Conte. (com informações da assessoria Sicredi)

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.