0

Mercado Livre terá centro de distribuição em Extrema com geração de 1,4 mil empregos

Magson Gomes
12/11/2020

Anúncio foi feito pelo Governo de Minas, nesta quinta (11). CD da empresa que controla o e-commerce deverá entrar em operação em 2021.

Um dos centros de operação da Mercado Livre no Brasil. Foto: Divulgação Mercado Livre

O município de Extrema, no Sul de Minas, irá receber um centro de distribuição da multinacional do e-commerce Mercado Livre. O anúncio da instalação na cidade foi feito nesta quinta-feira (12) pelo Governo de Minas.

Considerada uma gigante do segmento na América Latina, a multinacional estima criar 1,4 mil empregos entre diretos e indiretos com a instalação, prevista para ocorrer já no próximo ano, 2021. O centro de distribuição de Extrema está sendo construído numa área de 77 mil metros quadrados. Segundo a reportagem do Terra do Mandu apurou na prefeitura, a previsão é que esteja concluído em maio do ano que vem.

A implantação será em duas grandes frentes. Além da Mercado Envios – voltada para o armazenamento e logística das empresas parceiras que utilizam a plataforma de vendas -, a unidade mineira também vai operar a Ebazar, empresa do grupo que controla a operação própria de e-commerce da companhia.

Além da Mercado Livre, essa semana o Governo de Minas também comunicou que outra gigante do setor das compras pela internet, a norte-americana Amazon, está chegando em Minas Gerais. A unidade da empresa ficará em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Sobre a multinacional Mercado Livre

A Mercado Livre foi fundada em 1999 na Argentina e hoje está presente em 18 países, sendo a maior plataforma de comércio digital da América Latina e a única da região a se encontrar entre as 100 empresas que mais crescem no mundo em 2020.

O crescimento no segundo trimestre de 2020 foi de 45% na base de usuários ativos. Hoje, são registradas em torno de 16 compras e 425 visitas por segundo em sua plataforma e mais de 3,3 milhões de transações diárias pela Mercado Pago.

Frota do Mercado Envios: braço de logística do Mercado Livre é responsável por mais da metade das receitas da empresa – Foto: divulgação Mercado Livre

Benefícios para atração da empresa
Para o governador Romeu Zema, a multinacional Mercado Livre e suas soluções logísticas trarão benefícios para todos os mineiros, com geração de renda e oportunidades de negócios para muitas empresas.

“Em menos de uma semana, anunciamos a vinda de duas megaempresas de e-commerce para nosso estado. Esses investimentos significam a criação de mais de mil vagas de trabalho e também potencial para muitas empresas utilizarem esses canais de venda. Estamos conseguindo mostrar que é possível governar com responsabilidade, desburocratizando e sendo amigo de quem trabalha, produz, paga impostos e gera empregos”, afirma.

Na prática, de acordo com o secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), Fernando Passalio, essas atrações de empresas irão democratizar ainda mais a entrega de produtos de forma ágil, com o uso intensivo de tecnologia a preços acessíveis.

“Este esforço do Governo de Minas, por meio do Indi, consolida o estado como um grande hub logístico, somando forças e mitigando os efeitos desta crise em função da pandemia. Estamos aqui para transformar Minas Gerais em um grande gerador de riqueza e de trabalho”, avalia.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.