0

Polícia Civil prende suspeito de matar vereador em Munhoz, no Sul de Minas

Magson Gomes
28/07/2020

Crime ocorreu em maio. Suspeito foi preso no litoral paulista, para onde fugiu após o crime.

Vereador Benedito Cândido, conhecido como Sabiá, foi morto com um tiro na cabeça. Foto: reprodução Câmara de Munhoz

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na noite desta segunda-eira (27), o suspeito do assassinato do vereador de Munhoz, Sul de Minas, Benedito Cândido Brandão Primo, de 62 anos, mais conhecido como ‘Sabiá’. O suspeito do crime, de 66 anos, foi preso em Peruíbe, no litoral sul de São Paulo, onde estava escondido.

O vereador foi morto no dia 18 de maio com um tiro na cabeça dentro do próprio carro no Centro de Munhoz. Segundo a Polícia Civil, o homicídio teria ocorrido por vingança, após uma briga em que suspeito teriam se envolvido em fevereiro.

Os policiais civis da Delegacia de Bueno Brandão identificaram o suspeito e apuraram informações que levaram a confirmar o local para onde fugiu após o crime. Com isso, os agentes iniciaram um trabalho em conjunto com a Polícia Civil de São Paulo, por meio do Departamento de Investigações Criminais (DEIC), para monitorar o alvo do mandado de prisão, que estava sendo auxiliado por um meio para se esconder da polícia.

Com a confirmação das informações, os agentes da Polícia Civil localizaram e prenderam o suspeito no quintal da casa onde estava se escondendo, na cidade de Peruíbe.

O delegado da Polícia Civil de Bueno Brandão, que coordenou as investigações, Samuel Covalero Sanchez Domingues, conta que o supeito fugiu primeiro para São Bernardo do Campo, onde tem conhecido. Após a prisão, o suspeito será encaminhado ao presídio de Santa Rita do Sapucaí.

Veja o vídeo em que o delegado explica a prisão do suspeito:

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.