0

Ibope aplica 250 testes de Covid em Pouso Alegre para pequisa nacional sobre a doença

Magson Gomes
14/05/2020

A informação foi confirmada pela secretaria municipal de Saúde, que recebeu um comunicado sobre a pesquisa, e pelo Ibope Inteligência.

Foto: Terra do Mandu

Pouso Alegre é uma das 133 cidades brasileiras onde pesquisadores contratados pelo Ibope Inteligência estão aplicando testes rápidos para Covid-19. Em cada um municípios que participam da amostragem serão aplicados 250 testes. A informação foi confirmada ao Terra do Mandu pela secretaria municipal de Saúde de Pouso Alegre.

De acordo com a secretária Sílvia Regina Pereira, foi enviado um comunicado via e-mail à secretaria sobre a pesquisa na cidade. Como os pesquisadores já estavam nas ruas da cidade abordando moradores, surgiram denúncias direcionada à prefeitura e à Polícia Militar. As pessoas desconfiaram de algum golpe. Porém, a secretária confirma que o trabalho é verdadeiro e que as equipes irão aplicar os 250 testes em moradores locais.

Mais informações sobre a pesquisa Ibope

O IBOPE Inteligência divulgou informações em seu site de que está realizando uma pesquisa sobre o novo Coronavírus em todo o Brasil chamada ‘Evolução da prevalência de infecção por Covid-19 no Brasil: Estudo de Base Populacional’.

Esse estudo será realizado em 133 cidades do país, nos quais nossos pesquisadores visitarão 99.750 casas para realizar testes rápidos para o vírus e também entrevistar os participantes. A coordenação é da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), com financiamento do Ministério da Saúde. Não há nenhum custo de participação.

A amostragem foi autorizada pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Segundo o Ibope, todos os profissionais convocados para trabalhar nesta pesquisa foram treinados para aplicar os testes. Os entrevistadores também foram submetidos a testes de Covid-19, garantindo que todos que estão indo a campo não estão infectados.

Esse estudo prevê a todos os entrevistadores equipamentos de proteção individuais (EPIs) para uso durante o trabalho de campo, conforme orientação da equipe da Universidade Federal de Pelotas e da biomédica contratada pelo IBOPE Inteligência. São eles: Máscaras descartáveis; Toucas descartáveis; Aventais descartáveis; Sapatilhas descartáveis; Óculos de proteção e Luvas.

Todos os entrevistadores terão em mãos frascos de álcool gel, sacos de lixo infectante e caixas de descarte de materiais hospitalares.

Todos terão em mãos um folheto que explica o que o entrevistado deve fazer em caso de resultado positivo. Os casos positivos em campo serão notificados para a Vigilância Sanitária, conforme determinação das diretrizes do país.

“Lembramos ainda que todas as informações coletadas nessas duas pesquisas são absolutamente sigilosas, serão tratadas de forma anônima e os respondentes não serão identificados, de acordo com todas as normas éticas internacionais sobre pesquisas em saúde. Os resultados dos estudos serão sempre tratados conjuntamente e nunca de forma individual.

“Ressaltamos também que é muito importante que os moradores dos domicílios selecionados aceitem participar desse estudo. Além de ficarem sabendo do resultado dos seus exames, contribuirão com a ciência e com os esforços de conter o avanço da pandemia no País”, diz comunicado do Ibope Inteligência.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.