0

Câmara devolve R$ 700 mil para prefeitura utilizar na compra de cestas básicas

Terra do Mandu
08/04/2020

Segundo presidente do Legislativo, recurso será usado para ajudar famílias carentes atingidas pela crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. Nos últimos anos, a Câmara tem conseguido fazer economias com diárias e outros gastos administrativos e devolver parte dos recursos aos cofres da prefeitura.

Vereadores e prefeito na sede da prefeitura. Foto: Ascom Câmara

A Câmara Municipal de Pouso Alegre irá transferir R$ 700 mil à prefeitura. O dinheiro será utilizado nas políticas sociais para atender famílias atingidas pela crise da pandemia do novo coronavírus.

Nesta terça-feira (07), o presidente da Câmara, vereador Rodrigo Modesto, acompanhado de outros colegas do Legislativo, esteve com o prefeito Rafael Simões para formalizar a devolução do recurso.

“Essa é uma medida importante que tomamos para dar nossa parcela de contribuição nesse momento tão difícil. A pandemia afeta a vida de todas as pessoas, mas principalmente as famílias que sobrevivem com renda informal ou subemprego estão em situação grave, às vezes até sem alimentos ou produtos de higiene em casa. Aproveito para agradecer a colaboração dos vereadores e servidores nesse esforço conjunto para amenizar a atual situação”, afirmou Rodrigo Modesto.

O prefeito disse que o recurso será destinado à secretaria de Polícias Sociais, responsável por atender as famílias em situação de vulnerabilidade social. Rafael Simões ainda ressaltou que toda ajuda é importante nesse momento, principalmente para os mais vulneráveis e agradeceu o auxílio dado pelo legislativo.

“Agradecer todos os vereadores da base que têm nos apoiado. Parabenizar vocês por essa ação. Esse dinheiro será muito bem empregado na secretaria de Políticas Sociais nesse momento tão difícil por que passa Pouso Alegre, o Brasil e o Mundo”, finalizou o prefeito.

Câmara tem orçamento de cerca de R$ 20 milhões

O orçamento da Câmara Municipal de Pouso Alegre para 2020 foi projetado em pouco mais de R$ 20 milhões. Esse valor é repassado pela própria prefeitura e representa 6% da arrecadação municipal, como estabelece a legislação.

Nos últimos anos, a Câmara tem conseguido fazer economias com diárias e outros gastos administrativos e devolver parte dos recursos aos cofres da prefeitura.

No ano passado, por exemplo, a Mesa Diretora conseguiu devolver pouco mais de R$ 4 milhões para a Prefeitura. Dinheiro que pode ser investido nas áreas prioritárias como saúde, infraestrutura e educação.

 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.