0

Cimed irá fabricar álcool em gel e doar à população

Magson Gomes
20/03/2020

Primeiro lote do antisséptico terá 250 mil unidades que serão entregues aos funcionários da farmacêutica, familiares e população de Pouso Alegre, além de postos de saúde.

Sede industrial do Grupo Cimed. Foto: Magson Gomes/Terra do Mandu

A farmecêutica Cimed anunciou, nesta sexta-feira (20), que irá destinar uma de suas linhas de produção para a fabricação de álcool gel 70%. O lote inicial, com 250 mil unidades, será doado a seus quase 5 mil colaboradores e respectivas famílias, à população da região de Pouso Alegre, sede da fábrica da empresa, e às Unidades Básicas de Saúde (UBS) do estado de Minas Gerais.

Em medida anunciada pelo governo federal ontem (19), as UBSs passarão a receber a maior parte das pessoas com sintomas leves do novo Coronavírus (Covid-19).

A medida foi tomada para desafogar os hospitais que precisam focar o atendimento nos casos graves da doença. Além disso, Minas Gerais antecipou a campanha de vacinação contra a influenza. O objetivo é ajudar profissionais de saúde na triagem de casos para o novo coronavírus.

“Com o aumento do fluxo nas UBS do estado, a Cimed entende que o álcool gel poderá contribuir na proteção e segurança das pessoas nesses locais”, informa a farmacêutica.

Ainda de acordo com a Cimed, a entrega do antisséptico será de inteira responsabilidade da empresa.

“Com isso, a Cimed vem reforçar que, como uma das principais representantes do setor, tem papel essencial e fundamental para a saúde pública. Atualmente, a companhia fabrica 650 produtos. O álcool gel será integrado a esse portfólio”, explica a empresa.

Sobre o funcionamento da fábrica durante o período de pandemia covid-19, o Grupo Cimed informa que tem tomado todas as medidas de segurança para sues funcionários.

“Sabendo também da sua responsabilidade em relação a seus colaboradores, a empresa comunica, ainda, que tem um sólido plano de contingência para os trabalhadores da fábrica, das áreas de logística e de atendimento às farmácias. Medidas essas que visam a segurança ao obedecer as recomendações dos órgãos de saúde competentes”, finaliza.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.